Festival de Sopas do CEAGESP: a última chance do ano!


Se você se sente assim, às vezes em SP, sem nada nem ninguém para amar. Música tudo a ver com o post!

Faz um tempão (acho que desde que eu nasci há tanto tempo) que ouço falar do Festival de Sopas do CEAGESP e também da famosa sopa de cebola do lugar.

Mas aí também ouvia dizer que a região não era muito recomendada à noite e que as filas para o festival dobravam o quarteirão. Sempre ficava com preguiça, desistia e decidia que não ia passar do ano seguinte. A verdade é que eu até tentei ir em 2013, mas a fila realmente estava desanimadora.

Como 2014 é um ano de grandes mudanças, de fazer coisas novas e de tirar a bunda do sofá, decidi que não perderia essa experiência por nada.

E eu também tinha um baita preconceito em ir jantar no Ceasa. Achava que ia ser meio sujo, lugar meio mal encarado e que eu iria me sentir meio incomodada… Sabe de nada, inocente!

Decidi ir em uma fria quarta feira, já que imaginei ser o dia mais vazio. Deu certo!
Chegamos lá por volta das 21h, e não tinha nenhuma fila. Em 10 minutos sentamos.
Sim, o lugar é simples, mas super arrumadinho e limpo, e te faz sentir em um restaurantezinho do interior. Clima gostosinho, para ficar por lá, batendo papo e tomando uma sopa quentinha.

Festival de Sopas Ceagesp - ambiente - Magali Viajante

O festival de sopas custa R$ 29,90 por pessoa e te dá direito de comer as cinco sopas do buffet à vontade, mais os acompanhamentos da sopa: torrada, crouton, queijo ralado, cebolinha, salsa, molho de pimenta e linguiça calabresa. Também tem um buffet de petiscos por quilo (R$ 49,90), mas que eu não senti a mínima necessidade de escolher nada.

Festival de sopas Ceagesp - buffet de pestiscos - Magali Viajante
No dia que fomos, as sopas eram: a tradicional Sopa de Cebola e também a versão gratinada; Creme de alho poró com fondue de queijo; Mini Conchiglioni com ragu de carne; Creme de mandioquinha com badejo e Caldo de quenga (frango com milho).

A minha preferida: Conchiglioni com ragu de carne
A minha preferida: Conchiglioni com ragu de carne

Além do clima interiorano e do preço camarada, gostei muito das sopas. Elas tinham um gosto bem caseirão, que você não encontra nas padarias por aí. Sérião, bem melhor, mas beeeeeeeem melhor mesmo que as da Galeria dos Pães padaria ruim, cara e sem graça.

A minha preferida foi a de Conchiglioni com ragú de carne, que me lembrou muita as sopas substanciosas que a minha mãe fazia quando eu era criança, mas a verdade é que todas estavam boas. O legal é que até quem não é muito fã de cebola (que não é meu caso), vai gostar da tradicional sopa de cebola, um clássico na cidade de São Paulo. Pergunta para o seu pai ou o seu avô, e com certeza, ele já provou essa sopa. Uma delicinha!

Sou super a favor de conhecer os clássicos da nossa cidade. Muitas vezes, estamos tão preocupados em conhecer outros países e culturas, que esquecemos de descobrir as coisas boas que São Paulo tem. (Ok, tem dias de três horas no trânsito, roubo do celular no farol e clima mais seco que o deserto, mas se você olhar com mais cuidado, existe sim ALGUM amor em SP. Às vezes escondido, disfarçado, mas tem sim…
Quantas pessoas você conhece que nunca foram até a Sala São Paulo ou que nem sabem que São Paulo tem um museu world class como a Pinacoteca?
Essa sopa ajuda a esquentar o coração e a barriguinha mole e ter um amor, ainda que pequeno, por São Paulo.(Mas vale a dica de tomar cuidado nos faróis da região… não tá fácil, não!)

Uma coisa meio besta, mas que preciso compartilhar com vocês: o banheiro é super limpo! Digo isso, porque tem um monte de lugar bacanudo fazendo Festival de Sopas ou qualquer outra coisa, que tem banheiro de rodoviária. Lá, eles tomam cuidado com estes detalhezinhos, beeeem importantes por sinal.

É óbvio que não tem luxo nenhum (então nem adianta levar o seu amigo hipster dos Jardins), mas eu gostei pacas de lá!

Dica que vale ouro: o Festival acaba este domingo, dia 31/08, e você não pode perder! Mesmo! Além do mais, essa última semana eles só vão servir as sopas best-seller, logo o cardápio está muuuuuuuito bom (Sopa de Cebola e a versão gratinada; Creme de alho poró com fondue de queijo; Creme de abóbora com carne seca; Caldo Verde; Sopa de rabada; Sopa de frutos do mar).
Ah! No domingo, eles também servem uma sobremesa inclusa no valor do buffet. É a sopa de chocolate com frutas. Um clássico entre as mulheres!

É para virar freguês! E esperar todos os invernos, ano após ano, para ir até lá!

Festival de Sopas do Ceagesp (http://festivaldesopasceagesp2013.wordpress.com/)
Avenida Doutor Gastão Vidigal, portão 4 – (11) 94732-8179
Quarta, quinta e domingo, das 18h à 0h; sexta e sábado, das 18h às 2h.
Buffet de sopas + bebida não alcoólica: R$ 35 por pessoa.
Estacionamento dentro do CEAGESP, por R$ 5 com o carimbo do Festival de Sopas.

Ah! A partir do dia 03/09, o CEAGESP irá servir o famoso Festival de Pescado. Depois o Magali te conta tudo!

7 comments

Submit a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *