Magalista: 8 motivos para fazer um cruzeiro!


Música para entrar no clima de mar!

Sempre me perguntam o que eu acho de viagens de cruzeiro. O engraçado é que normalmente essas pessoas já vem com um monte de opiniões e conceitos já definidos sobre o assunto, o que me leva a crer que elas não se importam de verdade com o que eu penso ou recomendo, o que elas querem, de coração, é discordar de mim e discutir sobre o assunto #barraco

Já fiz duas viagens de cruzeiro e pretendo fazer outras. Pode ser que eu tenha memórias tão doces destas viagens que me fazem pensar que são sempre maravilhosas… A verdade é que existem pessoas que não curtem, nunca vão gostar e vão morrer de tédio em um navio… mas muitas vezes nem tentaram a viagem para dizer com conhecimento de causa (é igual quem não gosta de berinjela, mas nunca comeu – aí a avó serve e não diz o que é e a criatura acha uma delícia) Ohmmmmmm!

Por isso, para você que já fez e não gostou, já fez e amou, não fez e só de pensar na possibilidade já cogita pular lá do último andar do navio, ou pra você que está planejando o seu próximo, a Magali selecionou 8 motivos pelos quais todo mundo deveria fazer um cruzeiro:

1. É uma das maneiras mais baratas de testar diversos destinos. E conhecer lugares paradisíacos.

Cruzeiro Magali Viajante Lugar Paradisíaco

Nos cruzeiros mais curtos, de 3 dias, provavelmente você só irá a um porto. Mas existem cruzeiros de 7, 14, 21 dias e até de meses (sonho!) que te levam a muitos lugares diferentes.

Sim, é verdade que você não vai “conhecer” a fundo nenhuma destas cidades, afinal, na maioria dos casos, o navio fica atracado por uma tarde. Mas sabe o conceito de test drive? – aqui funciona super bem. Você vai até o destino, fica um pouquinho, dá uma olhadela na paisagem, toma um sol, almoça em um super restaurante, vê alguns pontos turísticos e já decide se é um lugar que merece uma viagem dedicada, mais longa, ou se já pode ser riscado do seu roteiro de prioridades…

Afinal, quando você conseguiria, de uma única vez, arranjar tempo e dinheiro para ir para Jamaica, Cozumel e Ilhas Cayman; ou então, em uma tacada só, conhecer Porto Rico, St. Thomas e St. Marteen? Você vai se surpreender como existe lugar lindo neste mundão de meu Deus!
Se você fizer as contas do quanto gastaria só em passagens, provavelmente já pagaria o seu cruzeiro, gorjetas, pacotes de bebidas alcoólicas e gastos em cada porto… eu disse, só em passagens!

E engana-se quem pensa que todas as praias e passeios estarão lotadas de turistas de cruzeiros. Nada a ver. É só fugir dos tours que eles oferecem dentro do navio e partir para um outro destino que você já tenha pesquisado antes.

Isso é uma das boas coisas, entre muitas outras, que o cruzeiro te dá: visão geral de destinos. Voltando, é só colocar na sua wishlist qual porto vale a pena voltar, e qual é melhor esquecer…

2. É uma viagem para toda a família.

Cruzeiro-Magali Viajante -Viagem para toda a família

E se você não quiser fazer em família, rola também. Hoje, com a diversidade de cruzeiros (incluindo os temáticos), dá para achar a tampa de qualquer panela. Tem cruzeiro da Disney, navio que não aceita crianças, barco para a terceira idade, Carnafacu em alto mar. Ou seja, dá para você curtir all by yourself (seu forever alone!); dá para ter a trip romântica dos sonhos (com direito a por-do-sol e tudo); dá pra incluir as crianças, que vão se divertir à beça; dá para levar a vovó e o vovô e dá até para levar quem tem dificuldades de mobilidade. Todo mundo vai curtir. Cada um à sua maneira.

3. Você vai descansar. E ponto.

Cruzeiro-Magali Viajante - Descansar

Com a vida corrida que levamos todos os dias, é difícil achar um tempo para parar e simplesmente relaxar. E não é que não haja tempo disponível nunca, mas na maioria das vezes, querendo ser produtivos, Mulher Maravilha  temos atividades excessivas e achamos que se ficarmos um dia deitado no sofá assistindo TV ou lendo um livro é porque somos vagabundos ou preguiçosos. A sociedade e a nossa auto-exigência não nos permite parar, respirar e olhar para nós mesmos, nem que seja por cinco minutos.

No navio, você não vai ter a escolha de ser super eficiente e produtivo. Aqui, ser eficiente e produtivo significa aproveitar o seu dia: tomar um café preguiçoso, ler um livro, escutar música, tomar sol, ficar olhando a banda passar tocando coisas de amor, meditar, nadar, dormir até tarde, enfim, o que você quiser… desde que seja sem stress!

Sabe quando a gente viaja tanto que volta mais cansado do que saiu? Se você é daqueles que sempre falam que vão tirar férias para descansar, vá para o navio!

4. A comida é boa e farta.

Cruzeiro-Magali Viajante-Comida farta no navio

Claro que existem categorias e categorias de navios. Os que tem comida boa, e os que todo mundo fica doente no final e não pode nem sair do quarto.

Vem na minha, quando for escolher um, pegue um que a comida seja um dos pontos altos.
Considerando que normalmente você tem incluso café da manhã, lanchinho, almoço, lanchinho, jantar, ceia e larica da madrugada, a comida tem que ser animal.

E se for, você vai sentir que valeu cada centavo que pagou. Em um dos que eu fiz, eles serviam um hambúrguer animal, todas as tardes, na piscina. Nem preciso dizer que comi hambúrguer todas as tardes, durante os sete dias.

Duvido que você consiga comer toda a comida disponível. E tenho certeza que vai voltar vários quilos mais gordo. Mas o que vale mais, ser gordo ou ser feliz??

5. Bebida – idem ao item 4.

Cruzeiro-Magali Viajante-Bebida farta

E nem vou comentar este item. Simplesmente por que não lembro do que aconteceu em relação à este assunto.

6. Você pode se entregar à jogatina sem culpa. Afinal, são só alguns dias.

Cruzeiro-Magali Viajante - cassino

Ok, é meio triste ver as vovós que passam o dia e a noite inteiros no cassino jogando toda a fortuna fora. Mas é muito divertido ir jogar um dinheirinho pequeno por lá.

Alguns vão dizer, “mas você também pode ir em um cassino em Punta del Este, que é bem mais sofisticado e completo, e mimimi”. Mas qual é o outro cassino do mundo que balança e faz as moedas caírem mais rápido?

Dica que vale ouro: é fácil perder o controle aqui. Para não se arrepender depois, separe um dinheiro por dia que pode gastar com aquilo. No meu caso, eram sempre 10 ou 20 dólares.

Acabou, vai embora! Lots of fun, sem pesar no bolso, e você ainda faz uma coisa que não faria em condições normais de temperatura e pressão.

7. Você pode fazer bons amigos. Ou até conhecer alguém interessante.

Cruzeiro-Magali Viajante-amigos

Cruzeiro-Magali Viajante-meninos

Se você deixar seu preconceito de lado e abrir-se para o mundo, você pode conhecer gente bem legal no navio. No nosso caso, estávamos de lua de mel e conhecemos mais dois casais de brasileiros na mesma situação.

Curtimos tanto e nos demos tão bem, que teve até direito à banheira do Gugu e cantarolar músicas do Milionário e José Rico juntos. E os gringos achavam lindo a nossa forma de compartilhar a felicidade.

Se você estiver sozinho, e a fim de uma coisa mais, digamos, interessante caliente, dá para conhecer gente bacana sim. Filhos viajando com os seus pais, amigos em viagens de despedida de solteiros, tripulantes, velhos cheios da grana (opa, essa última é brincadeira!). Dá pra sair de lá com o burro amarrado. E feliz.

No final da viagem, você decide se amor de verão sobe a serra ou não.

8. Você vai se sentir leve. E se permitir fazer coisas bobas. E rir disso.

Nossa, tem uma cadeira gigante ali? Vamos tirar uma foto, é claro!
Nossa, tem uma cadeira gigante ali? Vamos tirar uma foto, é claro!

E esse é o meu motivo preferido. Sabe aquela propaganda que diz que o importante é rir da vida? É isso mesmo! Se você não pode, ou não se permite, fazer isso durante a sua realidade, a sua rotina, aproveite para soltar suas feras aqui.

Tem concurso de karaokê. Tem gincana de casais. Tem campeonato de barrigada. Tem por-do-sol no final da tarde. Tem aula de zumba na piscina. Tem gente acima do peso de biquininho. Tem balada brega à noite. Tem festa do branco na piscina. Tem show de cover da Celine Dion. Tem foto ridícula.

Sabe quando você faria isso on daily basis? Nunca!
Tá com vergonha, se acha muito cool para isso? Ah, sai dessa!
O importante de uma viagem é sempre voltar com a sensação de ser uma pessoa um pouco diferente. Mais leve. Mais feliz. E ficar morrendo de saudades de você mesmo (o seu verdadeiro eu) daqueles dias.

E aí, todos a bordo?

Dica que vale ouro: quando estiver planejando o seu cruzeiro, dê uma olhada no Cruise Critic.
O site é feio, mas reúne as informações mais completas sobre todas as companhias de cruzeiro, tipos na navio e categorias de quarto. É tiro certo no comendador!

P.S: De quebra, você ainda pode ter a chance de encontrar o Anthony Bourdain deitadão na praia, curtindo um sol!
Cruzeiro-Magali Viajante-Anthony Bourdain

Magali Viajante