Como Fazer uma Massa de Pizza Fácil e Deliciosa em Casa

Como fazer massa de pizza - Pizza de Shimeji - Magali Viajante
Shimeji com requeijão e tomate

Sabe aquele dia que dá vontade de fazer alguma coisa gostosa em casa, mas que você não sabe bem o que é?
Antes de desanimar e partir para o telefone para pedir uma pizza, você pode fazer a sua própria pizza em casa.

+ Aprenda a fazer empanadas chilenas +

Eu ando sem vontade nenhuma de comer pizza das pizzarias por aí. Apesar de achar gostoso, sempre acho as redondas muito pesadas e não me sinto bem depois. Aí um dia estava em casa, sem muita vontade de sair, pesquisando o que eu poderia fazer somente com os ingredientes que tinha em casa. Foi então que eu descobri e resolvi testar essa excelente receita de massa de pizza do Jamie Oliver e como cobertura, usei os legumes e outros itens que tinha na geladeira. Foi um sucesso! As pizzas ficaram excelentes e me deram tão pouco trabalho que não sei quando pedirei um delivery de pizza novamente.

+ Quer sair pra comer uma pizza? Veja duas ótimas opções na Vila Mariana +

Vamos à receita.

Massa de Pizza
(rende 3 discos grandes)

massa de pizza caseira
Berinjela, bacon e tomate cereja

Ingredientes:

– 15g de fermento biológico fresco
– 15g de açúcar
– 300mL de água morna
– 500g de farinha de trigo
– 15g de sal
Um pouco de farinha extra para polvilhar

Para a cobertura, você pode usar o que preferir, ou o que tiver em casa. Eu fiz três sabores: tomate em cubos, shimeji, requeijão, cebola crua e queijo maasdam; abobrinha, milho, pimentão vermelho, linguiça curada e parmesão; tomate em cubos, berinjela, bacon e queijo maasdam.

A dica que vale ouro aqui é usar a sua criatividade. Abra a geladeira e use o que tiver por lá. Pizzas vegetarianas ficam uma delícia, mas você pode incrementar com bacon, atum em lata, linguiça e todos os tipos de queijo que tiver. Também é legal deixar todos os ingredientes disponíveis e cada um monta a sua.

Modo de preparo:

Dissolva o fermento e o açúcar em metade da água morna (150mL). Nesta etapa, você precisa tomar bastante cuidado com a temperatura da água, que não pode estar fria, senão não ativará o fermento e nem muito quente, para não “matar” o bichinho.

Em um bowl grande, faça um vulcão com a farinha e o sal. Faça um buraco no meio e coloque aí a mistura de fermento dissolvido.
Com as pontas dos dedos de uma mão, vá misturando lentamente o fermento à farinha de trigo, sempre partindo do centro para o exterior da massa, até que todo o fermento tenha sido incorporado à farinha de trigo e a massa fique uma coisa só.

Coloque então o restante da água morna (mais 150mL) e misture bem à massa para que ela fique umedecida e uniforme.
Dependendo da farinha que você utilizar, pode ser que precise de mais água, ou de um pouco mais de farinha. A massa deve ficar homogênea, lisa e úmida, mas sem grudar demais na mão. Vá colocando água e/ou farinha aos poucos até obter um ponto parecido com uma massa de pão.

Quando a massa estiver bonita e homogênea, chegou a hora de mostrar o seu muque e colocar toda a sua agressividade para fora: é a hora de sovar a massa. Em uma superfície lisa e levemente enfarinhada, você deve mexer bem na massa, enrolando, dobrando e empurrando a massa várias vezes, por 5 a 10 minutos (ou até você ficar bem cansado, este é o ponto). Isso faz com que o glúten (sim, ele mesmo) se desenvolva e dê estrutura para a massa.

Passe um pouco de farinha nas mãos, no fundo do bowl e no topo da massa e faça um bola com ela. Coloque-a novamente no bowl e faça talhos profundos na massa com uma faca (como se fizesse um X na superfície dela). Cubra com um pano limpo ou com filme plástico e deixe em um lugar morno (não pode ser em um local frio, senão a massa não cresce. Em cima do fogão com as janelas e portas da cozinha fechadas costuma ser um bom lugar) descansando, para que a massa cresça. Esse processo deve levar entre 40 minutos e uma hora.

Quando a massa tiver dobrado de tamanho, divida a massa em três pedaços e abra com um rolo até formar um disco de pizza, redondo, com cerca de 0,5 cm de altura. Se você achar mais fácil, pode abrir com a mão também, imitando o que os pizzaiolos fazem (eu achei bem mais fácil).
Se for a primeira vez que você estiver abrindo uma massa, pode ter dificuldade em deixá-la no formato redondo, mas não se preocupe, o formato não importa tanto assim.

massa de pizza fácil
Quando você for abrir a massa, ela estará com essa carinha

Essa massa dá para fazer desde aquelas pizzas mais crocantes, de massa bem fininha, até as deep-dish pizzas, típicas de Chicago. Você pode fazer um disco de cada jeito, ou na espessura que preferir. Só tome cuidado para a massa não ficar muito fina, pois ela pode rasgar com o peso da cobertura.

Coloque em uma assadeira levemente untada com óleo, cubra com a cobertura de sua preferência e leve ao forno pré-aquecido a 250°C até que a cobertura tenha derretido e que a base da pizza esteja levemente dourada.

Quando sair do forno, sirva imediatamente.

Caso você não coma a pizza toda e queira guardar para comer depois, pode armazená-la na geladeira ou até congelar. Mas quando for esquentar, use o forno e não o microondas. O microondas deixará a massa extremamente borrachuda e quando ela esfriar, será impossível de comer.

massa de pizza rápida
abobrinha, milho, linguiça e pimentão

Com essa massa, também dá para fazer pizzas doces, pois ela tem o sabor bem neutro. Aí é só deixar a sua criatividade falar mais alto.

+ Para a sobremesa, que tal uma Banoffee Pie? +

Gostaram? É tão legal colocar a “mão na massa” que garanto que você pensará duas vezes antes de pegar o telefone para ligar na pizzaria…

Use a #MagaliViajante para postar as fotos das receitas que você aprender aqui nas mídias sociais. A sua foto pode aparecer no instagram da Magali.

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o Facebook, Instagram,Twitter,YouTube e até Snapchat. Segue lá!

2 comments

Submit a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *