Monkey Burger N’Shake: Mais uma Hamburgueria na Vila Nova Conceição

Apesar de ter diminuído o número de visitas que faço a hamburguerias, esse é um dos meus programas preferidos e sempre que descubro uma novidade, já faço uma nota mental para ir conhecê-la em breve.
Foi assim que conhecemos a Monkey Burger N’Shake, fugindo da fila do Bullguer, que fica quase em frente à casa, na Vila Nova Conceição.

monkey burger n shake
A agradável varanda da Moneky

 

+ Leve o seu pai para se divertir nessa semana +

Um grande néon na parede da Monkey Burger N’Shake diz que lá não é um bom lugar para dietas. E não é mesmo. Pelas batatas fritas, hambúrgueres e tamanho das sobremesas, se você está de dieta, é melhor fugir de lá (e de qualquer hamburgueria, não é mesmo?).

monkey burger and shake
… a good place for me!

 

A Monkey tem um ambiente bem espaçoso e agradável, com uma ótima varanda para os dias de sol.

monkey burger
Ambiente da Monkey Burger

 

monkey burger diogo jacome
E a área kids

 

O cardápio tem várias opções de burgers especiais e poucas opções de lanches tradicionais.

monkey burger cardapio
Cardápio da Monkey Burger

 

As sobremesas e os milk shakes recebem um grande destaque no cardápio e mais pra frente, neste post, você vai entender o porquê.

monkey burger menu
Cardápio de sobremesas e milk shakes da Monkey Burger

 

Na parte das bebidas, além dos milk shakes, algumas opções de cerveja boa, como Colorado (que tem um preço bom, diga-se de passagem) e Eisenbahn, águas, refris e sucos naturais. Não tem limonada e nem chá da casa.

monkey burger n shake cardapio
Cardápio de bebidas da Monkey Burger

 

Pedimos de entrada uma porção de Batata doce frita (R$ 15) com maionese verde (R$ 4).

monkey burger shake
Excelente batata doce frita da Monkey Burger

 

Começamos super bem! A porção de batata frita doce é bem servida (nós dividimos em quatro pessoas) e é deliciosa. Fritura sequinha, batata bem docinha e macia por dentro. Sensacional!
A maionese verde também é uma boa pedida: saborosa, combina perfeitamente com a batata.

Eu certamente teria pedido mais uma batata se não quisesse provar os burgers e a sobremesa.

Para os burgers, cada pessoa da mesa pediu um diferente.

Eu, que adoro sanduíche de frango, fui de Dijonkey Kong – pão da casa, burger de frango na Panko, mousse de mostarda dijon, alface tomate e maionese (R$ 24).

monkey burger sp
Dijonkey Kong: bom burger de frango da Monkey Burger

 

Eu gostei do lanche. O pão não é lá grandes coisas, meio seco, meio enrugadão, mas o frango estava ótimo, bem crocante, temperado, suculento por dentro, uma delícia. A mostarda dijon faz uma combinação perfeita com o frango e é um ótimo molho para esse sanduíche. A salada também estava fresca e o lanche bem montado.

Já o Thiago foi de MKY Cheeseburger Salada (R$ 19), um tradicional cheese salada.

monkey burger vila nova conceição
Cheeseburger salada: carne boa, ponto incorreto

 

Carne boa, porém não foi servida no ponto pedido e acompanhamentos simples, mas gostosos. O tamanho do lanche também era bom e ele ficou satisfeito. Nada de outro mundo, mas gostoso.

A minha irmã pediu o Haka Burger – pão australiano, monkey blend de 160g, cheddar inglês, cebola caramelizada, BBQ Jack Daniels da casa e bacon (R$ 26).

Este eu não provei (e nem tirei foto, sorry), mas minha irmã disse que estava gostosinho, mas nada demais também.

A minha mãe pediu um que eu também estava de olho, o Donk Daniels – pão ciabatta, costela desfiada ao molho BBQ Jack Daniels da casa, rúcula e maionese verde (R$ 28).

monkey burger n shake
Reparem no ponto verde de mofo no pão do lado direito

 

Quando o sanduíche dela foi servido, não nos atentamos a um detalhe importante, só percebido no momento em que fomos tirar as fotos. O pão dela estava mofado! O pão tinha um ponto verde de bolor bem nítido na superfície e nos assustou o fato de que ninguém da cozinha percebeu isso enquanto montava e cortava o sanduíche e o garçom também não viu na hora de servir.

O almoço estava indo bem, mas isso foi meio que um balde de água fria, principalmente para a minha mãe, que pediu um lanche de quase 30 reais e recebeu um sanduíche mofado.
Em quatro anos de blog, comendo em diversos lugares pelo mundo, isso nunca tinha me acontecido e foi bem constrangedor.

Chamamos o garçom, que ficou mais constrangido do que nós todos, que imediatamente pediu desculpas e disse que além de trocar o sanduíche, não ia cobrar pelo mesmo. Fez o melhor que ele poderia ter feito para contornar o problema. Aceitamos e depois de uns 15 minutos minha mãe recebeu um novo lanche, sem bolor dessa vez.

Eu estaria mentindo se dissesse que isso não abalou em nada a nossa percepção de sabor daquele lanche específico. Foi o mais sem graça de todos, com um molho barbecue sem gosto, carne sem tempero e um lanche que poderia brilhar se transformou no que menos gostamos no almoço.

Antes de continuar comendo, demos aquela boa olhada nos nossos burgers para ver se também não estavam mofados e comemos antes da minha mãe, que terminou o dela sozinha.

Para tentar animar a mesa, que estava com os ânimos abalados depois do pão “verde”, pedimos uma sobremesa.
A ideia era dividir e fomos de Cheesecake desconstruído de torta de limão – cheesecake na pedra com placa de suspiro, creme de limão, sorvete Ben & Jerry’s de cheesecake e merengue maçaricado (R$ 19).

monkey burger
Baita sobremesa enorme da Monkey Burger

 

Quando a sobremesa chegou à mesa, tomamos um susto, mas dessa vez foi um susto bom! Ela era enorme!!!! Enorme e bonita. Dava para nós quatro comermos com folga.

Enorme, bonita e boa. Não era bem um cheesecake, pois não tinha muito gosto do doce e pra mim, poderia ser um pouco mais azedinha. Mas era gostosa, vinha cheia de calda de frutas vermelhas e pra quem gosta de doce, é de se jogar!

Vimos alguns milk shakes saindo, eles eram enormes e pareciam muito bons, mas depois dessa sobremesa, não sobrou mais espaço.

Mesmo com os contratempos, a experiência na Monkey Burger N’Shake não foi ruim. Mas em uma rua que tem Bullguer, Tradi e a hamburgueria da Casa do Churrasqueiro (ainda não conheço essa última) a poucos metros de distância, fica difícil competir.

O que eu faria era ir na Monkey e pedir uma porção de batata frita doce enquanto aguardava a espera do Bullguer, pra comer o burger de lá que é muito melhor.
E se você for louco por doces, vale a pena provar a sobremesa.

Mas não entrou no top 5, não. Acho que terei que conhecer novas hamburguerias para atualizar o meu ranking. Não foi dessa vez.

+ Burger bom mesmo é no Pão com Carne +

Monkey Burger N’Shake (http://www.mkyburger.com.br/)
Rua Diogo Jácome, 489, Vila Nova Conceição, SP – (11) 3582-6717 – Estação de trem mais próxima: Vila Olímpia (2,7 km).
Quarta, das 12h às 15h30 e das 18h às 23h; quinta, das 12h às 16h e das 18h30 às 23h; sexta, das 12h às 16h e das 18h a 0h, sábados, das 12h às 17h e das 18h30 a 0h e domingos, das 13h às 23h.
Gastamos uns R$ 130 em quatro pessoas, mas não foi cobrado o lanche que deu problema e nem a sobremesa.

E você, já foi na Monkey? Teve uma experiência melhor que a minha? Quais são as suas hamburguerias preferidas em São Paulo?

Quer conhecer a cena gastronômica paulista? Reserve o seu hotel em São Paulo por esse link do Booking. Você não paga nada a mais pela reserva e o Magali Viajante ganha uma pequena comissão, o que nos ajuda a continuar trazendo informações de viagens para você!

Compre o seu seguro de viagem pela Seguros Promo. Usando o código MAGALIVIAJANTE05 você ganha 5% de desconto na sua reserva.

Tenha internet ilimitada em qualquer lugar do mundo com a Easy Sim 4U.

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o FacebookInstagram,TwitterYouTubeBlogLovin e Pinterest. Segue lá!