La Central: Comida Mexicana no Copan

Quem lê este blog há algum tempo sabe que eu e o Centro de São Paulo não temos a relação mais amigável do mundo.

+ Veja o que fazer de legal em SP no feriado de 7 de setembro +

Não sei me locomover por lá, já me meti em roubadas e muitas das experiências que vivi no Centro não foram exatamente agradáveis.

Mas como tudo na vida muda, semana passada tive uma ótima experiência no Centro. Na República. À noite. O famoso quem te viu e quem te vê.

Semana passada tive um compromisso profissional na República que não podia faltar. Como sei que o Centro é impraticável de carro (assim como a cidade inteira está se tornando. Hello Uber de R$ 6) , decidi ir de metrô e andar um pouco por ali.

Foi uma excelente ideia. Primeiro, percebi como ando fechada no mesmo mundinho, mesmas pessoas, mesmos locais. Foi bacana ver gente diferente, outra realidade, outros pensamentos. Abrir a cabeça, é o que dizem por aí.

Fui no meu compromisso e ao sair, morrendo de fome, pensei que poderíamos aproveitar e comer por ali mesmo, já que eu lembrava de ter ao menos três opções boas em volta (Casa do Porco, Bar da Dona Onça e La Central).
Pensando na disponibilidade de tempo x dinheiro, decidimos pela última opção.

Antes, demos uma passeada pelo térreo do Copan, prédio histórico e icônico de SP que, vergonhosamente, eu nunca havia entrado (taca pedra na Magali).

O La Central é um restaurante mexicano que fica no térreo do Copan. Abriu há mais de um ano já e desde então, ouvi críticas boas e ruins sobre o lugar.

(Já aviso que as fotos não estão muito boas porque não estávamos preparados para fazer review no dia.)

la central copan
A fachada envidraçada do restaurante


+ Já conhece As Lourdetes? Comida mexicana de primeiríssima +

O ambiente do La Central é ótimo. À noite, e principalmente às quartas feiras, quando recebe um DJ, a casa parece mais um bar-balada do que um restaurante.
A decoração mais sóbria e clean em nada lembra os clichês mexicanos que vemos por aí.
Um grande vidro separa o restaurante da rua e sentar-se nas mesas que ficam próximas à ele e ficar olhando as pessoas que por ali passam é bem interessante.

la central
O ambiente é bem bonito e em nada parece um restaurante mexicano típico

O clima da noite era de festa. Tínhamos algumas coisas para celebrar, outras para colocar em dia, mas o mais importante de tudo, queríamos conversar e dar uma quebrada na semana corrida e cheia de coisas que vínhamos tendo.

Sentamos e fomos informados pelo garçom, Fabrício era o nome dele, que a noite era de double Margarita. A ocasião pedia um drinque e aceitamos a oferta.

Falando no Fabrício, achamos ótimo o atendimento do La Central. Fabrício nos deu bastante atenção, explicando os pratos, sendo solícito e nos deixando sozinhos quando estávamos conversando.

Fabrício nos disse que lá era legal todos os dias, mas que quarta era o melhor dia, já que tinha Double Margarita e DJ. As margaritas estavam ótimas!

la central restaurante
Double Margarita: I’m on it!

O cardápio do La Central traz clássicos da cozinha mexicana, como Tacos, Guacamole, Tostadas, Quesadillas e outros pratos nem tão conhecidos assim por aqui, como os Fideos e o Pescado Divorciado. Graças a Deus, nenhum prato de inspiração tex-mex.

la central cardapio
Parte do cardápio do La Central

Pedimos então dois tacos diferentes, para começar. Cerdo com chicharrón – carne de porco com purê de feijão, torresmo e chile verde (R$ 18, duas unidades) e Ceviche – peixe do dia marinado com salsa de bico de galo e mini romana (R$ 20, duas unidades) foram as nossas escolhas iniciais.

la central comida mexicana
Tacos de cerdo

Os tacos chegam rapidamente à mesa e são relativamente bem servidos. É claro que você não ficará satisfeito com apenas um pedido de tacos, mas essa é a proposta, que você possa provar várias coisas diferentes.

Todos os pratos vem acompanhados de três tipos de salsas da casa: roja, de pimentas e tomates vermelhos; verde, de pimentas e tomates verdes, e picante, combinação de pimentas mais fortes.

Os tacos estavam bem vistosos, mas decepcionaram um pouco no sabor.
Além de sentirmos falta de uma mão mais pesada nos temperos, como é comum nas taquerías do México, os dois tacos tinham alguns defeitos mais pronunciados.

+ Onde comer na Cidade do México? +

O de porco tinha a carne saborosa, mas muito seca. Alguém errou feio na hora de deixar o porco macio e suculento.
Já o de ceviche, como era de se esperar, foi feito com tilápia e apesar de eu não ter nada contra usar o peixe no preparo do prato, é preciso tomar cuidado no uso da tilápia, pois muitas vezes, ela tem um gosto desagradável de terra, que foi exatamente o que aconteceu no La Central (há diferentes teorias que explicam o gosto de terra da tilápia, desde a que os peixes com este sabor pronunciado passam fome até a que diz que os que são criados em pequenos espaços, com muitos peixes “confinados” sofrem grande estresse e isso tem consequência na filtragem de água e no sabor de terra. Não tenho nenhuma comprovação, mas o fato é que muitas tilápias tem este gosto desagradável).

la central edificio copan
Tacos de ceviche

As salsas, por sua vez, estavam bem saborosas, apesar de serem pouco picante (mesmo a mais forte). A verde tem sabor mais refrescante e combina perfeitamente com pratos mais ricos, com mais gordura. Já a picante tinha um sabor defumado bem gostoso.
Gostamos de pimentas mais fortes e no cardápio dizia que era só solicitar para o garçom, mas nem precisamos pedir.
Acho que ele viu que aquelas ali não eram suficientes para nós e ele trouxe uma versão mais forte da cozinha. Ainda assim era fraca.
O pessoal da cozinha então preparou um molho na hora para nós, a partir de pimenta habanero. Aí sim estava bom, mas só peça se você quiser sentir a boca arder de verdade.

Uma das coisas que eu mais gosto na vida é de guacamole. E sem modéstia nenhuma, eu sei que preparo um que é muito bom, que aprendi com duas amigas da Cidade do México.
Pedimos então o Guacamole La Central, que acompanha totopos feitos na casa (R$ 24).

la central restaurante mexicano
Guacamole poderia ser melhor


+ Aprenda a fazer o meu guacamole +

A porção é ótima, perfeita para dividir entre amigos. Os totopos da casa, um tiquinho grossos, são bem crocantes e gostosos também. Mas faltou graça ao guacamole.
É injusto dizer que ele nada tinha de bom, pois ele estava fresco, com pimenta e tomate picado, mas faltava alma ao guacamole.
Não tinha quase nenhuma acidez, o que é necessário no guacamole, pouco sal e pouco sabor. Era mais uma pasta de abacate amassada com tomate. Não me animou tanto quanto o meu guacamole.

la central restaurante e taqueria
Enfim, partimos pra sobremesa. Tamal de guayaba con queso – doce de milho com goiabada e queijo fresco servido com sorvete de nata.
Aí finalmente eles acertaram. E ali´ás, acertaram duplamente com o belo café coado da casa, que estava delicioso.

la central
Prove o excelente café da casa

O tamal estava ótimo. Parecia uma grande pamonha servida quente com recheio de goiabada só no meio. Demorou um pouco para encontrarmos o recheio, é verdade, mas quando achamos, a sobremesa ficou deliciosa. Só isso já estaria bom e o sorvete de nata não fez muita diferença. Mas a sobremesa era deliciosa!

la central sp
O tamal estava ótimo!

E toma mais Margarita!

Conversamos, conversamos e tivemos uma noite ótima no La Central, apesar da comida não ter sido o forte da casa.

Se estiver procurando um lugar no Centro pra conversar, fazer um esquenta e tomar uns drinks, o La Central é ótimo. Se comer for o seu interesse, é melhor procurar outro lugar.

la central copan
Eu saindo elegantemente do La Central

Sentimos que o La Central tem muita vida. Vida na sua equipe, nos clientes, no ambiente, na música. Mas falta vida ~e muita alma mexicana~ à comida. É pena!

La Central (http://www.lacentral.com.br/)
Avenida Ipiranga, 200 loja 53 – Edifício Copan – Centro – SP – (11) 3214-5360 – Metrô mais próximo: República (350 m)
Segunda a sexta, das 12h às 15h30 e das 19h à 0h; sábados, das 12h à 0h e domingos, das 12h às 17h30.
Gastamos R$ 120 com dois tacos, um guacamole, uma sobremesa, um café e quatro Margaritas (que só pagamos duas).

Quais são seus restaurantes preferidos no Centro de São Paulo? Deixe a sua dica pra mim aqui nos comentários e eu prometo que irei mais até lá.

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o Facebook, Instagram,Twitter,YouTube e até Snapchat. Segue lá!

Submit a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *