Por Que Você Deveria Conhecer o Carburadores

Bastou começar a história de comida de rua e food trucks aqui no Brasil pra todo mundo de repente se tornar especialista em hambúrguer ou churrasco. Parece que uma varinha mágica transformou engenheiros, contadores, bancários, publicitários e gente de todas as profissões em cozinheiros.
Entenda, não tenho nada contra tentar uma nova profissão, eu mesma já mudei de carreira mais de uma vez, mas o que as pessoas não entendem é que cozinheiro é uma profissão em que é necessário estudo, teoria e muita, mas muita prática.

Aí a gente viveu a explosão dos food trucks. Toda esquina da cidade tinha um. Uns muito bons, mas muita coisa ruim…
Todo mercado novo e atraente é assim, um monte de gente quer entrar, mas com o tempo as coisas vão se refinando. E food truck e comida de rua viraram carne de pescoço. Tem gente que nem quer mais tentar conhecer, torce o nariz só de ouvir o termo “comida de rua”.

+ Veja a minha opinião sobre o Butantan Food Park logo que ele abriu + 

E apesar dele estar sendo usado de maneira meio torta, o conceito de comida de rua é legal pra caramba. Você deveria dar uma chance.

E se quiser conhecer uma comida de rua boa, bem feita de verdade, por cozinheiros que entendem de comida e do business, tem que ir no Carburadores.

O casal Alexandre Galindo e Érika Onomura trabalharam em restaurantes um tempão, até abrirem o seu próprio espaço, o Santa Pépa, que fica dentro de um condomínio fechado lá na Zona Leste (mas se você quiser conhecer, não tem problema, é só mandar um recado para os caras dizendo quando quer ir que eles liberam a sua entrada). Eu ainda estou devendo uma visita lá, mas a julgar pelo o que vi no Carburadores a coisa deve ser boa mesmo.

Imagine a cena: segunda feira à noite, você cansadão, chateado depois de um dia de trabalho difícil, começando mais uma dieta e morto depois de se matar na academia pra tentar ser um pouquinho mais saudável. E aí surge o convite: “Fiquei sabendo de uns caras que são especialistas em churrasco e defumação que vão fazer um rango completo por 30 reais lá no Comedoria Gonzales, bora?” Não tive como recusar.

+ Prove o ceviche da Comedoria Gonzales + 

Fomos para a Comedoria Gonzales, que já é um lugar que eu gosto muito e que fica dentro do Mercado de Pinheiros. O legal é que eles fizeram esse evento à noite, quando o mercado já está fechado. Foi uma experiência bem diferente entrar no mercado com todas as barracas fechadas, um som rolando e uma galera animada pra comer churrasco em plena segunda feira.

30 reais por entrada, prato e sobremesa. Comida de rua, sem fru fru, sem firulas. Bora!

Para começar, os caras serviram Patê de fígado de frango e relish de maxixe, com torradas. Me ganharam!
Eu não gosto muito de fígado de frango e apesar de ser de família nordestina, nunca liguei muito para o maxixe. Mas os caras conseguiram fazer um patê tão gostoso, com tanto sabor e um relish de maxixe tão delicado e curinga para tantas coisas que fiquei boquiaberta já com a entrada.
Gosto quando cozinheiros tem coragem de servir itens considerados menos nobres ou menos pop, mas o interessante é quando além da ousadia, eles conseguem fazer algo realmente bom disso. Por que de nada adianta usar pé de galinha e fazer um treco horrível com ele, não é mesmo?
E foi isso que os Carburadores fizeram com essa entrada. Muito bem pensada e conceituada, onde todos os elementos do prato se complementavam, transformando dois ingredientes não muito usuais (fígado e maxixe) em grandes estrelas.
Depois de provar esse relish de maxixe deles, você vai repensar os relishes que anda comendo por aí.

Carburadores defumando até o osso Brasil
Além de gostoso, uma apresentação super delicada

Começamos bem, mas o principal estava chegando.

Costela de cordeiro assada com crosta de beterraba e castanha do Pará, acompanhada de abóbora  e batata doce no forno.
Aí eu entendi porque o forte dos caras é o churrasco. A costela de cordeiro estava uma das melhores que já comi, certamente melhor do que a da maioria dos restaurantes. Carne tenra, sabor potente, cocção correta, uma belezinha.
De novo, mostraram muita criatividade e conhecimento dos ingredientes com a crosta de beterraba. Sabores terrosos, legumes assados deliciosos e apresentação muito bonita. Não é porque é comida de rua que precisa ser servida de qualquer jeito…

Cordeiro dos Carburadores
Os caras realmente entendem dos paranauê!

E ainda tinha uma sobremesa… o que é sempre uma incógnita pois tem muito lugar que faz uma comida incrível e não consegue preparar uma sobremesa do mesmo nível. Eles serviram uma Torta de Figo e Nozes com creme de baunilha.
Sim, eles conseguiram fazer uma sobremesa tão boa quanto o resto da refeição.
Sabor muito presente do figo e das nozes, com pouco açúcar e o creme de baunilha dando a cremosidade necessária para tornar aquilo tudo uma baita de uma sobremesa.
Sobremesa Carburadores Brasil
Tudo isso por R$ 30. E você ainda vai pagar R$ 25 em uns burgers mal feitos que tem por aí?

Carburadores comida de rua
Olha a minha NF aí, e a prova de que foi barato mesmo.

+ Quer comer um burger bom de verdade? Vá no Monday Night Burger + 

Sabe a minha segunda feira, que estava com cara de segunda feira? Mudou! Comida boa tem esse efeito nas pessoas.

Os Carburadores não tem ponto fixo, vão em vários lugares diferentes, mas sempre combinando comida excelente com boa cerveja.
É só seguir o Facebook deles para ficar por dentro das novidades e saber onde será a próxima parada: https://www.facebook.com/carburadoresp?fref=ts

E aí, ainda vai ficar de mimimi pra comida de rua?

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o Facebook, Instagram,Twitter,YouTube e até Snapchat. Segue lá!

14 comments

Comments are closed.