Crème Brûlée: Receita Très Chic Para o 14 de Julho

Nessa quinta feira, 14 de julho, é comemorada a queda da Bastilha.
Este é o feriado nacional mais importante para os franceses, pois ele marca o início da Revolução Francesa.

+ Os bentôs do Hirota Food Express são bons? +

Conhecido na França como Festa da Federação, este dia, além de ser feriado, recebe diversas festividades e comemorações por toda a França.
Em Paris, na Champs-Elysées, acontece um desfile militar que é tão importante que conta até com a presença do presidente. Já em outras cidades menores, é comum ter uma grande festa e uma enorme queima de fogos.

Eu tive o prazer de viver a experiência do 14 de julho na França, em 2009. Morava em uma cidade pequena, de cerca de 20 mil habitantes, e praticamente todos os moradores foram para o parque de lá para uma grande festa comunitária. No final da festa, uma linda e longa queima de fogos com os franceses cantando orgulhosamente o seu hino, a La Marseillase.

Foi uma experiência tão bacana que todos os anos eu tento celebrar o 14 de julho de alguma forma, por mais simples que seja.

+ Veja dicas do que fazer em Lyon, uma das cidades mais bonitas da França +

Este ano, decidi compartilhar com vocês a minha comemoração. Farei para a data um Crème Brûlée, sobremesa icônica francesa muito apreciada no mundo inteiro, inclusive aqui no Brasil.

Crème Brûlée significa literalmente creme queimado e é uma sobremesa muito simples, mas que exige algumas técnicas de cocção e talvez por isso a gente encontre tanto Crème Brûlée fajuto e mal feito por aí.

Essa receita de hoje é originalmente do Institut Paul Bocuse, em Lyon, onde eu estudei. Ou seja, mais autêntica que a receita do Monsieur Bocuse não há.

Faça hoje ou na quinta (ou nos dois dias) e faça o seu 14 Juillet ser très chic!

Crème Brûlée
(Rende seis porções)
Creme Brulee - 14 juillet - Magali Viajante
Ingredientes:
– 250g de leite integral
– 250g de creme de leite fresco
– 65g de açúcar
– 150g de gemas de ovos
– 1 fava de baunilha
– Açúcar cristal

+ Aprenda a fazer o Coulant au Chocolat, a versão francesa original do Petit Gâteau +

Modo de Preparo:

Em uma panela, misture o leite, o creme de leite fresco e 1/3 do açúcar. Com a ajuda de uma faca, abra a fava de baunilha, retire todas as sementinhas de dentro e adicione ao leite.
Caso você não tenha fava de baunilha, não use a essência, pois não vai ficar bom nesta receita. Você pode trocar a fava de baunilha por outro ingrediente para aromatizar o seu creme, como grãos de café (infusionado no leite), pasta de pistache ou raspas de laranja.

Leve o leite ao fogo até ferver.

Em um bowl, separe as gemas das claras. Para essa receita, você só vai usar as gemas, então pode guardar as claras para um omelete fit ou qualquer outra receita. Você vai precisar de 150g de gemas, que equivalem a 7 ou 8 gemas.
Bata rapidamente as gemas com um fouet e adicione o restante do açúcar, batendo somente para misturar.

Quando o leite estiver fervendo, faça a temperagem dos ovos: com uma concha, peque um pouco do líquido e acrescente às gemas, batendo rapidamente para baixar a temperatura. Essa técnica previne as gemas de coagularem rapidamente, transformando seu creme em algo parecido com ovos mexidos.

Depois de temperar as gemas, volte toda a mistura para a panela do leite e em fogo bem baixinho, mexa sem parar com um fouet para evitar que as gemas cozinhem.
Você deve cozinhar a mistura sem parar de mexer até ela engrossar um pouco e obter a consistência de um creme ralinho.
O segredo aqui é não parar de mexer e controlar bem a temperatura, caso contrário, seu creme vai virar uma ambrosia.

Quando o creme atingir a consistência desejada, coe-o em uma peneira bem fina para tirar possíveis grumos.
Coloque o creme, ainda quente, em ramequins individuais, enchendo-os quase até a borda.

Coloque então os ramequins em uma assadeira com água que atinja até a metade dos potinhos e leve-os para assar assim, em banho-maria.

Creme Brulee - Cru - Magali Viajante
Os ramequins com Crème Brûlée antes de assar

O forno deve estar na temperatura mais baixa possível. No meu forno, a menor temperatura é 150°C e deu certo. Leve-os para assar por aproximadamente uma hora. Eles estarão prontos quando estiverem firmes, porém com uma consistência mais mole do que um pudim.

Retire-os do forno e deixe esfriar completamente. Quando estiver frio, leve-os à geladeira até ficarem bem geladinhos.

creme brulee amelie poulain
E depois de assados, antes de queimar… (Olha só os pontinhos pretos de baunilha, hummm)

Na hora de servir, polvilhe açúcar cristal por cima de cada um e queime com a ajuda de um maçarico ou do grill do forno.

Sirva e veja seus convidados ficarem maravilhados com a casquinha crocante. A melhor parte do Crème Brûlée é quebrar a casquinha!

Aí, é só curtir o seu 14 de julho e Allez les bleues!

creme brulee frança
Olha que textura linda!

Ah! Como este é o mês da França, vou postar mais duas receitas francesas aqui no blog. Semana que vem tem Boeuf Bourguignon. Deixe aqui nos comentários qual receita você quer aprender a fazer na outra semana.

Quando fizer essa receita, tire umas fotos e marque a hashtag #MagaliViajante. Você pode aparecer no Instagram do Magali!

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o Facebook, Instagram,Twitter,YouTube e até Snapchat. Segue lá!

 

3 comments

Submit a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *