Kyoto em um dia: 6 lugares para conhecer na cidade

Kyoto é uma das cidades do Japão mais procuradas pelos turistas. Também pudera: conhecida como a cidade dos mil templos, Kyoto abriga os templos mais famosos do Japão, alguns deles considerados patrimônio histórico pela Unesco. Além dos templos, a cidade é a casa das gueixas e das maikos (aprendizes de gueixa), tem grande importância histórica e a sua gastronomia, com o tradicional e imponente kaiseki, é referência e conhecida mundialmente.

+ Aprenda a fazer uma Flor de Avocado, nova tendência nas mídias sociais +

Kyoto é daquelas cidades que merecem ser exploradas devagar, com calma, detalhadamente. Visitar os templos mais importantes, conhecer a gastronomia local e se perder nas ruas, admirando as gueixas e maikos (verdadeiras ou não). Por isso, eu recomendo que, caso você tenha tempo, separe ao menos 3 dias inteiros para ficar na cidade, para conhecê-la mais a fundo.

Infelizmente eu, assim como a maioria dos viajantes, não tive a chance de ficar tanto tempo assim na cidade. O que eu queria ver precisava ser resolvido em apenas um dia, sem dormir por lá. Era tanta coisa pra ver no Japão, amigos e família para visitar e dinheiro para economizar, que Kyoto acabou tendo apenas umas 10 horas da minha vida, injustamente, eu sei.

Mas como sei que essa é a realidade de muita gente que vai pra lá, fiz este roteirinho básico e simples com 6 coisas que você precisa conhecer na cidade, se só tiver um dia por lá.
Pode ter certeza que você vai gostar, mas vai ser pouco tempo, e você vai sair de lá já planejando a sua próxima visita.

Vamos às dicas:

1. Templo Kiyomizudera

kyoto temples
Kiyomizudera, em Kyoto

Este é o templo mais famoso, que você não pode deixar de visitar de jeito nenhum.
Kiyomizudera significa templo da água pura e este é um dos templos considerado patrimônio histórico pela Unesco.
Ele é grandioso e conta com várias atrações dentro dele (o que é ótimo, pois economiza o seu tempo e você pode aproveitar mais e conhecer mais coisas. Falarei de algumas dessas atrações a seguir).
Lá de cima do Kiyomizudera, que fica 13 metros acima da colina, você tem uma visão bem bonita da cidade de Kyoto e para quem gosta de arquitetura, vai adorar esse passeio: o templo, todo construído em madeira e famoso pelas colunas feitas com o material, não leva nenhum prego ou parafuso em sua estrutura, ou seja, ele é todo feito de encaixes. A construção atual data de 1633 e ele ainda está firme e em pé. Palmas para o engenheiro!

Lá também é um excelente lugar para ver sakura durante a primavera. O imenso jardim do templo fica todo florido e os apaixonados trocam juras de amor e se inspiram na beleza das flores.

Falando em amor, você verá vários casais andando por lá. O Kiyomizudera é um templo propício para o amor e muitos casais acreditam que estando lá juntos, fortalecerão seus laços. Além disso, há vários amuletos à venda para “ajudar” a achar um bom marido ou encontrar um amor. Não deixe de comprar um amuleto para trazer com você ou dar de presente, quando estiver por lá. Já disse isso aqui antes, mas repito: mesmo que essa não seja a sua crença, faz parte da cultura japonesa e mal não vai fazer, né?

O Kiyomizudera é o templo principal, mas ao redor dele há vários templos menores, cada um com seu significado. Você pode visitar todos e experimentar todos os rituais de cada um deles. É um daqueles lugares com energia boa, de onde você sai inspirado e energizado. Não perca!

+ Veja 3 lugares para comer os clássicos de Osaka +

2. Jishu Shrine

kyoto shrine
Fazendo a minha fézinha no amor

A área em que o Kiyomizudera fica é tão grande e tem tantas atrações dentro dela que é fácil de se perder lá dentro e não ver alguma coisa importante.
Por isso, vou indicar aqui uma atração que você não deve perder lá dentro (apesar de ser bem difícil de não ver, já que ela fica logo na entrada.
É o Jishu Shrine.
Ele é um templo dedicado ao amor e ao bom “match” (alô, Tinder)!
O templo conta com duas pedras que ficam a 18 metros de distância uma da outra. Reza a lenda que se uma pessoa de olhos fechados conseguir, sozinha, chegar de uma pedra á outra, ela encontrará um amor.
Mas fique tranquilo se direção e equilíbrio não forem o seu forte, você também pode pedir pra alguém te ajudar no caminho entre uma pedra e outra, mas aí você terá um intermediário para encontrar o seu amor.

Além dessas pedras misteriosas, no Jishu Shrine dá para comprar plaquinhas para escrever seu pedido amoroso e amarrar por lá, para que ele se realize. Você pode pedir que o seu relacionamento dure, que você encontre um novo par ou qualquer outra coisa relacionada à relacionamentos.
Eu não acredito muito nessas paradas, mas acho o ato tão bonito e representativo, que logo fui amarrar minha plaquinha lá. Como dizia aquela propaganda dos seguros Bradesco, é melhor ter. Vai que, né?

3. Cachoeira Otowa

kyoto
Faça somente um pedido na Cachoeira Otowa

Outro lugar que os supersticiosos devem ir e que também fica na área do Kiyomizudera é a cachoeira Otowa.
Na verdade, ela é tão bonita e tão japonesa que todos devem ir.
A Otowa é uma queda de três águas, cada uma representando um benefício diferente, que a pessoa deve beber para conseguir o que deseja.
Você pode escolher entre longevidade, sorte no amor ou sucesso nos estudos. É só ir lá, escolher e beber da água desejada.
Mas atenção: não se pode querer tudo nessa vida! Não seja egoísta e escolha somente um benefício.
Adivinha qual eu escolhi??

+ Assista esse e outros conteúdos sobre o Japão no canal do Youtube da Magali +

4. Lojinhas do Higashiyama District

kyoto higashiyama
Várias lojinhas legais na volta do templo

Tem uma razão para eu ter colocado as lojinhas do Higashiyama District, que dão acesso ao Kiyomizudera depois, e não antes, da dica do templo.
É que quando você estiver andando para chegar no templo, será grande a tentação de entrar nas diversas lojinhas para fazer compras. Mas não faça isso, senão você terá que ficar carregando sacolas durante toda a sua visita ao Kiyomizudera.
Você sairá do templo pelo mesmo lugar que entrou, e aí, poderá comprar o que quiser.
São várias lojas de souvenirs, produtos típicos da região, produtos para casa, roupas, tecidos, papeis, comida…
Eu recomendo que você entre em todas as de comida, rs. A maioria delas serve os produtos para você degustar antes de comprar, e ainda por cima, algumas servem chá verde para acompanhar. Tem biscoitos, bombons e doces que você só vai encontrar em Kyoto, então vale a pena levar.

Além das comidinhas, Kyoto também é conhecida pelo washi, um tipo de papel japonês, bem bonito e delicado, e pelos tecidos produzidos lá. São os chamados meibutsu, ou itens típicos de um lugar específico.
Entre nas lojinhas e fique maravilhado com a quantidade de coisas bonitas que eles vendem. Eu trouxe algumas necéssaires e porta cartões feitos com o tecido de Kyoto. Um luxo só!

5. Yojiya

kyoto japão
Sabonetes da Yojiya


Essa é uma dica especial para quem gosta de cosméticos e de cuidar da pele.
Falando em comprinhas, sugiro que você vá conhecer a loja e os produtos da Yojiya, que tem uma unidade perto do Kiyomizudera.
A marca foi fundada em 1904 e é conhecida em todo o Japão por produzir ótimos cosméticos para a pele e ficou mundialmente famosa por produzir uns papeizinhos absorventes que retiram a oleosidade da pele instantaneamente.
Eu nunca testei esse produto, mas comprei alguns sabonetes para lavar o rosto que são fantásticos.
A minha dica é que você compre o de sakura, indicado para pele seca e queimaduras; o de limão yuzu, para fechar os poros; o de matchá, antiidade; e o de arroz que é para hidratar a pele profundamente.

Além destes sabonetes, a loja tem vários outros produtos muito bons, como hidratantes, cremes para o rosto, esfoliantes… com certeza, mulheres e homens vaidosos acharão um presentinho lá.

Tô me sentindo até uma blogueira de beleza com essa indicação!

Mais informações: http://www.yojiya.co.jp/english/ (em inglês, japonês, ou chinês).

6. Kinkaku-ji

kyoto city
Kinkaku-ji, o “Templo de Ouro”

A última dica para um dia em Kyoto é um templo que você já deve ter ouvido falar: é o Kinkaku-ji, mais conhecido como o “Templo de Ouro”.
Ele tem essa fama por ter os seus dois pavimentos superiores completamente cobertos por folhas de ouro, o que dá a ele uma impressionante cor dourada. Kinkaku-ji significa “Templo do Pavilhão Dourado”. Faz sentido, né?

Talvez você já tenha visitado versões do Kinkaku-ji. Eles tem várias réplicas no mundo. Uma, inclusive, aqui no estado de SP, na cidade de Itapecerica da Serra. Mas visitar o original é sempre mais legal, né?

Infelizmente, esse é um templo apenas para contemplação, pois não é possível visitar o interior do mesmo. Mas mesmo assim, vale a pena. A sua aparência é impressionante, os jardins do templo são magníficos e ele tem grande importância histórica.

O Kinkaku-ji já passou por alguns incêndios, mas a sua estrutura foi toda renovada em 1955 e até hoje é mantida.

Lá, assim como no Kiyomizudera, o templo fica em uma grande área muito bonita e propícia para passeios, com vários templos menores para serem visitados. Mas prepare-se: a quantidade de turistas no Kinkaku-ji é enorme, mas isso não costuma ser um problema no Japão, pois tudo é bem organizado e seguindo a teoria das janelas quebradas, parece que as pessoas, de qualquer lugar do mundo, se comportam de acordo.

Você pode até ter pouco tempo em Kyoto, mas isso não significa que não irá aproveitar muito a sua estadia…

Semana que vem, eu falarei aqui no site sobre os motivos pelos quais eu não quis alugar uma roupa de gueixa em Kyoto e porque você deveria fazer o mesmo.

Gostou das dicas de Kyoto? Tem mais dicas da cidade? Deixe aqui nos comentários!

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o Facebook, Instagram,Twitter,YouTube e até Snapchat. Segue lá!

2 comments

  • Quais as cidades que você visitou? Quantos dias ficou em cada uma delas? Estou montando um roteiro para visitar o Japão em Fevereiro de 2018, saindo do Rio dia 09 ou 10 e ficando por lá 15-18 dias. Me ajuda por favor

    • Oi, Julio,

      Eu viajei muito pelo Japão e passei por diversas cidades. No meu canal do YouTube você encontra a série “Welcome to Japan”, onde eu apresento dicas de todas as cidades que passei.
      Que tipo de ajuda você precisa, além das dicas que já estão aqui no blog?

      Um abraço

Submit a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *