Sopa de Cebola Gratinada: A Verdadeira Receita Francesa

Esfriou em SP. Mesmo já estando na primavera, a temperatura está incrivelmente baixa para essa época do ano e este friozinho dá aquela vontade de comer alguma coisa quente, que esquente a alma.

+ Encanto Natural: um bom lugar para tomar café da manhã com as crianças +

Fui ver o que tinha na geladeira e encontrei umas cebolas lindas dando sopa. Na hora lembrei do período que morei na França e das incontáveis vezes que comi a Soupe a l’oignon, ou sopa de cebola, um clássico francês que pode ser encontrado em qualquer restaurante, do mais simples ao mais sofisticado.

A sopa, feita com cebolas bem caramelizadas, já é uma delícia por si só, mas fica ainda mais gostosa quando é adicionado pão e queijo emental para gratinar. O tipo de coisa que eu estava precisando hoje.

Lembrava bem basicamente como era a feita a sopa, já que a fizemos durante uma das aulas de cozinha francesa, mas fui procurar uma receita originalmente francesa para fazer a versão mais fiel possível das que eu comia em Lyon.

Aí encontrei um livro delicioso de uns dos chefs que deu aula pra mim, Jean Philippon. Ele escreveu o livro Food and Fables, que ensina receitas clássicas francesas enquanto apresenta fábulas e histórias ligadas a cada prato.

Neste livro descobri que a sopa de cebola é um prato comum em festas de casamento na França, especialmente no dia seguinte. O livro conta que a Soupe a l’oignon é o prato perfeito para começar um dia difícil, o primeiro dia de casamento, depois de ter dormido pouco ou quase nada.

Eu nunca tentei tomar essa sopa depois de uma noite em claro, mas me parece que funciona bem para dar vigor ao dia, por seu sabor intenso e inconfundível. Deve ser boa também para aqueles dias que você acorda de ressaca.

Essa receita é a mais clássica possível, logo o sabor fica realmente bem parecido com as servidas na França. Ela é facílima de fazer e só demanda um pouco de paciência para dourar as cebolas. Mas garanto que o resultado compensa.

+ Onde comer em Paris? Clique aqui para descobrir +

Sopa de Cebola Gratinada ou Soupe a l’oignon
(Dá para quatro pessoas)

sopa de cebola gratinada

Ingredientes:

– 500g de cebola
– 1 xícara de chá de vinho branco
– 2 colheres de sopa de manteiga
– 1 ramo pequeno de tomilho
– 1 folha de louro
– 1 litro de fundo de frango ou de legumes (prefira usar o caseiro, natural)
– 1 pão francês
– 200g de queijo emental
– Sal a gosto

Modo de Preparo:

Corte as cebolas em fatias bem fininhas. Em uma panela grande, derreta a manteiga até ela obter uma coloração dourada, quase marrom, tomando cuidado para não passar do ponto e queimar. O ponto certo é quando a manteiga estiver com um delicioso cheio amendoado.

Adicione então as cebolas e evite mexer logo de cara. A intenção é que as cebolas fiquem bem caramelizadas, com uma cor marrom escura, porém sem queimar. Quando elas começarem a mudar de cor, aí você pode mexer de vez em quando para que elas não queimem. Todo esse processo deve ser feito no fogo bem baixo e leva cerca de 30 minutos. Caso a cebola comece a queimar, coloque um pouco do vinho branco e solte bem o queimadinho do fundo da panela.

sopa de cebola gratinada francesa
Ela tem que ficar com este tom de marrom bem escuro

 

Quando as cebolas estiverem bem escuras, coloque o vinho branco, as ervas e o fundo de frango. Caso você não tenha fundo de frango caseiro, prefira usar água do que caldos industrializados.

Leve a sopa à fervura e em seguida, abaixe o fogo. Deixe cozinhar lentamente por 15 minutos. Tempere com sal.

sopa de cebola gratinada receita
Pronta para ir ao forno com pão e queijo emental

 

Quando a sopa estiver pronta, coloque em um bowl ou panelinha individual que possa ir ao forno. Corte o pão em rodelas grossas e coloque em cima da sopa. Por cima de tudo, coloque o queijo emental ralado grosseiramente.

Leve ao forno a 230°C por cerca de 15 minutos, ou até o queijo derreter e obter uma coloração dourada. Caso você tenha um maçarico, use-o para deixar o queijo bem dourado.

Retire do forno e sirva imediatamente.

Uma boa harmonização para esta sopa são os vinhos secos da uva Gewürztraminer, especialmente os da Alsácia.

+ Aprenda a fazer Crème Brûlée, outro clássico francês +

A previsão do tempo diz que continuará frio em São Paulo nos próximos dias. É uma boa desculpa pra fazer essa sopa!

Quando fizer essa receita, tire umas fotos e marque a hashtag #MagaliViajante. Você pode aparecer no Instagram do Magali!

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o Facebook, Instagram,Twitter,YouTube e até Snapchat. Segue lá!

2 comments

  • Adoro essa sopa, faço a versão do Anthony Bourdain, tenho o livro da cozinha dos Les Halles.
    A princípio achei a proposta um pouco fora do comum mas quando fiz, especialmente por ter gratinado, ficou delicioso.
    Vou tentar a sua receita.
    Obrigado

    • Oi Guilherme,

      Essa sopa é uma delícia mesmo!
      Espero que goste da receita que eu postei.

      Valeu pela visita!

      Grande abraço

Comments are closed.