O Que Fazer Em Santiago: 11 Passeios Na Cidade

Quer saber o que fazer em Santiago?
No post de hoje eu te dou 11 dicas de passeios e atrações na capital chilena, colhidas nas duas vezes em que estive na cidade, em 2010 e em 2017.

+ Faça um bolo de limão siciliano e lavanda que é um luxo só +

Santiago é uma cidade muito querida pelos brasileiros e funciona como destino final ou como porta de entrada para outros destinos chilenos, como o Atacama e o Valle Nevado.

+ O que você precisa saber antes de ir ao Atacama +

Seja para passar um ou vários dias na cidade, atração e coisa para fazer é o que não falta em Santiago.
A lista poderia ser bem maior, mas esses 11 lugares já te darão uma boa visão do que é Santiago e deixarão a sua viagem divertida e muito interessante.

 

1.Sky Costanera

o que fazer em santiago no chile
Santiago aos meus pés, do alto do Sky Costanera

 

O primeiro lugar da lista é também uma das atrações mais novas de Santiago. Aberto em 2015, o Sky Costanera é a torre mais alta da América Latina, com 300 metros de altura e 62 andares e funciona como um mirante para a vista mais bonita que você terá de Santiago.

De lá do alto dá para ver Santiago inteirinha e ter uma visão de tirar o fôlego das Cordilheiras dos Andes – isso, é claro, se o tempo estiver aberto, que não foi o que aconteceu quando eu estive lá.

Procure programar a sua visita ao Sky Costanera em um dia de sol, para ter uma visão limpa e ampla da cidade, ou no final de tarde, para ver um lindo pôr do sol.

Eu gostei muito do passeio e acho que realmente vale a pena.

Veja como é a visita ao Sky Costanera aqui.

 

2. Parque Bicentenário

o que fazer em santiago no inverno
Parque Bicentenario

 

O Parque Bicentenário foi uma atração que eu visitei nas duas vezes em que fui ao Chile. Se em 2010 eu já tinha achado o parque bonito, em 2017 gostei ainda mais.
Ele fica no bairro de Vitacura e tem uma área verde enorme para caminhadas, prática de esportes, brincadeiras com as crianças ou simplesmente para contemplação.
O Bicentenário também tem várias esculturas ao ar livre, o que torna-o um bom espaço para apreciadores de arte.
Além disso, o parque conta também com o Mestizo, considerado um bom restaurante na cidade. Eu não fui e não sei se a comida é boa, mas o restaurante é bem bonito e deve ser bem agradável jantar com a linda vista do parque.

 

3. Centro histórico

o que fazer em santiago
Centro histórico de Santiago

 

Pra quem gosta de história, o centro histórico de Santiago é um prato cheio!
Lá dá pra ver prédios e ruas que foram palco do golpe que depôs Salvador Allende e instituiu a ditadura de Pinochet.

Palacio de la Moneda, Plaza de Armas, Museo de Bellas Artes, Catedral Metropolitana de Santiago… são muitos lugares para visitar no centro. A ideia é bater perna mesmo e percorrer a pé todo o centro histórico para ver lindos edifícios históricos e entender um pouco melhor da história do Chile.

Caso você curta esse tipo de coisa, dá até pra ver a troca da guarda em frente ao Palacio de la Moneda.
É interessante ver o organizado desfile dos carabineros de Chile que são acompanhados pela banda oficial e pelos seus cavalos. Quando eu assisti à troca fazia tanto calor que um dos integrantes do desfile desmaiou. Ele ficou bem, mas foi a maior comoção entre quem estava assistindo.

A troca da guarda acontece durante todo o ano em dias alternados, sempre às 10h em dias de semana e às 11h aos finais de semana e feriados. Confira o calendário oficial da cidade para saber se durante a sua estadia na cidade, a troca acontecerá em dias pares ou ímpares.

 

4. Cerro San Cristóbal

o que fazer em santiago em maio
A vista do Cerro San Cristóbal

 

O Cerro San Cristóbal é um dos cerros (ou morros) de Santiago. Ele fica dentro do Parque Metropolitano de Santiago e além de ser um ótimo lugar para ver Santiago de cima, ele também conta com atrações como o funicular e o teleférico.
Esse último eu não fui, mas uns amigos que foram em 2017 para lá disseram que é um passeio muito legal.

Vale a pena dar uma voltinha no cerro, ficar em meio à natureza, ver Santiago do alto, passear de teleférico e quando descer, ir para a…

 

5. La Chascona

o que fazer em santiago em junho
Casa La Chascona

 

A La Chascona é uma das casas mais famosas de Pablo Neruda e está localizada no bairro Bellavista, bem pertinho da descida do funicular do Cerro San Cristóbal.

La Chascona é uma casa museu e é possível visitá-la para conhecer um pouco mais da história de Neruda, que a construiu para Matilde, um de seus amores da época.
O nome da casa, inspiração também para um de seus poemas, refere-se ao cabelo de Matilde, algo como “A descabelada”, em tradução livre.

A casa foi praticamente destruída após a morte de Neruda, época do golpe militar e foi reconstruída passo a passo por Matilde, um dos grandes amores do poeta.
Hoje, La Chascona é um dos pontos turísticos obrigatórios de Santiago, com um lindo ambiente e uma linda história.

 

6. Patio Bellavista

o que fazer em santiago em 4 dias
Patio Bellavista

 

Ali nas cercanias da La Chascona fica o Patio Bellavista, um shopping a céu aberto que tem muitas opções de compra de artesanato e lugares para comer.

O Patio Bellavista recebe uma mistura de locais e turistas, mas já que você vai estar por ali, é um bom lugar para olhar vitrines e comer uma empanada.
Os preços são um pouco salgados, mas vale uma visita rápida ou aquela parada estratégica para descansar as pernas em um dia cheio de atividades.

 

7. Centro Artesanal Los Dominicos

o que fazer em santiago em 3 dias
Entrada do Centro Artesanal Los Dominicos

 

Quem quiser comprar artesanatos e lembrancinhas de viagem boas de verdade e ainda, de quebra, visitar um lugar tranquilo, tem que ir no Centro Artesanal Los Dominicos.

Este lugar é cheio de barraquinhas com artesãos fazendo coisas que são realmente típicas do Chile e em geral, de boa qualidade. Tem roupas feitas com lã de alpaca, joias com lapis lázuli, itens de cerâmica e peças de couro, por exemplo.

Todo de chão de terra, o Los Dominicos recria um povoado típico chileno, o que deixa o espaço ainda mais charmoso. A programação do centro artesanal ainda conta com exposições, espetáculos musicais e mostras gastronômicas.

Um ótimo passeio para uma tarde tranquila de domingo.

 

8. Cerro Santa Lucia

o que fazer em santiago chile em junho
Cerro Santa Lucia

 

Outro cerro bem conhecido de Santiago é o Santa Lucia.
Lá do alto, como no San Cristóbal, dá para tirar ótimas fotos e ter uma linda vista da cidade.
Mas para chegar lá em cima, prepare as pernas e o tênis confortável porque é uma boa subidinha.

A arquitetura presente no Cerro Santa Lucia também é um bom motivo para subir o morro. São praças, fontes e escadarias antigas e bem cuidadas, muito bonitas.

Quando chegar no topo do cerro (que é um pouco desafiador pra quem não costuma andar muito), aproveite para descansar um pouco apreciando a vista e na descida, procure um vendedor de rua que venda mote con huesillos, bebida típica chilena. Aí é só se refrescar e aproveitar o cerro.

Eu fui ao Santa Lucia com dois amigos chilenos, que me disseram que gostam mais deste cerro do que do San Cristóbal. Sem dúvida, esse é mais vazio e dá a impressão de ser mais frequentado por chilenos, mas não consegui me decidir qual tem a vista mais bonita. Acho que você vai ter que visitar os dois para escolher.

 

9. Feira de artesanato Santa Lucia

Não tenho foto dessa feirinha e também não encontrei nenhuma foto minha boa com a saia. Sorry!

No pé do Cerro Santa Lucia está uma das melhores feirinhas de Santiago para comprar presentinhos e artesanatos bons e baratos.
A feira é bem popular, não tem uma super estrutura e eu fui lá com uma amiga chilena, que me levou pois eu queria comprar umas coisinhas para trazer para o Brasil.
Os preços de lá são bem melhores do que as feirinhas mais turísticas e tem itens mais diferentões, alguns meio hippies e alguns de outras regiões do Chile.
Lá eu comprei uma saia linda que uso desde 2010 até hoje e um quadro com desenhos indígenas que está pendurado aqui em casa. Ótimos produtos e que foram bem baratinhos.

 

10. La Piojera

o que fazer em santiago a noite
Mandando ver no Terremoto

 

Uma visita à Santiago não estaria completa sem uma passada na La Piojera.

O lugar, um bar pé sujo no centro da cidade, existe desde 1922 e é um verdadeiro ícone de Santiago, recebendo a visita de pessoas simples, celebridades, executivos e políticos, todos convivendo juntos.

O bar é um pé sujo daqueles roots mesmo, com chão batido e paredes todas escritas pelos frequentadores. E essa é a graça do lugar.

Lá, você não pode deixar de tomar o terremoto, uma bebida feita com pipeño, um tipo de vinho barato e sorvete de abacaxi.
Ela recebe este nome pelo efeito que causa quando a pessoa que está bebendo tenta levantar. Um enorme terremoto, com suas réplicas e tréplicas.
Eu bebi, senti o terremoto e me diverti horrores na Piojera. Um clássico, imperdível!

 

11. Vinícolas

o que fazer em santiago aos domingos
Vinhedos da Concha y Toro

 

O último item dessa lista não fica exatamente em Santiago, mas é uma coisa que você tem que fazer quando estiver por lá: visitar as ótimas vinícolas chilenas.

Não muito longe de Santiago dá para fazer o passeio da Concha y Toro (que eu gostei muito) e o da Cousiño Macul (que não curti). Mas são inúmeras vinícolas no Chile todo com visitas guiadas e degustações de bons vinhos nacionais.

A da Concha y Toro é legal e conta com visita guiada aos parreirais e às áreas de produção do vinho, além de uma historinha e uma experiência meio bobinha sobre o Casillero del Diablo e degustação de vinhos no final.

É uma boa oportunidade para você comprar os bons vinhos da marca, que custam mais barato por lá do que em terras brasileiras. E abastecer a adega enquanto não marca a próxima viagem para o Chile.

 

O que achou dessa lista? Já conhecia essas atrações? Esqueci de alguma coisa? Deixe seus pitacos na caixa de comentários abaixo.

 

*A equipe do Magali Viajante viajou a convite da Adestinos Chile, porém toda a experiência relatada aqui é real e as minhas opiniões e impressões pessoais foram mantidas.

Reserve o seu hotel em Santiago por esse link do Booking. Você não paga nada a mais pela reserva e o Magali Viajante ganha uma pequena comissão, o que nos ajuda a continuar trazendo informações de viagens para você!

Compre o seu seguro de viagem pela Seguros Promo. Usando o código MAGALIVIAJANTE05 você ganha 5% de desconto na sua reserva.

Tenha internet ilimitada em qualquer lugar do mundo com a Easy Sim 4U.

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o FacebookInstagram,TwitterYouTubeBlogLovin e Pinterest. Segue lá!

Submit a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *