Me Gusta Picolés Artesanais: um picolé para chamar de seu!

Adivinha quem está de volta, ao som de Caravan Palace? Isso mesmo, a Magali (que tá mais para turista neste blog mesmo) Viajante! Para quem achou que eu não voltaria, eu digo, parafraseando o rei Roberto Carlos: “Eu voltei e agora é pra ficar!”
Peço desculpas para os meus leitores fieis pela ausência, mas vou explicar aqui meus motivos e espero que vocês entendam!
É tanta novidade na minha vida, que nem sei por onde começar. Mas para poupar vocês do mimimi, vou dar apenas 3 motivos:
1) Agora sou uma senhora casada. Casei no último dia 29 e foi o dia mais incrível da minha vida. Mas como os casados e casadas sabem, não é nada fácil organizar um casamento. Portanto, me respeitem!
2) Reformei meu apartamento morando nele. Só quem passou por isso sabe o perrengue! Até desenvolvi uma nova forma de me exercitar. Cross Fit? Tá por fora! A moda aqui no apê é o “Pedreiro Fit”carregando mil tijolinhos no braço! (mas agora o apê tá uma belezura e estão todos convidados para conferir).
3) Tô de emprego novo! E é super demais. Aliás, este novo emprego fica no Itaim, bem no miolinho dos restaurantes/bares/comidinhas bacanas. O blog (e a minha cintura) serão muito beneficiados deste novo job.

Mas tô de volta e agora prometo que vou manter o ritmo (tirando daqui a duas semanas, na minha lua de mel, que não postarei nadinha, tenha dó né, tenho um marido para cuidar). E tô de volta para falar de coisa boa (e não é de TecPix)!

Já postei aqui no blog sobre a Paleteria Los Hermanos, lá em Santana. O lugar é bacana e as paletas são de outro mundo de boas, mas fui meio mal atendida por lá e acabei pegando bode do lugar.
Eis que um dia, passeando pela Paulista, entrei no Mercadinho Chic, comi qualquer coisa que não estava muito boa, e vi um carrinho simpático de sorvete. Fui ver qualéquié, e descobri que era o carrinho do Me Gusta Picolés Artesanais. É assim, é tipo uma paleta, mas eles chamam de picolé.
Imagem
– O carrinho com os sabores, no Mercadinho Chic –

No dia, provei o de Banana com Nutella, que estava bom, e o de Iogurte com amora, que também estava gostoso. Peguei um cartãozinho, e conversa vai, conversa vem, descobri que eles iam abrir uma loja na Augusta.
Toca eu e o marido (na época noivo ainda), no meio dos preparativos loucos do casamento, para conhecer a tal lojinha. Engraçado que eu trabalhei quase três anos nos Jardins, e agora que saí de lá, eles abrem uma loja delícia bem pertinho do meu antigo escritório. Uma pena!
Imagem
– O quintalzinho fofo, no fundo da vila –

A lojinha fica no fundo de uma vilinha (corredor bem longo e estreito) na Augusta, entre a Jaú e a Itu. Alô, amigos da MCF, essa dica é para vocês! A entrada da vila é meio esquisitinha, mas lá no fundo eles conseguiram montar um cantinho super agradável. É um quintalzão com umas mesas, e dentro de uma salinha, fica o freezer, com todos os picolés do dia (e tem um monte).
Imagem
– Só é difícil escolher! –

O projeto é dos amigos Gabriel e Felipe, super gente boa, que depois da faculdade de gastronomia e de uns estágios em restaurante, resolveram abrir um negócio próprio. Sem muita grana, sem estrutura, mas com muita vontade.
Imagem
– A mi me gusta, y a tí, te gusta? –

Já fui umas três vezes lá desde então, e provei vários sabores diferentes. O ponto alto da casa para mim é o de Baunilha com Brigadeiro – que tem um recheio de brigadeiro molinho dentro, que é muito melhor que muita casa de brigadeiro por aí. Um verdadeiro desbunde! Delícia das boas! Provei o de coco, feito com coco natural e com umas fitas super grossas da fruta, um Luxo! Salada de frutas também, o que eu achei o mais sem gracinha, apesar de ser super bonito. O de maracujá eu amei, mas tenho certeza de que a maioria das pessoas vai achar azedo demais.

Imagem
– Salada de frutas e maracujá –

O carro chefe deles, o de morango com leite condensado, é gostoso (apesar de ser doce de doer o dente), mas só peça se você não estiver em um primeiro encontro ou com seu chefe ou alguém importante do seu trabalho, porque é lambança pura. Você sai com leite condensado até na alma!
Voltei outro dia com um amigo japa que nem fala português, e provamos o de paçoca (awesome!) e ele comeu o de pistache. Apesar da barreira da linguagem, ele conseguiu me dizer que o de pistache estava mais que delicioso de bom!

Imagem
– Iogurte com amora –

Aí, como tudo o que é bom ainda pode ficar melhor, eu e o marido decidimos que queríamos picolés na nossa festa de casamento. Os meninos foram super fofos com a gente e nos atenderam suuuper bem. Nem preciso dizer que foi um mega sucesso na festa, né? As pessoas piraram em comer um picolé diferente durante a festa e foi um dos temas mais comentados.
Então, já sabe né… se tiver uma festinha, casamento, batizado, aniversário de cachorro e quiser uma coisa diferente, a Magali super recomenda. Vocês vão amar! Tomara que ainda deem sorte como eu, que sobrou picolé da festa e estou com meu freezer abastecido com essas delícias para todas as noites.

Passa lá na Augusta e me fala se te gusta!

O que mais gostei de lá: Picolé de baunilha com brigadeiro. Núhhh!
O que não gostei muito: O picolé de salada de frutas eu achei bem sem gracinha. Apesar de ter bastante fruta dentro, a base, de suco de laranja, poderia ser mais interessante.

Me Gusta Picolés Artesanais (https://www.facebook.com/MeGustaPicoles)
Rua Augusta, 2052 – Jardins – 4113-0299
Todos os dias, das 10h às 19h

Os picolés de frutas custam R$ 6 e os de leite, custam R$ 7.

Se é melhor do que o Los Hermanos, eu não sei, acho que são produtos bem equivalentes. Mas os meninos me ganharam na simpatia, atendimento, cuidado e localização. Uns fofos!