Lincoln Burger: Novidade na Vila Clementino

Quem mora na Vila Clementino sabe que o bairro não é exatamente conhecido por suas opções de restaurantes, bares e afins. Mas também é verdade que a cena gastronômica daqui tem melhorado, pelo menos no número de opções, nos últimos tempos. Temos muitas pizzarias de bairro, alguns restaurantes japoneses, uma casa de lámen, um bar de espetinhos e uma ou outra hamburgueria.
Pra engrossar a lista de hamburguerias, abriu no final de março o Lincoln Burger, aqui bem pertinho de casa.
lincoln burger
+ Veja 46 opções de passeios gastronômicos pra fazer essa semana em SP +

Passamos um dia na frente, achamos legal, mas só tivemos a chance de voltar para conhecer a casa há umas duas semanas.

O ambiente é bem simples e pequeno, como se fosse uma grande garagem com algumas mesas.
No horário que chegamos, por volta das 20h de um dia de semana, éramos os únicos clientes e nos incomodou bastante que não tinha nenhuma música tocando, pois isso tirava toda a privacidade do lugar: nossa conversa era facilmente escutada por todos e a gente também podia ouvir o proprietário da casa negociando com fornecedores ao telefone e a conversa dos funcionários. Simples detalhes que fazem toda a diferença.

lincoln burguer vila clementino
O ambiente do Lincoln Burger

Não há atendimento nas mesas. Você pede no balcão, aguarda seu nome ser chamado quando o lanche ficar pronto e paga na hora que for embora.

No cardápio, seis opções de burgers, dois acompanhamentos, alguns milkshakes e freakshakes, que são uns milkshakes gigantescos.
Ficamos no clássico mesmo: duas cervejas, uma porção de batata frita e dois burgers.

Lincoln Burger - Cardápio - Magali Viajante
Cardápio do Lincoln Burger

A cerveja estava perfeita, estupidamente gelada, como dizem por aí. Já a Batata com Ervas (R$ 6) era bem sem graça. Era claramente uma batata congelada, saída diretamente do pacote para a fritadeira. Nem super crocante estava. As ervas, eram alguns raminhos de alecrim. Batata simples pra comer porque você estava lá, mas totalmente esquecível.
A porção é pequena, mas suficiente para uma pessoa e até dá para duas que não estejam com muita fome. Mas considere que talvez seja melhor economizar as calorias e ir direto para o burger.

lincoln burger
A batata, bem sem graça

Thiago foi de John Burger – 150g de carne bom bacon, queijo, tomate, alface, cebola e maionese da casa (R$ 27).

lincoln burguer vila clementino
John Burger

Eu escolhi o Washington Burger – 250g de carne recheada com queijo, tomate, cebola, alface e maionese da casa (R$ 29).

lincoln burger
Washington Burger


Os dois burgers chegaram bonitos à mesa e merecem uma menção honrosa pelo ponto: ambos estavam no ponto pedido – ao ponto pra mal passado.

Lincoln Burger - Burgers - Magali Viajante
Ponto dos burgers: menção honrosa

A aparência do pão já nos mostrava que aquele não seria um dos pontos altos do lanche, o que se confirmou quando começamos a comer: pão industrializado seco, desses que a gente compra no atacadão.
O burger, apesar do ponto perfeito e do sabor gostoso e pronunciado de carne, tinha um defeito grave: a quantidade de sal. Estava super salgado. No começo, desconfiei que pudesse ser outro elemento do sanduíche e saí provando tudo separadamente, mas era o burger mesmo. A impressão era de que a mistura já havia sido temperada antes de ganhar o formato e que quando foi a chapa, ganhou um pouco mais de sal, “só pra garantir”.
Eu não devolvi o lanche, e confesso que deveria ter feito isso. Mas o que sempre me deixa chocada nos restaurantes é a falta de cuidado em acertar de primeira. Você tem só uma chance para surpreender o seu cliente. Não jogue essa chance fora.

Os dois burgers tinham gosto tão parecido que não consigo destacar características de um ou de outro. Ok, o burger do John tinha gosto de bacon e o meu tinha queijo dentro do burger, mas neste último caso, não agregou nada ao lanche.

+ Empório das Arábias: boas pastas árabes na Vila Clementino +

Fora a quantidade de sal do burger, achamos que as coisas foram feitas com um pouco de descuido. O pão não era bom, o queijo e a maionese também não. Infelizmente não foi uma boa descoberta no bairro.

Além disso, achamos o preço do burger caro para o que oferecia. Por este mesmo preço, ou menos que isso, você come melhores burgers na cidade: tá aí o Bullguer, Burger Table, Katz Burger e Tradi, só pra citar alguns.

+ Bullguer: simples, barato e delicioso +

Olhamos as sobremesas. Três opções, além dos milkshakes: pudim de leite, cheesecake e sorvete. Não apeteceu, não parecia que a gente ia se dar bem nessa.

Enfim, pra gente, não rolou o Lincoln Burger. Muita coisa ainda (mesmo depois de dois meses da abertura) ainda fora de lugar, pouco cuidado e nada que me fizesse querer voltar.

Ainda não descobri nenhuma hamburgueria boa aqui no bairro. Pelo visto, vou ter que continuar a minha busca!

Lincoln Burger (https://www.facebook.com/Lincoln-Burger-1156720457696172/)
Rua Primeiro de Março, 249 – Vila Clementino, SP – (11) 5071-0034 – Metrô mais próximo: Santa Cruz ou Praça da Árvore (ambos a 1km de distância).
Segunda a sábado, das 11h30 às 23h.
Gastamos cerca de R$ 80, em duas pessoas.

Sugestões de lugares na Vila Clementino para conhecermos e colocar aqui no blog?

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o Facebook, Instagram,Twitter,YouTube e até Snapchat. Segue lá!

7 comments

  • Estive lá ontem 22/09/2016 e também achei o hamburguer salgado e o pão bem fraquinho. Também achei o queijo sem expressão no lanche, passou batido. Pedi um John Burger.
    Ponto da carne estava correto, mas não fiquei com a impressão de ter comido um lanche que valia o preço pedido.
    Tá fácil de melhorar, mudar o pão e reduzir o sal pra começar, colocar um queijo mais amarelo, com mais sabor. Fazendo isso não precisa nem alterar o preço.

    • Oi Freitas,

      Valeu pelo relato!
      Fiquei triste em saber que eles não mudaram nada em todo este tempo. Como você disse, é fácil de resolver, só precisa saber se eles também acham que isso é um problema, né?

      Um abração

  • Estive em 26/10, o ambiente é muito agradável e o hambúrguer estava excelente, saboroso e com preparo impecável. Vale a pena conhecer.

    • Já conheci e não gostei, Richard.
      Mas fico feliz que tenha tido uma boa experiência.

  • Fui lá na última semana, e adorei o local, é pequeno porém bem aconchegante, adorei a simpatia da Chef, e o rapaz que auxilia ela nos pedidos. Pedi a batata canoa, e estava extremamente deliciosa junto com os molhos de maionese e queijo. Pedi um Washington burguer, e ele estava delicioso, o pão estava crocante e o hambúrguer estava no ponto que eu pedi! Não achei ele salgado, talvez você não tenha ido em um bom dia! Mas eu super recomendaria a hamburgueria, infelizmente não moro perto para voltar mais vezes

    • Oi Allana,

      Fico feliz que tenha tido uma boa experiência. Infelizmente um negócio não se pode dar ao luxo de ter “dias ruins”.

      Um abraço

Comments are closed.