O Que Comprar no Supermercado nos Estados Unidos

Como as pessoas sabem da minha obsessão por comidinhas e mercados enquanto viajo, quando me perguntam o que comprar no supermercado nos Estados Unidos, a resposta sempre é: “Tudo. O que você quiser e couber na mala”.

Reserve o seu hotel nos Estados Unidos

E essa resposta revela algumas coisas sobre os mercados dos Estados Unidos. A primeira é que eles vendem tudo. Tudo mesmo. De comida a meias, passando por eletrodomésticos, cobertores, itens de decoração e halteres de academia. Tudo.

+ Conheça o Salar de Atacama, no Chile +

A segunda coisa é que o preço de tudo costuma ser muito bom, mas muito bom mesmo. Mesmo convertendo.

Mas como esse é um blog de comida e viagens, eu não vou te falar como o demaquilante X é bom ou como máscaras de mergulho são baratas no Walmart. Vou concentrar o foco em comida. E engana-se quem pensa que americano só come junk food e você, rainha fitness da alimentação saudável, não vai encontrar nada de bom para comprar por lá.
Os caras vendem todos os tipos de comida. E os últimos lançamentos mundiais. E coisas que já estão lá há milhares de anos mas nunca chegaram no Brasil.

Por isso, se você gosta de comida, é indispensável uma visitinha ao Walmart, Target, Trader Joe’s, Whole Foods, ou qualquer outra rede de mercados que você possa imaginar.
No meu caso, a visitinha sempre se torna uma visitona e às vezes, mais de uma.

É verdade que essa lista vai variar bastante dependendo do estado e da cidade que você visitar. Se for pra San Diego, por exemplo, não pode deixar de comprar cervejas artesanais. Mas em linhas gerais, você encontra tudo em todos os principais lugares do país.

Mas seguindo a linha de posts anteriores que fiz sobre esse mesmo tema (já escrevi sobre o que comprar no Canadá e no Havaí), tive muita dificuldade para fechar uma boa lista, com produtos bons e fáceis de encontrar. Acho que é igual a quando você vai em um restaurante com muitas opções no cardápio: quanto mais opções, mais indeciso você fica!
Mas pensei bem, fiz a lista mentalmente, no meu caderno, risquei alguns itens, adicionei outros e finalizei-a com 15 produtos que você não pode deixar de comprar no supermercado nos Estados Unidos. Ou melhor, 15 produtos que eu comprei e gostei e que você provavelmente irá gostar.

Agora é só conferir a lista. E levá-la com você na sua próxima viagem aos Estados Unidos. E trazer qualquer um desses itens de presentinho pra mim.

1. Molhos, molhos, muitos molhos

molho barbecue
Molho barbecue para costelinha

 

Os Estados Unidos são a terra dos molhos prontos. E por mais que eu não goste de consumir muitos industrializados, quando eu vou para os Estados Unidos acontece alguma coisa em mim que eu quero comprar e provar a maior quantidade de molhos possível. E a maioria é boa pra caramba!
Só de molhos para salada, devem ter umas 50 variedades diferentes na prateleira (e eu não estou exagerando). Barbecue? Mais umas 20, pelo menos.

De todos esses, os que eu comprei e gostei muito foram os da Hidden Valley, especialmente o Avocado Ranch (por que não fazem molhos com avocado aqui?), que é a marca registrada deles e o de Chipotle, ótimo para sanduíches.

Dos molhos barbecue, eu comprei vários das marcas Kroger’s e Sweet Baby Ray’s,  do qual eu gostei especialmente do Honey Barbecue Sauce, um molho barbecue delicioso e com aquele gosto de férias nos Estados Unidos.

Para fazer refeições rápidas, geralmente calóricas e deliciosas, eu também gosto de usar os molhos da Red Fork, especialmente o Maple Chipotle Ribs Barbecue Sauce, que fica uma delícia com costelinha de porco e asinhas de frango.

 

2. Óleo de coco

óleo de coco
Potão de óleo de coco muito barato

 

Saindo de uma coisa trasheira pra algo um pouco mais saudável, eu descobri, da última vez que estive nos Estados Unidos, que vale a pena comprar óleo de coco por lá, pois é muito mais barato que aqui.
Eu comprei um potão de óleo de coco de quase 900 ml por US$ 5.
Se fosse aqui em SP, por exemplo, eu pagaria cerca de R$ 30 por um menor, de 500 ml. Ou seja, mesmo convertendo, ainda vale a pena.
E eu achei que o óleo de coco vendido nos Estados Unidos tem sabor mais suave, perfeito para colocar em receitas em que você não quer aquele gosto forte de coco.

 

3. Chocolate

chocolate
Reese’s sabor abóbora e manteiga de amendoim

 

Além de encontrar diversas marcas desconhecidas e que não são vendidas por aqui, os supermercados dos Estados Unidos têm uma infinidade de chocolates de marcas que conhecemos, mas em sabores e variações que não chegam aqui.
A Lindt, por exemplo, tem uma linha muito mais completa lá que aqui.
Dá também pra comprar todos os chocolates da Ritter Sport, especialmente o ao leite, da embalagem azul clara, meu preferido.
Milka e Kit Kat então, nem se fala. Dá pra perder as contas de quantos tipos de cada um desses existe por lá.
M&M’S tem lojas só pra eles, com tudo quanto é tipo de bolinhas de chocolate e amendoim que você imaginar.

E o melhor, tudo isso custa barato, não pesa muito na mala e as pessoas adoram ganhar de lembrancinha.

Mesmo os chocolates mais caros, como os da Godiva, são acessíveis lá. E como são deliciosos!

 

4. Cereal de abóbora

cereal de abóbora
O melhor cereal que já comi na vida

 

Esse é um item sazonal, mas se você for para os Estados Unidos em outubro, perto do Halloween, pode ter certeza que as lojas estarão forradas de coisas com abóbora.
A minha última viagem para a Califórnia aconteceu uma semana antes da data do Dia das Bruxas e eu, que adoro abóbora, me dei bem, comprando um monte de coisas com este sabor.

O meu preferido de todos foi cereal de abóbora. Tipo Fruit Loops, só que de abóbora. Eu comprei o do Trader Joe’s e era incrivelmente delicioso.
Apesar da minha vontade de me jogar e comer a caixa inteira de cereal de uma vez só, fui economizando e comendo bem pouquinho somente aos finais de semana, pra durar mais.

A minha sorte é que a minha irmã está nos Estados Unidos essa semana, bem no meio de outubro e já encomendei uma caixa com ela.
Peço pra todo mundo que vai para os Estados Unidos trazer este cereal e recomendo fortemente que você prove.
Pra quem gosta de café da manhã e de cereal, é indispensável. Mesmo!

 

5. Clam chowder

Clam chowder da Boudin Bakery
Clam chowder da Boudin Bakery

 

Este é um item mais regional, mas quem vai para San Francisco e região certamente irá comer o famoso clam chowder.

E infelizmente é claro que você não poderá trazer a sopa fresca para o Brasil, mas a boa notícia é que a famosa Boudin Bakery vende a sopa enlatada para você poder levá-la aonde for.
Eu já comprei e ela é bem boa. Trouxe ao Brasil e comi com muito gosto aqui. Não é igual a fresca, feita por lá, mas que dá pra matar a saudade, isso dá sim.

 

6. Harissa

o que comprar no supermercado nos estados unidos
Harissa

 

Se você pensa que só vai encontrar fast food e hambúrguer nos Estados Unidos, está redondamente enganado.
Como o país recebe imigrantes de todo o mundo, a quantidade de comida de qualquer canto do planeta é impressionante.
E isso também nos supermercados. Você vai encontrar muito mais itens da África, do Leste Europeu ou do Sudeste Asiático por lá do que aqui no Brasil, considerado um país super diverso. E vai comer comida muito boa de vários países diferentes e longínquos.

O legal é que muitos desses itens já foram incorporados na alimentação do americano e não são mais considerados internacionais, sendo encontrados em prateleiras de comida comum, como molho de tomate e azeite de oliva.

E desses itens, o que eu sempre compro quando estou por lá (que inacreditavelmente não é tão fácil de encontrar aqui em São Paulo) é a famosa pasta harissa, da região do Magreb.
A última que comprei foi orgânica, do Trader Joe’s e estava absolutamente, maravilhosa!

Tem até a receita de um frango com harissa aqui que é o maior sucesso!

 

7. Refrigerantes diferentes

A mesma coisa que comentei sobre molhos também acontece em relação à refrigerantes. Já faz uns três anos que eu parei de tomar refrigerante, mas toda vez que eu vou para os Estados Unidos, eu tenho que tomar um refri diferente que só tem por lá.

E a lista é grande: eles tem desde o tradicional 7Up e Ginger Ale, Coca-Cola de todos os sabores possíveis e imagináveis, como baunilha, limão siciliano, cereja, sem cafeína, e várias opções de refris orgânicos, de marca própria e deliciosos.

A dica é comprar uma latinha para tomar lá e se gostar, trazer mais alguns na mala para tomar por aqui.
Na minha última viagem, eu trouxe uns refris de melancia e estou super curiosa agora para tomar a Coca com cafeína extra. Quem sabe no final do ano não rola uma viagem para lá?

 

8. Kombucha

kombucha
O kombucha que eu comprei nos Estados Unidos

 

Uma moda que está chegando agora ao Brasil mas que já faz sucesso há muito tempo por terras americanas é o kombucha.
Trata-se de uma bebida probiótica, obtida através da fermentação do chá, que supostamente faz muito bem para a saúde.
Enquanto aqui você encontra kombucha apenas em lugares hipster, orgânicos e saudáveis, lá nos States o kombucha é vendido nas prateleiras de quase qualquer supermercado.

Eu provei o de gengibre da marca Health-Ade, que possui diversos sabores como maçã, limão, uva, pimenta caiena, entre outros.
Não posso dizer que é a coisa mais deliciosa do mundo, mas dá pra tomar. E eu não sei se foi efeito placebo, mas eu me senti muito bem algumas horas depois.
Tenho a impressão que kombucha é um ótimo aliado para a ressaca, para tomar na manhã seguinte daquela noite de bebedeira, sabe?

 

9. Bebidas não alcoólicas em geral

arizona tea
Arizona Tea de melancia

 

Sim, eu sei que esse tópico entra na categoria bebidas-industrializadas-cheias-de-açúcar-que-não-fazem-bem-para-você. Mas de vez em quando é gostoso. E eu confesso esse meu guilty pleasure.
É que é difícil resistir quando um país tem uma variedade tão grande de sucos, chás, limonadas e bebidas lácteas em seus supermercados. Tem bebida de absolutamente tudo. E barato.

Eu normalmente me concentro nas limonadas e chás gelados, já que suco industrializado é uma coisa que não me agrada. As bebidas de café, como frapuccinos e capuccinos gelados, também são ótimas e até o Starbucks tem uma linha que é vendida apenas em supermercados. Aí não dá pra resistir mesmo, só fico satisfeita depois de provar uma de casa (objetivo que eu nunca consegui atingir).

 

10. Cervejas artesanais

cerveja artesanal
Olha tudo o que veio dentro da minha mala na última viagem aos Estados Unidos

 

E já que estamos falando de bebidas, vamos deixar o papo ainda mais interessante: cervejas artesanais.
Os Estados Unidos praticamente inteiro tem uma cena de cervejas artesanais muito interessante: Seattle, Nova York, Montana, Wyoming, Utah, Washington, Colorado, Novo México, Arizona… elas estão praticamente em todos os estados.
Mas se você descer para o sul da Califórnia, especialmente em San Diego, aí a coisa fica boa de verdade!
Ballast Point, Modern Times, Novo Brazil, Karl Strauss, Stone Brewing, a lista é grande!

E o legal de San Diego é que a maioria das cervejarias têm tasting rooms, bares dentro das próprias instalações da cervejaria que te permitem provar quase todas as cervejas da casa. E o mais legal, eles vendem em quantidades bem pequenas, como degustação mesmo, para você ver qual gosta mais e aí pedir um pint dessa cerveja.

O tasting room da Ballast Point é imperdível. E eles fazem cervejas sazonais de melancia e de abóbora que são maravilhosas.
A Modern Times, minha preferida, também é um passeio imperdível, com vários chopes sazonais e vendidos somente localmente.

Se você não tiver tempo de visitar as cervejarias, passe pelo menos em uma loja que venda boas cervejas para abastecer a sua adega. A minha dica é a Bottlecraft, um misto de loja e bar que está em vários pontos de San Diego e que vende excelentes cervejas a um preço bem bacana.

E se você quiser fazer um tour cervejeiro e conhecer gente legal, eu indico o passeio do Scavengers, imperdível para quem estiver em San Diego e gostar de cerveja.

Aí já sabe: é só ir comprando várias latinhas e colocar na mala depois. Eu fiz isso.

 

11. Sidra

hard cider
A garrafa de Reverend Nat’s já vazia há muito tempo

 

San Diego, e todo o resto do país, também produzem sidras de qualidade.
Eu provei várias, mas me apaixonei pela Reverend Nat’s Hard Cider, uma sidra feita em Portland, Oregon, que faz desde sidras tradicionais até umas mais diferentonas, como de abacaxi, gim tônica, cereja e damasco.

Além de serem ótimas, as garrafas são lindas. Um excelente presente para o seu amigo que gosta de beber bem. Tipo eu.

 

12. Vinhos

vinho
Um vinho simples, barato e muito bom que compramos nos Estados Unidos

 

E como estamos falando de bebidas, eu não poderia deixar de falar dos vinhos americanos, que tem alguns exemplares de tirar o chapéu.
Existem vinhos de qualidade em quase todo o território americano, mas a maioria deles está reunida na Califórnia, nos vales de Sonoma e Napa (que infelizmente, estão sendo terrivelmente atingidos por incêndios, ano após ano).
Uma viagem para essa região é magnífica. Pertinho de San Francisco, é um passeio que merece alguns de seus dias. Além da beleza da área, as vinícolas organizam ótimos tours guiados e os vinhos são ótimos.
Mas mesmo que você não consiga ir ou esteja longe da Califórnia, dá para comprar os vinhos de lá em qualquer lugar dos Estados Unidos.

Ali é produzido o vinho com uma de minhas uvas preferidas, o Zinfandel, que não é muito fácil de encontrar por aqui.

São inúmeras as vinícolas que produzem bons vinhos, mas fique de olho nos rótulos de casas famosas, como Robert Mondavi, Stag’s Leap, Coppola.
São bons vinhos, por preços absurdamente bons e que quase não chegam no Brasil. E todos são vendidos no supermercado.

Um investimento para a sua adega. E dos bons.

 

13. Sal

sal rosa do Himalaia
Sal rosa do Himalaia e sal de alho

 

Outro item que sempre tenho em minha cozinha, o sal “diferentão” nos Estados Unidos costuma ser muito mais barato que no Brasil e ter milhares de variações.
Dá pra comprar sal puro, rosa do Himalaia (por um preço ridículo), com alho, com especiarias, lemon pepper, flor de sal, de tudo quanto é jeito que você imaginar. O “tômpero” de sua comida agradece.

 

14. Five spices, cúrcuma defumada e outras especiarias

smoky turmeric
Eu simplesmente amo esse tempero

 

Se você gosta de cozinhar e lê receitas americanas, sabe que as preparações pedem várias especiarias que não são facilmente encontradas por aqui: cúrcuma defumada, annato seeds, five spices… simplesmente impossível de achar mesmo em uma cidade que tem tudo como São Paulo.
Mas lá, os supermercados tem prateleiras enormes de tudo quanto é tipo de especiaria e tempero seco. É barato e dura um tempão. É só encher a mala e conhecer sabores novos em suas receitas.

15. Sacolas

ecobags
Não são lindas essas sacolas?

 

O 15° item dessa lista não é um alimento, mas é uma coisa que os supermercados de lá mandam bem: sacolas retornáveis, tipo ecobags.
Eles têm sacolas lindas e por preço de banana.
Tem de tudo quanto é estampa, tecido e tipo. E elas são tão estilosas que dá para você usar não só para ir ao mercado, mas para carregar coisas do dia-a-dia e at´e como bolsa mesmo.
Eu confesso que tenho o maior xodó pelas minhas sacolas e até economizo o uso de algumas delas para não estragar, mas agora estou em uma época de desapego e tenho usado sempre as melhores. Então pode ter certeza que você vai ficar babando na minha sacolinha se me encontrar no mercado um dia desses.

 

A lista poderia ser bem maior, mas acho que já está suficiente para caber na mala da sua próxima viagem aos Estados Unidos.
E se você gostou deste post, nem precisa me agradecer. É só trazer um – ou vários – desses itens pra mim que eu já vou ficar feliz da vida!

E me conta, que comidinhas você traz na mala quando viaja para os Estados Unidos?

Leia mais posts do Magali Viajante sobre os Estados Unidos:

+ Como dirigir nos Estados Unidos?
+ Um dia em Nova York: o que fazer em uma conexão longa na cidade

+ Balboa Park: conheça um dos parques mais legais de San Diego | Vídeo
+ Onde comer em Orange County, na Califórnia: TLT Food
+ Cabrillo National Monument: um dos lugares mais lindos de San Diego | Vídeo
+ Quanto custa viajar para San Diego?
+ Quanto custa viajar para Palm Springs?
+ O que fazer em La Jolla, na Califórnia | Vídeo
+ Katz’s Deli: o melhor corned beef de New York
+ Quanto custa viajar para o Havaí?

 

Reserve o seu hotel nos Estados Unidos por esse link do Booking. Você não paga nada a mais pela reserva e o Magali Viajante ganha uma pequena comissão, o que nos ajuda a continuar trazendo informações de viagens para você!

Compre o seu seguro de viagem pela Seguros Promo. Usando o código MAGALIVIAJANTE05 você ganha 5% de desconto na sua reserva.

Tenha internet ilimitada em qualquer lugar do mundo com a Easy Sim 4U.

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o FacebookInstagram,TwitterYouTubeBlogLovin e Pinterest. Segue lá!