Quanto Custa Viajar Para San Diego

Diferentes cidades dos Estados Unidos tem preços diferentes para viajantes. E no post de hoje, seguindo a série que tem feito muito sucesso aqui no blog, vou mostrar o quanto custa viajar para San Diego, uma das cidades mais interessantes do Sul da Califórnia.

Pra quem está pensando em ir para o sul da Califórnia, San Diego pode ser uma boa alternativa para fazer uma viagem de destino único ou para combiná-la com outras cidades da região, como Palm Springs, Los Angeles e Orange County, que foi o que eu fiz.
Se você tiver mais tempo disponível (eu só tinha 10 dias e não queria ficar dentro do carro o tempo todo), dá pra ir até Las Vegas ou ainda dar uma passadinha no México, que faz fronteira com San Diego.

Se você quiser ler sobre os custos de viagem para Palm Springs, é só clicar neste link, com o post da semana passada.

Nesse link, além das informações específicas de Palm Springs, você também vai achar dados comuns a Palm e a San Diego (e a outras cidades americanas também), como custos de visto, passagem aérea, seguro viagem, internet e transporte.

+ Descubra como ter internet à vontade na sua viagem, sem ir à falência por isso +
Logo, neste post, focarei em hospedagem, alimentação e atrações em San Diego. Você pode ler sobre os outros temas no post passado e se pintar alguma dúvida, é só deixar um comentário neste post que eu te ajudo.

Antes de começar a falar efetivamente dos custos, é bom saber que San Diego é uma cidade incrível, com vibe jovem, lindas praias, comida boa, natureza e muito o que fazer ao ar livre. É uma cidade que recebe bem viajantes de todas as idades e pra onde eu certamente quero voltar em um futuro próximo.

Ou seja, se você ainda não pensava em conhecer San Diego, está mais que na hora de colocar a cidade na sua lista de prioridades.

Mas agora, falemos de custos.

Transporte

quanto custa viajar para san diego
Viu alguma comida interessante? Compra e come dentro do carro mesmo

 

Como uma cidade grande e cheia de atrações que ficam longe, a melhor opção para San Diego também é alugar um carro.
Os custos para isso estão descritos no post que indiquei acima, de Palm Springs, mas queria fazer apenas um adendo sobre estacionamento na cidade.

San Diego é uma cidade muito fácil de navegar e na maioria das ruas, mesmo perto de pontos turísticos, é bem tranquilo para estacionar.
Há vagas disponíveis e você paga por hora no sistema de parquímetro.
A boa notícia é que não é nada complicado operar o parquímetro e você não precisa ter moedinhas trocadas pra isso. A maioria dos parquímetros de San Diego aceitam cartão de crédito, então basta estacionar, selecionar o tempo que você vai ficar parado lá e pagar com o seu cartão internacional.

A boa notícia é que o valor da tarifa não é alto. Para estacionar no centro financeiro de San Diego, uma das regiões mais caras da cidade, nós pagamos US$ 1,25 a hora, ou seja, cerca de R$ 4.
Mesmo convertendo, sai mais barato do que a hora do Zona Azul em São Paulo.

Além do centro, estacionamos o carro em parquímetros do Gaslamp Quarter, de Little Italy e em frente ao monumento Inconditional Surrender. Todos eles tem um preço bastante justo e custam de US$ 1 a US$ 2, a hora (R$ 3,20 a 6,40).

É bom lembrar também que o Uber funciona super bem na cidade e é uma ótima opção para deixar o carro no hotel e provar as ótimas cervejas da cidade.

 

Hospedagem

quanto custa viajar para san diego
A vista que eu tinha deitada na cama do Grande Colonial La Jolla

 

Reserve aqui o seu hotel em San Diego pelo Booking.

San Diego é uma cidade muito grande. Ela é, na verdade, a segunda maior cidade da Califórnia, perdendo apenas para Los Angeles.

Isso significa que existem diversos locais, tipos e preços de hospedagem na cidade.
Se o seu objetivo for ficar somente no centro, conhecendo a parte urbana de San Diego, eu sugeriria que você se hospedasse perto do Gaslamp Quarter ou de Little Italy. Mas, é claro, pela localização e por serem áreas bastante procuradas pelos turistas, o preço da hospedagem aqui é mais alto.

Se você quiser ficar perto da praia e escolher se hospedar em La Jolla, por exemplo, prepare-se para gastar um bom dinheiro com hospedagem. A praia é considerada uma das regiões mais luxuosas de San Diego e isso tem seu preço.
Apesar do custo alto, La Jolla é incrível e eu acho que vale a pena ficar por lá, mesmo que sejam por poucos dias.

Em La Jolla, eu me hospedei no The Grande Colonial, um hotel quatro estrelas com nota 8,6 no Booking.
Para viajar na mesma época que eu fui, em outubro, a diária para o casal sai por R$ 755.
Porém, em qualquer data, os preços do Grande Colonial La Jolla variam entre US$ 211 (R$ 655) e US$ 549 (R$ 1700), a diária para casal.

Reserve a sua estadia no The Grande Colonial La Jolla pelo Booking.

+ Veja como é se hospedar no Grande Colonial La Jolla +

No outro extremo, se você estiver economizando bastante, dá pra ficar em um hotel bem afastado da cidade, mas que é confortável e tem um bom preço.
Nós passamos uma noite no Best Western Plus Marina Gateway Hotel, um três estrelas com nota 8,6 no Booking. O hotel fica em National City, uma área perto de San Diego que não tem absolutamente nada, mas que fica a uns 15 minutos de carro da cidade, ou seja, fácil e rápido de chegar. Se você está querendo economizar, essa pode ser uma solução.

Nós pagamos US$ 85 (R$ 265) por noite pelo Hotwire, uma plataforma que vende quartos ociosos e só te deixa visualizar qual o hotel depois de concluída a compra e por isso consegue vender a preços melhores.
Hoje, para ir na mesma época que eu fui, o Best Western Plus custa R$ 427 por noite, mas o hotel tem tarifas regulares de US$ 125 (R$ 390) a US$ 154 (R$ 480), dependendo da data e do quarto escolhido.

É um hotel limpo, com quarto confortável e seguro, mas não é uma opção pra quem quer ficar perto de tudo. Pra mim, funcionou bem por uma noite, e foi o melhor hotel que eu achei por este valor em toda San Diego.

Reserve a sua estadia no Best Western Plus Marina Gateway Hotel aqui. 

Alimentação

quanto custa viajar para san diego
Poke de atum em La Jolla. Peixes e frutos do mar são o forte da região

 

Graças a proximidade com o México, a comida em San Diego tem grande influência do país vizinho e é deliciosa!

Você consegue encontrar de tudo em San Diego, mas o forte da cidade são os pratos da Baja California (de influência mexicana) e de frutos do mar.
Se você focar a sua alimentação nestes dois itens, terá uma chance grande de comer bem e barato.

Listarei alguns preços abaixo para que você entenda o que eu estou falando e faça o seu planejamento de viagem de acordo com o seu gosto – e bolso:

  • Café da manhã para duas pessoas no Richard Walker’s Pancake House em La Jolla: US$ 18  (R$ 56)
  • Um cappuccino + um wrap em uma barraca de rua em La Jolla: US$ 10,50 (R$ 33)
  • Um café + um cappuccino no James Coffee: US$ 16 (R$ 50)
  • Dois tacos no The Taco Stand (uma das melhores taquerias de San Diego): US$ 6,89 (R$ 22)
  • Almoço para duas pessoas no Fish Market El Pescador, sem bebida alcoolica: US$ 37 (R$ 115)
  • Um hambúrguer delicioso no Smash Burgers: US$ 5,50 (R$ 18)
  • Um sanduíche de frango maravilhoso no The Crack Shack: US$ 13 (R$ 41)
  • Um hambúrguer + batata frita no Hodad’s: US$ 10 (R$ 32)
  • Jantar para duas pessoas no The Crab Hut, com uma cerveja: US$ 31 (R$ 97)
  • Jantar para duas pessoas no Leña Craft Mexican, um bom restaurante mexicano de La Jolla, com um prato principal, dois tacos, dois acompanhamentos e duas bebidas alcoolicas: US$ 73 (R$ 227)

Lembrando que os preços descritos aqui já incluem as taxas e gorjetas.

 

Atrações

quanto custa viajar para san diego
Balboa Park, uma das atrações imperdíveis de San Diego

 

Em San Diego, muitas atrações incluem ir à praia, passear a beira mar, ver coisas ao ar livre. E isso é ótimo para quem quer economizar, visto que todas essas atrações são gratuitas. Mas a cidade também conta com várias atrações interessantes que são pagas. Confira aqui:

+ Assista o vídeo sobre o que fazer em La Jolla +

  • Ver a famosa estátuta do Inconditional Surrender: gratuito
  • Visitar o Cabrillo National Monument: a entrada no parque custa US$ 10 (R$ 32) por carro e pode ser utilizada quantas vezes você quiser em até 7 dias consecutivos
  • Visitar o Balboa Park: entrada gratuita. Alguns museus dentro do parque cobram a entrada, mas há diversas coisas gratuitas para se fazer por lá. Vale a visita, o parque é incrível
  • Fazer o tour de cerveja da Scavengers: US$ 89 a US$ 125 por pessoa (R$ 277 a R$ 390), dependendo das datas e das cervejarias visitadas. Não é barato, mas vale muito a pena, pois é o tour mais legal que eu fiz na minha vida.

+ Veja como é o tour de cervejas da Scavengers +

 

Dá pra viajar pra San Diego (e pra muitos outros lugares no mundo) gastando muito ou pouco e ainda assim, se divertir muito, basta planejar direito e te garanto que você se apaixonará pela cidade.

Lembre-se que os valores apresentados neste post estão atualizados para o dia de hoje, em março de 2017, mas podem sofrer ajustes e mudanças a qualquer momento, sem aviso prévio.

Precisa de ajuda pra organizar a sua viagem para San Diego? Fique de olho no blog que tem um monte de coisa legal sobre a cidade, ou deixe o seu comentário aqui embaixo.

Semana que vem, falarei um pouco sobre opções de comida na região de Orange County (sim, o lugar onde supostamente se passava a série The O.C.). Fique de olho!

Reserve o seu hotel em San Diego por esse link do Booking. Você não paga nada a mais pela reserva e o Magali Viajante ganha uma pequena comissão, o que nos ajuda a continuar trazendo informações de viagens para você!

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o Facebook, Instagram,Twitter,YouTube e até Snapchat. Segue lá!

Submit a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *