Padaria do Olivier Anquier em SP: Conheça a Mundo Pão, no Centro

No final de maio foi inaugurada a padaria do Olivier Anquier na Praça da República, em São Paulo, a Mundo Pão do Olivier.

padaria do olivier

+ Veja o que fazer em SP na primeira semana de junho +

Hoje fomos visitar a padaria, que está cheia desde a sua abertura e pelo que eu vi por lá hoje, continuará assim por um bom tempo.

Antes de continuar esse post, quero deixar claro que sei que ainda há alguns ajustes a fazer, já que a padaria foi inaugurada há apenas três dias.

A padaria do Olivier fica bem na saída do metrô República, super fácil para quem está indo para a região de metrô.

+ La Central: outra opção para comer perto do metrô República +

Ela é vistosa pelo lado de fora e tem um ambiente bonito por dentro também. Logo que entramos, achamos o fluxo um pouco confuso e não entendemos como o atendimento é feito. Tem cardápio? Sentamos e alguém vem nos atender? Nós que pegamos os pães? Paga antes?
A fila já chegando na entrada do espaço relativamente pequeno, as mesas todas ocupadas e os atendentes um pouco perdidos não davam nenhuma pista do que eu deveria fazer.

olivier anquier
Ambiente cheio da Padaria do Olivier

 

Perguntei e explico aqui, pra facilitar sua vida. A padaria do Olivier não tem cardápio e nem atendimento nas mesas. Logo ao entrar, você verá uma parede com os displays de pães no lado esquerdo: é só pegar o que quiser, passar na balança para pesar (mesmo produtos que tem preço único precisam ser registrados na balança) e seguir para o caixa para pagar. No caixa você também faz o pedido de bebidas e sanduíches.

Logo que chegamos, encontramos muitas prateleiras vazias e poucos produtos expostos, mas isso não foi um problema, já que durante o tempo que ficamos lá, cerca de uma hora, vimos diversas novas fornadas de pães ficando prontas e produtos diferentes chegando para abastecer as cestas. O único inconveniente é ter que pegar a fila novamente.

Além dos pães, há duas opções de sanduíches, de rosbife bovino ou de porco, sucos prontos, refrigerantes e bebidas da Nespresso. Li em algum lugar que ali também são servidas quiches, mas não encontrei-as nem nas cestas de auto-serviço e nem no caixa.

Os pães, doces e viennoiseries estavam bem bonitos. Para começar, pegamos um Pão P72 de passas (R$ 60 o quilo), um Pain au chocolat (R$ 6,90), um Sanduíche de rosbife suíno (R$ 18) e duas bebidas.

chef olivier anquier
Os pães do Olivier

 

Diferente da “moda” crescente de pães de fermentação natural que anda rolando na cidade, Olivier não produz pães com levain. Os pães de lá são de fermentação lenta feitos com fermento biológico. Aí está a razão do nome do pão P72, que demora 72 horas para ser fermentado.

padaria olivier anquier
Baguete P72

 

Quem decide comer um pão lá mesmo, na hora, recebe um pote de manteiga Aviação para se servir à vontade. Os sanduíches são feitos na hora, na frente do cliente e a ideia da casa é que haja fornadas de diferentes produtos saindo a cada meia hora, para que o cliente sempre pegue o produto fresquinho e no mínimo, morno.

olivier anquier restaurante centro
Pão rústico

 

Depois de vencida a confusa fila do pão e do caixa, conseguimos finalmente começar a comer, mesmo sem ter recebido as bebidas, que também são feitas na hora em uma grande máquina da Nespresso.

padaria olivier anquier
Quem é você na fila do pão?

 

O sanduíche de rosbife, pedimos o suíno, é feito na baguete P72 e servido com o molho da casa.
Ele é bem servido e gostoso, mas nada surpreendente.

padaria olivier anquier
Sanduíche de rosbife do Olivier

 

O pão é muito bom. Realmente não tem a acidez de um pão produzido com levain e tem um sabor bastante neutro, mas tem uma crosta deliciosa e é leve, bem feito. Gostei!
O rosbife também é bom. Feito na casa, é macio e úmido. Só achamos que faltou mais alguma coisa no sanduíche. O molho da casa, com cebola roxa e ervas, não tem um sabor muito pronunciado, assim como o rosbife, assim como o pão. Tudo é bastante neutro. Apesar de gostosinho, achamos que falta gosto e que ficaria bem melhor com mais algum ingrediente dentro.

Enquanto comíamos, vimos novos pães chegando. Fomos pegar mais algumas coisinhas. Enfrentamos a fila mais uma vez e aproveitamos para reclamar das bebidas, que ainda não tinham chegado.

Pedimos um Iced Macchiato (R$ 7,50) e um Capuccino (R$ 6), que chegaram pouco tempo depois do nosso segundo pedido ao caixa. Pena que as bebidas eram sofríveis.

+ Clemente: aí sim tem um bom café +

O Iced Macchiato era uma bebida morna, apesar da palavra “iced” no nome. Uma dose de espresso quente servido com uma imensa espuma de leite fria.

padaria olivier anquier
Iced Macchiato, que de Ice não tem nada

 

O Capuccino também não estava nada demais. Morno, igualzinho um capuccino da Nespresso que você tira em casa e demora pra tomar.

padaria olivier anquier
Capuccino Nespresso servido morno

 

Eu já não gosto de lugares que servem Nespresso. Acho o produto e a máquina adequados para ter em casa ou no escritório, mas em restaurantes e padarias, espero um pouco mais de esmero e cuidado pessoal com o meu café.
Além disso, apesar de ser uma máquina que basta apertar um botão, as bebidas estavam muito mal feitas. Não houve cuidado nenhum com a temperatura de serviço, por exemplo.

Eu sei que eu poderia ter tomado outra coisa, mas quando as outras opções eram um suco pronto de 13 reais ou Coca-Cola, achei que a melhor coisa era tomar um café. Errei, deveria ter ficado na água.

Eu entendo perfeitamente os ajustes necessários de serviço que um lugar precisa passar nas primeiras semanas e relevo os equívocos de tempo de atendimento e fluxo. Mas não deixo passar erros básicos do que é servido, já que a equipe deveria estar treinada antes da abertura, principalmente com uma máquina de fácil operação.

Passada a decepção com as bebidas, fomos para a melhor parte do café da manhã: as viennoiseries, que são uma parte da confeitaria francesa que produz pães mais ricos, feitos com manteiga e folhados. Fazem parte dessa categoria o brioche, o croissant e pain au chocolat, por exemplo.

E foi com esse último que o Olivier mostrou que entende muito e manda muito bem no assunto. O Pain au Chocolat estava delicioso, com a massa bem folhada, rica e com chocolate de ótima qualidade. É algo que definitivamente você tem que provar quando for lá.

padaria olivier anquier
Thiago felizão com o Pain au Chocolat

 

Compramos também dois “Suculentos” (R$ 8,50), que é uma massa folhada redondinha e doce que pode ter vários recheios.
Provamos dois: o de banana com chocolate e o de abacaxi, e gostamos muito dos dois.

padaria olivier anquier
Deliciosos Suculentos de banana com chocolate e de abacaxi

 

Ambos estavam doces na medida certa sem ser enjoativo, bem folhados e com recheio delicioso. O de banana com chocolate foi meu preferido, obviamente. Peguei o de abacaxi por engano, mas me dei bem, pois o doce é ótimo e delicado, com crosta bem crocante. Delicioso!

Cheguei em casa e provei o pão de passas que eu havia comprado. O pão é delicioso, com muitas passas dentro e com uma textura ótima. É tão bom que nem precisa de nada. Dá pra comer puro e ser feliz!

padaria olivier anquier
Pão de passas que eu trouxe pra casa

A única coisa que eu recomendo é tirar o pão da sacola plástica da loja logo que chegar em casa. Eu, chata que sou com cheiros, me incomodei com o cheiro forte do plástico e tirei meu pão correndo de lá pra não ficar com o cheiro.

padaria olivier anquier
Te ofereço este pão, São Paulo!

 

Além de toda a experiência, se você for fã do Olivier, dá pra encontrá-lo lá na Mundo Pão por esses dias. Ele me pareceu super simpático e mesmo estando com o pé quebrado, atendeu super bem todas as pessoas que pediram pra tirar foto com ele, levantando para a foto.

padaria olivier anquier
Olivier atento, orientando sua equipe

 

Ah! E tente provar o croissant, que ouvi dizer que é ótimo, mas não estava disponível durante a minha visita.

É claro que a padaria do Olivier ainda precisa de alguns ajustes, mas o pão é bom e as viennoiseries são ótimas. Não é meu pão e nem minha padaria preferida, então eu provavelmente não sairia de casa pra ir até lá, mas estando na região da República, já sabe onde ir (só evite o café, é claro)!

+ Padaria da Esquina: boa padaria portuguesa nos Jardins +

Mundo Pão do Olivier (https://www.facebook.com/Mundo-Pão-do-Olivier-303599100073906/)
Praça da República, 76/80, República, SP – (11) 3256-1009 – Metrô mais próximo: República (30 m)
Segunda a sexta, das 7h às 20h, sábados e domingos, das 8h30 às 19h.
Gastamos R$ 76,80.

Me conte aqui na caixa de comentários o que você achou da Mundo Pão do Olivier.

Quer conhecer a cena gastronômica paulista? Reserve o seu hotel em São Paulo por esse link do Booking. Você não paga nada a mais pela reserva e o Magali Viajante ganha uma pequena comissão, o que nos ajuda a continuar trazendo informações de viagens para você!

Compre o seu seguro de viagem pela Seguros Promo. Usando o código MAGALIVIAJANTE05 você ganha 5% de desconto na sua reserva.

Tenha internet ilimitada em qualquer lugar do mundo com a Easy Sim 4U.

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o Facebook, Instagram,TwitterYouTube, BlogLovin e Pinterest. Segue lá!

 

2 comments

    • Lari, que delícia ver você aqui!

      Obrigada pelo elogio, vindo de você vale um milhão de vezes mais.

      Beijão

Submit a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *