São Paulo Tap House: Bons Chopes na Vila Madalena

Semana passada fomos convidados para um evento no São Paulo Tap House, na Vila Madalena.
Ainda não conhecíamos a casa mas gostamos tanto de lá que resolvemos ficar depois do evento para testar e contar a experiência pra vocês.

Quem acompanha o blog sabe que eu não sou uma super frequentadora da Vila Madalena.
Pra falar a verdade, eu acho o bairro incrível e sempre me surpreendo positivamente quando vou lá, mas tenho preguiça dos bares abarrotados de gente e da pegação que rola por lá aos finais de semana (sim, eu estou ficando velha!).

Mas é certo que eu preciso dar mais chances para o bairro e visitá-lo mais, já que lá tem lugares incríveis como o Empório Sagarana, para boas cachaças e o São Paulo Tap House, para tomar bons chopes.

Logo, fiquei muito feliz em ter recebido o convite do evento (valeu, Bar do Celso) e ainda mais feliz por terem escolhido um lugar tão legal.
P.S: Foi o evento de lançamento da cervejaria Guerrilha, daqui umas duas semanas falo mais sobre a cerveja aqui.

guerrilha
As cervejas da Guerrilha que provei. Em breve eu falo sobre elas aqui no blog.

 

Logo que chegamos, já tivemos uma boa impressão do São Paulo Tap House.
O bar tem um ambiente limpo e agradável, com uma varanda na frente e dois pisos internos.

spth são paulo tap house
O ambiente do São Paulo Tap House

É um dos primeiros bares de cerveja que eu vou que não é só a cerveja que importa, como também o ambiente e a experiência do cliente.

são paulo tap house
Olha que demais essa parede, cheia de cartazes e lambe-lambes relacionados ao mundo da cerveja

 

As torneiras de chope são um espetáculo à parte. São 40 torneiras só com chopes brasileiros e com preços bastante razoáveis.

são paulo tap house
40 opções de chopes pra você!

 

Depois que o evento da Guerrilha acabou, fomos para uma mesa separada e pedimos o cardápio. Duas coisas chamaram a minha atenção logo que recebi o cardápio: as degustações de chope e a variedade de comidinhas.

Hoje a casa trabalha com quatro degustações diferentes de chope, sendo que apenas na Iniciante as opções são fixas.
Nas demais, Desbravador, O Caminho das IPAs e O Lado Negro, as opções mudam diariamente, mas em todas são servidos quatro chopes.

Decidimos começar pela Degustação Desbravador, que apresenta chopes sazonais, exóticos e experimentais. Quatro copos de 150 ml de chopes diferentes custam R$ 35 nesta opção.

Os chopes do dia eram Bodebrown Saison Apricot Tonight, Perro Libre Sorachi Berliner, Cervejaria Heroica SuperSonic Sour Tonic e Juan Caloto Michelada Bill.

são paulo tap house
Degustação desbravador: que cervejas, senhores!

 

O que eu posso dizer, após ter provado os quatro chopes, é que a seleção dos caras foi muito bem feita e todos eram ótimos.
O que eu mais gostei foi o da Bodebrown. O chope é uma delícia, com muito damasco no nariz, na boca, muita doçura, muito aromática e delicada. Atualmente, as minhas duas cervejas nacionais preferidas são essa e a Zapp Wheat Wine, da ZalaZ.

Também gostei bastante da Perro Libre, com um fundo salgada, excelente.

A Heroica é uma boa pedida para quem está começando a tomar sours, já que ela não é uma pancada de acidez. Uma sour gostosa e muito fácil de beber.

A Juan Caloto também estava ótima, com aroma e sabor bem verde, provavelmente a mais diferente das quatro.

Durante a bebedeira, nossos olhos se voltavam frequentemente para os garçons, que traziam hambúrgueres e outros petiscos de ótima aparência e aroma. A barriga logo começou a roncar…

são paulo tap house
Parte do cardápio, cheio de opções de comidinhas gostosas

 

Resolvemos então pedir algo pra comer. E como hambúrguer sempre tem um lugar especial no nosso coração, escolhemos o Hambúrguer Canastrão, hambúrguer artesanal de 180g com queijo Serra da Canastra meia cura, bacon, tomate, mini rúcula e cebola roxa no pão especial (R$ 30).

Pedimos também uma porção de batata rústica para acompanhar o lanche (R$ 7).

O burger chegou mas a batata não. Foi preciso pedir para dois atendentes diferentes até recebermos a batata. Demorou, mas valeu a pena.

Começando pelo burger, ele é bem apresentado e tem um bom tamanho. O cheiro delicioso entrega que ele é feito na grelha, possivelmente de carvão.
O pão, uma espécie de pão francês é ótimo. Traz crocância e sabor e é uma ótima alternativa aos pães de hambúrguer sem graça que vemos por aí. Ele só era um pouquinho grande para o resto dos ingredientes (ou será que todo o resto deveria acompanhar o tamanho do pão?). Não sei exatamente, mas a proporção poderia ser um pouco melhor.

canastrão
Burger Canastrão: surpreendentemente bom

 

O burger estava excelente. Bastante gosto de carne, suculento, servido no ponto certo e com sal na medida.

Todos os outros ingredientes estavam bons também, mas achamos mesmo que faltou salada. A mini rúcula era mini mesmo e quase precisava de uma lupa para ser encontrada.

Fora isso, um belo burger que vale a pena ser provado. Quem diria que eu encontraria um grande burger em um bar de… cervejas!

A batata rústica foi outro acerto da casa. Servida em um daqueles copos de bar da Nadir Figueiredo, a quantidade era ótima por ser um acompanhamento e também pelo preço.
A batata demorou, mas estava uma delícia. Quentinha, gordinha e com casca, é daquelas que tem o interior bem macio, quase cremoso. Demais!

batata rústica
Batata rústica deliciosa: um dos acertos da casa

 

A degustação de chopes acabou e gostamos tanto do Bodebrown Apricot Tonight que decidimos pedir mais um. O que é bem legal é que a casa possui várias opções de chope em dobro às terças e domingos e o nosso escolhido era uma delas.
Pagamos o preço do pequeno (R$ 13, 150 ml) e levamos o grande (R$ 24, 330 ml).

Sempre há pelo menos cinco opções de chopes nesta promoção, então dá pra aproveitar bem.

Falando em preços, eu achei os valores dos chopes bem razoáveis para os padrões das casas de SP.
Os chopes custam entre R$ 7 e R$ 13 no copo pequeno; R$ 13 e R$ 25 no copo grande e R$ 26 e R$ 50 para encher o growler.
Compare com outros bares da cidade e você vai entender os bons preços.

são paulo tap house
Nestas TV, você vê todas as opções de chopes da casa, inclusive os da promoção

 

A comida não segue a mesma linha de preços e é um tiquinho mais cara do que eu esperaria, mas nada de outro mundo também.

Já não tínhamos mais fome, mas ainda assim queríamos provar mais comidinhas.
Pedimos então a porção de Bolinho de Rabada (7 unidades, R$ 32).
Os bolinhos da casa acompanham dois molhos à escolha do cliente, que pode ser alho, bacon, barbecue de rauchbier, brown ale e pimenta. Nós escolhemos o de alho e o barbecue de rauchbier.

bolinho de rabada
Bolinho de rabada do São Paulo Tap House: deu fome aí?

 

O bolinho estava excelente! Fritura sequinha, empanamento crocante e bem feito, massa saborosa e levemente adocicada e rabada desfiada suculenta, com tempero leve, uma delícia.
O tamanho dos bolinhos também era interessante. Bem grandes, a porção serve como uma boa entrada que satisfaz duas pessoas.

bolinho de rabada receita
E agora, a fome apertou?

 

Os molhos escolhidos não eram nada demais, muito suaves, mas pedimos então a pimenta da casa e aí fomos surpreendidos novamente.
Enquanto esperávamos algo parecido com Tabasco chegar à mesa, o atendente trouxe um potinho com uma pimenta sensacional feita lá mesmo.
O molho levemente avinagrado trazia diferentes tipos de pimenta e dentes de alho e deixaram o bolinho ainda mais delicioso.
O Thiago, do jeito que gosta de pimenta, comeu todas as pimentas e deixou só o caldo. Ele gostou mesmo…

são paulo tap house
Ótima pimenta da casa, que não sobrou nadinha pra contar história

 

Ainda queríamos provar mais uma degustação de cervejas, a O Lado Negro, cheia de stouts e cervejas escuras, mas já não dava mais.

Mas não tem problema, certamente voltaremos muitas vezes ao São Paulo Tap House.

Se vale a pena? Muuuuuuuito!

Um dos poucos bares de cerveja da cidade que realmente se preocupa com a comida e com a experiência completa. Só vai!

São Paulo Tap House (http://www.spth.com.br/)
Rua Girassol, 340, Vila Madalena, SP – (11) 3530-6602 – Metrô mais próximo: Vila Madalena (1,4 km)
Terça, das 18h a 0h; quarta a sexta, das 18h à 1h, sábados, das 12h à 1h e domingos, das 12h às 22h30. Neste final de ano, eles só terão mudanças nos horários nos dias 24, 25, 31 e 01. Fora isso, vida normal!
Gastamos cerca de R$ 130, mas comemos e bebemos muito. Foi justo!

 

Quais são os seus bares de cerveja preferidos em SP? Deixe suas dicas na caixa de comentários.

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o Facebook, Instagram,Twitter,YouTube e até Snapchat. Segue lá!