Quanto Custa Viajar Para Palm Springs?

Quanto custa viajar para Palm Springs?
Essa é uma dúvida bastante recorrente pra quem está programando ir para a cidade, que por ser um destino muito procurado por ricos e famosos, tem fama de ser uma das mais caras do sul da Califórnia.
Mas eu já te adianto: ela não é tão cara assim, mas também está longe de ser bem barata. Mesmo assim, a cidade é acessível para trabalhadores assalariados como eu e você, basta um pouco de planejamento.

+ Cupcake de Ovomaltine e café pra comer quando der vontade +

Falando um pouco dos atrativos, Palm Springs é incrível, uma cidade que parece cenográfica de tão linda.
Se você estiver planejando uma viagem ao sul da Califórnia, eu não deixaria de considerar a cidade, um bom ponto de parada entre Los Angeles e San Diego, por exemplo.

Aqui no Magali você já encontra algumas informações sobre Palm, como onde se hospedar e o que fazer por lá, mas fique de olho que em breve terão novos posts no ar sobre a cidade.

Agora que você já viu os posts antigos sobre Palm Springs, confira os custos dessa viagem e comece a fazer as contas.

Ah! Só lembrando que estivemos na cidade em outubro de 2016, mas os valores deste post estão atualizados para hoje, março de 2017, podendo mudar a qualquer momento, sem aviso prévio.

Visto

Se você já tem um visto americano válido, ótimo! Se você precisar tirar o documento pela primeira vez ou renovar o seu visto, vai ter que fazer todo o processo via Consulado e mesmo que já tenha tido o visto antes, terá que passar pela cansativa entrevista. São as novas regras do Trump, não tem como escapar.
De qualquer forma, a taxa do visto americano de turismo atualmente é de US$ 160 (R$ 500 no câmbio de hoje) e ele tem validade de 10 anos.

Sempre vale lembrar que você pode deixar o seu visto americano em dia mesmo se não tiver nenhuma viagem marcada. É o tipo de documento que eu prefiro ter atualizado, pois nunca se sabe quando vai pintar uma viagem para os Estados Unidos e o processo, que é meio demorado, pode atrasar seus planos. Como sempre digo aqui, comece com antecedência. Ah! E não conte com o ovo dentro da galinha: sempre há a chance do seu visto ser negado, por isso não compre passagens e reserve tudo antes de ter o visto em mãos!

+ Veja como tirar o visto canadense e quanto custa viajar para Toronto +

Passagem aérea

palm springs
Espaço para esticar as pernas em um dos voos em classe executiva

 

A boa notícia é que sempre tem ofertas excelentes de passagens aéreas para os Estados Unidos.
Palm Springs conta com um aeroporto, mas o mais comum – e mais barato também – é voar até Los Angeles e de lá dirigir até a cidade. A viagem leva cerca de duas horas e a estrada é ótima.

Os preços das passagens variam muito, mas se você ficar de olho em sites como o Melhores Destinos e os das companhias aéreas, pode conseguir alguma promoção muito boa.
Se tiver flexibilidade nas datas, melhor ainda. Dá pra conseguir verdadeiras barbadas caso você possa viajar em dias e horários alternativos.

Quando eu estava procurando passagens para Los Angeles, eu entrava no Melhores Destinos e em outros diversos sites de busca de passagens todos os dias. Era quase um ritual, eu acordava e já via as ofertas do dia.

E em um desses dias, depois de uns dois meses de busca, encontrei a passagem perfeita pra mim. Quem deu a dica foi o Melhores Destinos e compramos GRU-LAX ida e volta, em classe executiva, por R$ 2170 (reais, isso mesmo), com todas as taxas incluídas, pela Avianca.

Tá certo que a viagem foi longa e que tivemos que fazer duas escalas na ida e duas na volta para chegar em Los Angeles, mas como não tínhamos pressa, valeu muito. Aproveitamos para conhecer diferentes configurações da classe executiva da Avianca bem como salas VIP em cinco aeroportos diferentes.

2170 reais normalmente é o preço de uma passagem para os Estados Unidos em classe econômica, certo?
Como eu consegui pagar esse valor em classe executiva? Pesquisando, procurando muito, tendo paciência e fechando na hora.
Não adianta nada você ver uma oferta dessa e ir depois pensar se irá comprar, pois essas coisas esgotam em minutos. Então, caso você se depare com uma passagem super barata para o destino que quer ir, nem pense muito, compre logo.

Para entendimento de prazos, eu comprei essa passagem em março para voar em outubro.
Considerando as mesmas datas da viagem, hoje uma passagem para Los Angeles pelo Decolar.com está saindo cerca de R$ 2700 com todas as taxas inclusas, sem nenhuma promoção, em classe econômica, com uma escala na ida e três na volta.

Se eu mudo a classe dessa voo para executiva, a passagem por pessoa sobe para R$ 6300!

Por que eu estou falando tudo isso?

Pra te mostrar a importância de pesquisar e ter paciência na hora de comprar passagens aéreas. Não é difícil e nem precisa de um talento especial para conseguir e você pode ter uma bela recompensa!

+ A passagem para o Havaí tá muito cara? Veja uma dica aqui para realizar o seu sonho de conhecer a ilha +

Seguro Viagem

palm springs
Desce daí, menino!

 

Não quero parecer um disco quebrado, mas vou falar de novo sobre a importância de ter um seguro viagem.
Além de ser obrigatório para entrar nos Estados Unidos, você ainda pode se livrar de gastos astronômicos com hospital caso tenha algum problema de saúde por lá.

“Ah, mas eu já viajei trocentas vezes com seguro e nunca aconteceu nada, acho que vou arriscar!”
Sabe aquela história que *hit happens all the time? É super verdade! A chance de dar problema quando você estiver sem seguro é alta. Sabe por quê? É a famosa Lei de Murphy: se algo pode dar errado, dará!

Para um bom viajante, nem precisa explicar. Ter um seguro de viagem é tão importante quanto ter a passagem e o visto. Tem duas formas diferentes de fazer um seguro para a sua viagem:

  1. Dependendo da categoria do seu cartão de crédito, você pode ter direito a um seguro viagem gratuito por ele. Verifique as condições e peça o certificado antes de viajar.
  2. Contratando o seguro de uma empresa especializada. Para uma viagem de 10 dias para os Estados Unidos você pagará entre R$ 250 e R$ 300 para uma pessoa de até 70 anos que não esteja gestante. É muito barato pensando no custo de uma internação em qualquer hospital, certo?

Não pense, contrate!

 

Internet

palm springs
No voo não podia usar a Internet, mas foi só descer do avião para postar várias histórias com o chip da Easy SIM 4U

 

Apesar da maioria dos hotéis, cafés e restaurantes dos Estados Unidos terem wifi liberado, como você vai usar o Waze para ir do aeroporto de Los Angeles até Palm Springs?
Como vai fazer vários Snaps e Insta Stories e deixar os seus amigos que ficaram aqui morrendo de inveja?
Como vai atualizar as suas mídias sociais e falar com os amigos e família pelo Whatsapp?
Ou ainda, como vai responder emails importantes durante a viagem?

Se você pensou em habilitar um plano pela sua operadora aqui do Brasil, eu tenho uma ideia melhor.
A EASY SIM 4U é uma empresa que vende chips habilitados para usar nos Estados Unidos ou em qualquer lugar do mundo durante o período específico de sua viagem por um preço bem bacana!

Para 10 dias de dados e ligações locais ilimitadas, você vai pagar US$ 50, cerca de R$ 155 na cotação de hoje.
E isso para ter um chip entregue na sua casa e usar um serviço sem burocracia nenhuma. É só colocar o chip (que vem em três formatos, funciona em qualquer celular) no seu aparelho quando chegar nos Estados Unidos, ligar e pronto, você já está conectado durante toda a sua viagem.

Eu usei o serviço quando estive no sul da Califórnia e gostei muito. Veja aqui como contratar.

Além disso, se você comprar o seu chip por esse link, eu recebo uma pequena comissão sobre o serviço e você não paga nada a mais por isso. É uma forma de ajudar o blog a se manter atualizado e cheio de novidades para vocês!

 

Transporte

palm springs
O nosso Nissan Rogue alugado: vontade de trazer para o Brasil

 

A melhor opção para quem vai a Palm Springs (ou ainda outras cidades do sul da Califórnia) é definitivamente, alugar um carro.
Isso facilitará o seu trajeto de Los Angeles até a cidade e ainda te dará mais opções de passeios por lá.
O carro é a opção mais fácil – e acredite, a mais barata – para conhecer as diversas atrações que Palm Springs e o seu entorno tem a oferecer, como o Joshua Tree National Park e o passeio pela Falha de San Andreas.

Mesmo que a sua intenção seja ficar somente na cidade de Palm Springs, os passeios da cidade também se tornam muito mais práticos se feitos de carro.
Não há nenhum ônibus ou opção de transporte público para ir ao Palm Springs Aerial Tramway, por exemplo, e pegar um táxi para ir a todas as atrações ou restaurantes pode sair bem caro.

Outro ponto a favor do aluguel de carro em Palm Springs é que é bem fácil de parar na cidade. As ruas paralelas às principais costumam ter vagas em que não é preciso pagar nada para estacionar. Eu parei o carro que aluguei todos os dias na rua, em locais autorizados, e não paguei um centavo por isso.
A cidade também é bastante segura, então você não precisa se preocupar em deixar o carro na rua.

Alugar um carro no aeroporto de Los Angeles, andar à vontade com ele por 7 dias e devolvê-lo em outro aeroporto pode custar muito ou pouco, dependendo da categoria do carro escolhido e do local que você aluga.

Nós alugamos pelo Hotwire, um site que te mostra os melhores preços mas só confirma qual a empresa que alugará o seu carro depois que você fizer o pagamento. Eles conseguem preços mais baratos por utilizarem a capacidade ociosa das empresas e fazerem ofertas de último minuto.

O nosso carro foi alugado pela Alamo. Nós escolhemos um SUV e pagamos US$ 285 (R$ 890) já com todos os seguros inclusos, quilometragem livre, tanque cheio na retirada e a taxa para poder devolver o carro com o tanque vazio.
O legal da Alamo é que eles te dão a liberdade de escolher o carro que quiser dentro da categoria, então dá pra dar uma olhada antes e escolher um em boas condições.
O nosso, um Nissan Rogue, era novinho, tinha baixa quilometragem, estava em ótimas condições e não deu nenhum problema durante a viagem. Adoramos o carro e ele serviu perfeitamente para o que precisávamos.

Além do valor do aluguel do carro, você também precisa considerar o quanto gastará com combustível e pedágio.

Gasolina nos Estados Unidos é bem barato, principalmente comparado com o valor que pagamos aqui no Brasil.
Em sete dias de uso intenso do carro, nós só precisamos abastecer duas vezes e gastamos US$ 73 no total (R$ 227). Pelas nossas contas, rodamos pelo menos 950 quilômetros. Se eu fosse fazer essa mesma distância com o meu carro aqui no Brasil, gastaria no mínimo R$ 390. Ou seja, gasolina lá é barata e os carros são econômicos (mesmo eu tendo alugado um SUV beberrão, se você alugar um carro pequeno, gastará bem menos que isso).

Outra coisa a considerar neste tópico são os pedágios. Nós só pegamos um pedágio na viagem toda, indo de San Diego para Orange County.
O legal é que não havia nenhuma cabine ou cobrança na hora, era só você entrar na internet até 7 dias depois de ter passado pelo pedágio e fazer o pagamento com cartão de crédito.
Como você estará com um carro alugado, nem precisa se preocupar com isso, pois a própria locadora fará a cobrança diretamente do seu cartão.
No nosso caso, esse pedágio que pegamos custou US$ 11, ou R$ 35.

Se mesmo assim você decidir não alugar um carro, há algumas outras formas de se locomover em Palm Springs:

  1. De bicicleta: a cidade é toda plana e dá para explorar o centro facilmente de bicicleta. Alguns hotéis tem bikes para emprestar para os hóspedes e eu tenho certeza de que não é difícil encontrar um lugar que alugue as magrelas pra você.
  2. De ônibus gratuito: Palm Springs tem um ônibus turístico gratuito que liga o centro aos principais hotéis da cidade. Ele se chama BUZZ e funciona de quinta a domingo, das 11h à 01h e passa a cada 15 minutos.
    Nós pegamos o BUZZ diversas vezes para ir do hotel que ficamos até o centro da cidade, principalmente quando queríamos beber algo (lembre-se: se beber, não dirija) e ele funciona super bem.
    Os motoristas são bem educados e simpáticos e gostam de conversar bastante. Eles trabalham por gorjetas, então mesmo sendo um serviço gratuito, é sempre de bom tom deixar 1 ou 2 dólares cada vez que pegar o BUZZ.
palm springs
Eu batendo o maior papo com o motorista do BUZZ

 

Hospedagem

palm springs
O quarto super descolado do The Ace

 

Reserve aqui o seu hotel em Palm Springs pelo Booking.

Tá aí um item que não é barato em Palm Springs: hotel!

A cidade tem uma cultura bastante ligada aos hotéis e parte do divertimento em Palm Springs é passar a tarde curtindo a piscina do seu hotel.
A boa notícia é que há hotéis para todos os bolsos na cidade e dá para encontrar hotéis simples mas muito bem localizados.

Para curtir o sol, a piscina e a vibe de Palm Springs, eu recomendo que você se hospede em um bom hotel, com uma área ao ar livre confortável e um quarto que te permita curtir um pouco a preguiça. Isso faz parte de Palm.

A minha principal recomendação de hotel é o Del Marcos, localizado bem no centro da cidade. É um hotel histórico, super charmoso, com quartos lindos e confortáveis e com uma piscina ótima com happy hour incluído no final da tarde.
Me hospedei lá à convite do hotel e gostei tanto que já não vejo a hora de voltar para o Del Marcos.
Ele é um três estrelas com nota 9,4 no Booking e tem diárias que variam entre R$ 620 e R$ 1300, dependendo do quarto escolhido e da data de entrada. O hotel não aceita crianças e é um ótimo refúgio para casais ou adultos procurando sossego.
Ele não é dos mais caros de Palm e se você conseguir uma tarifa entre R$ 600 e R$ 700, eu considero um ótimo custo benefício.

Reserve a sua estadia no Del Marcos pelo Booking.

Se você quiser um hotel mais moderno, jovem, descolado e exclusivo, a opção é ir para o The Ace.
Bem localizado, um pouquinho mais afastado do centro, o Ace é reduto de cineastas, atores e artistas da Califórnia.
Espere quartos super estilosos e com amenities incríveis, piscina lotada de gente bonita e animada e serviço blasé.
O hotel é ótimo e eu recomendo caso você esteja atrás de animação e de ver e ser visto.
Ele é um quatro estrelas com nota 8,7 no Booking e tem diárias que custam entre R$ 510 a R$ 2100, dependendo do quarto e da data.

Caso você se interesse pelo burburinho do Ace mas não queira desembolsar toda a grana pra ficar no hotel, pode fazer um Day Pass para usar a piscina e as áreas comuns do hotel. Esse passe só é válido para adultos e custa US$ 20 (R$ 63) por dia, de segunda a quinta e US$ 30 (R$ 94), aos sábados e domingos.

Reserve a sua estadia no Ace Hotel pelo Booking.

Essas opções parecem ótimas, mas estão muito caras pra você?
Há também a opção de ficar no Motel 6, a famosa rede americana de hotéis budget que oferece preços baixos e quartos simples, porém menos limpos do que o ideal.
Se você não se incomoda em ficar em um hotel beeeeeeeeem simples, com cara de beira de estrada, o Motel 6 pode ser uma boa opção, ainda mais por sua localização em Palm Springs.
O Motel 6 East fica ao lado do The Ace e pode servir caso você queira passar o dia inteiro na piscina do vizinho bacanudo e só ir dormir no seu muquifinho.
Ele é um 2 estrelas com nota 7,4 no Booking e custa entre R$ 250 e R$ 350 a diária.

Reserve a sua estadia no Motel 6 East pelo Booking.

Essas são apenas três opções de hotel em Palm Springs, mas há várias outras a se considerar. Aí é só calcular o que cabe no seu bolso, de acordo com o seu perfil.

 

Alimentação

palm springs
Ótimo fish taco do Shanghai Red

 

Como eu sempre digo, dá pra comer quase que com qualquer orçamento.
Com pouco dinheiro, recorre-se a lanches, comida de supermercado ou fast food, com muita grana, é só ir em restaurantes estrelados. E em Palm Springs não é diferente!

A cidade não é exatamente um pólo gastronômico, mas pesquisando, dá pra comer bem por lá. Alguns preços para você calcular os seus gastos:

  • Sanduíche delicioso no The Sandwich Spot: US$ 9,25 (R$ 29). É enorme e funciona como almoço leve para duas pessoas que não comam muito
  • Jantar para duas pessoas, com cerveja, no Woody’s Burgers: US$ 48 (R$ 150). Eu não recomendo esse lugar pois tem ambiente decadente, atendimento péssimo e comida ruim. É só para vocês terem um ideia de valor mesmo
  • Café da manhã para duas pessoas no Koffi, com um sanduíche e uma bebida por pessoa: US$ 19 (R$ 60)
  • Jantar para duas pessoas, com bebidas, no Shanghai Red: US$ 51 (R$ 160)
  • Dois combos no In’n’Out perto de Palm: US$ 8 (R$ 25)
  • Um milkshake no Great Shakes: US$ 5 (R$ 16)
  • Dois lanches + uma batata + uma bebida no Five Guys perto de Palm: US$ 12,60 (R$ 40)

É, realmente comer em Palm Springs não é muito barato, mas dá pra sobreviver, é só fazer um bom equilíbrio entre cafés da manhã e almoços baratos + um jantar caro.
Porque eu sou a favor de economizar, mas também há de se comer bem, certo?

+ Comer no Japão é caro? Eu te provo neste post que não é não +

Atrações

palm springs
Foto panorâmica do Coachella Valley, tirada de dentro do Joshua Tree Park

 

Tá aí outro gasto que você precisar incluir em qualquer planilha de viagem, as atrações.
Se você for passar o dia na piscina do hotel só relaxando e exercitando o ócio criativo, não vai precisar pagar mais nada por isso, mas eu sugiro que você vá conhecer algumas atrações bem legais próximas de Palm, a seguir:

  • Palm Springs Aerial Tramway: o bondinho sobe mais de 2500 metros de altura e lá em cima, além da vista, você encontra o Mount San Jacinto State Park, um parque estadual maravilhoso, que vale a visita para os amantes de natureza.
    Os ingressos para o bondinho custam US$ 25,95 por adulto (R$ 80). Não é barato, mas vale a pena!
  • Joshua Tree Park: o parque nacional está a 60 quilômetros de distância de Palm Springs e certamente vale o deslocamento. Dá para explorar o parque em uma tarde ou uma semana, dependendo do seu interesse, mas a vista do Coachella Valley deve fazer parte de qualquer roteiro.
    A entrada ao parque custa US$ 20 por carro (R$ 63), independentemente do número de pessoas dentro do veículo e é válida por uma semana.
  • Ir em um karaokê e ver as pessoas soltando a voz (e passar vergonha também): é um passeio divertido, bem típico de Palm Springs e com custo zero.
    A maioria dos bares de karaokê do centro não cobram entrada nem consumação mínima e você só vai pagar as cervejas que beber pra esquecer o vexame
  • Tour pela Falha de San Andreas: este passeio é demais e conta um pouco da história e da geologia da região. Mesmo quem não entende nada do assunto vai gostar. Custa US$ 135 por pessoa (R$ 422)

 

A conclusão é: Palm Springs está longe de ser o destino americano mais barato, mas dá pra passar uns dias na cidade sim.
Seja pra descansar ou pra fazer bagunça, você vai voltar encantado com o visual da cidade!

 

Tem dúvidas de como montar o seu roteiro para Palm Springs? Deixe o seu comentário aqui embaixo que eu te ajudo!

Semana que vem continuamos a série de posts sobre custos de viagem, dessa vez para San Diego. Fique de olho!

Reserve o seu hotel em Palm Springs por esse link do Booking. Você não paga nada a mais pela reserva e o Magali Viajante ganha uma pequena comissão, o que nos ajuda a continuar trazendo informações de viagens para você!

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o Facebook, Instagram,Twitter,YouTube e até Snapchat. Segue lá!