Graça Mineira: a feijoada que eu mais gosto em São Paulo

Eu adoro feijoada! Acho um programão para o final de semana. Comer uma feijoada, tomar uma caipirinha e ouvir um samba. Tem programa mais brasileiro que esse?

Por isso, adoro levar meus amigos gringos para comer a tal iguaria. Tudo quanto é estrangeiro que vem pra cá, eu levo pra provar feijoada.
Mas sinceramente, tem algumas coisas que eu não entendo:

– Por que só tem feijoada de quarta e sábado? E se me dá uma vontade louca de comer na terça, ou no domingo?
– Por que tem lugares que cobram R$ 90 por pessoa pela feijoada? Por melhor que seja, minha gente, é feijão…
– Por que tem lugar que ainda serve feijoada rala e sem tempero?

Mas para fugir dessas coisas que não entendo e nem quero entender, tem um lugar onde a feijuca nunca decepciona. Já vou lá há quase 10 anos e é sempre um sucesso. Ainda por cima é perto de casa. Estou falando do Graça Mineira, minha gente.

O Graça Mineira, que fica pertinho do metrô Santa Cruz, existe há 22 anos e é um sucesso no bairro. Acho tão engraçado que o restaurante é muito frequentado pelos japoneses do bairro e você chega lá e vê os japas se fartando de feijoada, carne seca e comida brasileira da boa.

Como o nome diz, eles servem comida mineira. Lá você vai encontrar tutu mineiro, leitão a pururuca, mexidão, frango tropeiro e mais um monte de comida pesada gostosa que não são permitidas de segunda à sexta. A menos que você tenha mandado a dieta às favas de baunilha.

Já provei diversos pratos e são gostosos, mas o que vale a pena mesmo é a feijoada. Respondendo aos meus questionamentos, ela é servida todos os dias, custa menos de R$ 90 (e serve até 4 pessoas) e é encorpada, bem temperada, uma delícia.

Deu até água na boca! *Foto da minha querida amiga Christine Lee
Deu até água na boca!
*Foto tirada pela minha querida amiga Christine Lee

O ambiente é simples, mas confortável e se estiver cheio (como normalmente está) é beeeeem barulhento. Obviamente não é um lugar romântico, onde se vá para um primeiro encontro, mas é perfeito para ir com uma turma de amigos ou com a família toda. Eles reservam mesas grandes, então é normal você ver comemorações de aniversários para a família inteira rolando por lá.

O atendimento não é dos melhores, mas também não chega a incomodar. É simples, rápido, direto ao ponto, mas eu nunca tive problemas.

Nas bebidas, eles mandam muito bem nas caipirinhas tradicionais e tem uma extensa carta de cachaças, que você pode pedir por dose.

Quando for escolher a comida, desconsidere o cardápio e os garçons, que dizem que os pratos servem duas pessoas. Eles servem no mínimo três (com muita fome) e facilmente quatro pessoas com apetite normal.
Minha sugestão: peça o primeiro prato, e se não for suficiente, aí você pede outro… Mas também, se sobrar, não tem problema, eles embalam em uns tupperwares funcionais, e você pode se deliciar em casa no dia seguinte, quando a feijoada fica ainda melhor.

Agora, à feijoada: ela vem em uma panela de barro, borbulhando de quente, acompanhada de arroz, farofa, couve e laranja. Dá para pedir bisteca e torresmo à parte, mas eu sempre acho que vem tanta carne, que não precisa…
Uma delícia para esquentar um dia friozinho, ou para animar um dia quente também. Feijoada combina com qualquer tempo.

Olha o pratão! *Foto tirada pela minha querida amiga, Christine Lee
Olha o pratão!
*Foto tirada pela minha querida amiga Christine Lee

O que eu mais gosto de lá: Da banana empanada. É top! Peça como acompanhamento da sua feijoada. Quando eu vou lá, todo mundo já sabe que eu vou pedir pelo menos uma banana por pessoa.
O que eu não gosto muito: Das entradinhas… dispense os bolinhos, eles não são nada demais. Guarde o seu apetite para a feijoada.
Dica que vale ouro 1: Eles também tem uma filial na Berrini, mas recomendo que você vá na casa original, perto do Metrô Santa Cruz.
Dica que vale ouro 2: Lá tem valet, mas as ruas próximas costumam ter vagas Zona Azul.
Dica que vale ouro 3: Chegue cedo aos finais de semana. O lugar lota! Se você não quiser esperar mais de uma hora na fila e tiver perdido a hora, vale também ligar lá, pedir a sua feijoada e ir retirar. Fica uma delícia comer em casa também.
Dica que vale ouro 4: Se você pagar em dinheiro, tem 10% de desconto na conta.
Dica que vale ouro 5: Se não estiver muito a fim de feijoada, prove a Mexida Mineira, mexido de carne de sol desfiada, feijão, arroz, couve e ovo, com tutu, banana e torresmo. É top demais!

Outro prato bom demais, Mexida Mineira. *Foto tirada pela minha querida amiga Christine Lee.
Outro prato bom demais, Mexida Mineira.
*Foto tirada pela minha querida amiga Christine Lee.

Eles também servem pratos individuais no almoço durante a semana. Novamente, vá com fome, porque mesmo individual, o prato é enorme.

E não é que deu vontade de comer feijoada, em plena segunda feira?

Graça Mineira (http://www.gracamineira.com.br/)
Rua Machado Bitencourt, 75 – Vila Mariana – (11) 5579-9686
Terça à quinta, das 11h30 às 23h; sexta e sábado, das 11h30 às 23h30 e domingo, das 11h30 às 16h30.
A feijoada custa R$ 79,90 e serve facilmente 4 pessoas.