Como Fazer Cuscuz Paulista | Magali Cozinha

Tá certo que o aniversário de São Paulo foi semana passada, mas nunca é tarde para comemorar a data com uma bela receita de Cuscuz Paulista.

+ Confira aqui dicas para se refrescar no verão carioca +

Por mais que muita gente diga que SP não tem pratos ou uma tradição culinária original, que a comida daqui é uma mistura de todas as culturas que aqui vivem, eu acredito sim que São Paulo tenha ótimos pratos tradicionais da cidade para oferecer.

O que dizer do picadinho, do pastel, da parmegiana ou do bauru?

+ Já comeu o bauru do Ponto Chic? Veja o que eu achei +

Fiquei pensando em quais pratos paulistas ou paulistanos eu poderia fazer para comemorar o aniversário da cidade e então decidi ir por um que além de ser bem comum por aqui, ainda leva “paulista” no nome…

Eu, como uma boa filha de nordestinos, adoro cuscuz. Mas eu gosto dele de tudo quanto é jeito, seja marroquino, nordestino ou paulista.
E você, seja de onde for, também vai adorar essa receita de hoje.

Cuscuz Paulista
(Rende um cuscuz grande, para umas dez pessoas)

cuscuz paulista

Ingredientes:

  • 250g de camarão (preferencialmente o médio, mas também funciona com o sete barbas)
  • Meio limão
  • 250g de peixe fresco em filé (eu usei carapau, mas você pode usar qualquer peixe branco de sua preferência)
  • 2 ovos
  • 1 vidro de palmito em conserva
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 1/2 cebola
  • 2 dentes de alho
  • 4 tomates
  • 1/4 de xícara de chá de extrato de tomate
  • 100 ml de leite de coco
  • 1/2 xícara de chá de milho verde
  • 1/2 xícara de chá de ervilha
  • 1/2 xícara de chá de farinha de milho
  • 1/2 xícara de chá de farinha de mandioca
  • Salsinha e cebolinha
  • Algumas gotas de molho de pimenta
  • Sal a gosto
  • Pimenta do reino a gosto

+ Veja aqui todas as receitas da Magali +

Modo de Preparo:

Comece limpando o camarão: se você tiver comprado o médio, retire cabeça, rabo e cascas e depois, faça um corte nas “costas” do camarão para retirar a tripa dele, um fiozinho escuro que fica nessa parte.
Se você tiver comprado o sete barbas, basta retirar a tripa.
Tempere o camarão com o suco de limão e o sal e reserve sob refrigeração.

Cozinhe os ovos até ficarem duros, cerca de 10 minutos após levantarem fervura. Retire do fogo, descasque-os e corte-os em rodelas. Reserve.

Corte a cebola e o tomate em cubos pequenos, pique o alho, a salsinha e a cebolinha e corte o palmito em rodelas.

Em uma panela grande, coloque a manteiga e sue a cebola até ela ficar transparente. Em seguida, acrescente o alho e refogue mais um pouco. Quando ele começar a dourar, acrescente o tomate e deixe cozinhar por 10 minutos em fogo médio.

Adicione nesta panela o extrato de tomate, o leite de coco, a salsinha e a cebolinha, tempere com sal e pimenta e deixe cozinhar por mais 15 minutos em fogo médio, mexendo de vez em quando para não queimar o fundo da panela.

Enquanto a mistura de tomates cozinha, limpe o peixe, você vai usar apenas o filé sem pele. Corte-o em cubos médios e reserve sob refrigeração.

Separe então cerca de 20 camarões e salteie-os rapidamente na frigideira, tomando cuidado para não cozinhar demais. Guarde os camarões restantes.

Bata essa mistura no liquidificador e em seguida, volte-a para a panela.

Em fogo baixo, vá acrescentando aos poucos a farinha de milho e de mandioca, mexendo sempre até engrossar.
Quando a mistura já estiver grossa, acrescente então os cubos de peixe, o camarão cru, metade do palmito, o milho, a ervilha, o molho de pimenta e misture bem. Prove o tempero e se necessário, acrescente mais sal e pimenta. Cozinhe por uns cinco minutos e tire do fogo.

Molhe com água gelada uma forma de buraco no meio de cerca de 24 cm de diâmetro. Deixe-a levemente molhada.

Arrume então no fundo e nas laterais da forma o camarão salteado, o palmito e os ovos cozidos. Pense que essa será a superfície do cuscuz, então arrume bem direitinho, deixando as gemas dos ovos voltadas para a panela, para obter uma bonita apresentação.

Coloque então na fôrma o cuscuz, pressionando-o bem para ficar bem acomodado.

Cubra a fôrma com filme plástico e leve para geladeira por três horas.

Sirva frio!

Você pode variar o recheio deste cuscuz, utilizando outros frutos do mar ou mesmo fazê-lo vegetariano, somente com legumes.

Ele harmoniza bem com uma taça de Chardonnay com pouca presença de madeira.

Essa receita foi inspirada na original do blog Panelinha, porém fiz minhas alterações e testei-a antes de postá-la aqui.

Que receita você quer ver por aqui? Deixe seu pedido na caixa de comentários.

Quando fizer essa receita, tire umas fotos e marque a hashtag #MagaliViajante. Você pode aparecer no Instagram do Magali!

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o Facebook, Instagram,Twitter,YouTube e até Snapchat. Segue lá!