Come On Burger: Reduto de Estudantes na Vila Mariana

O Festival do Hambúrguer da Cuponeria, que acabou no final de setembro, me fez conhecer duas novas hamburguerias na cidade.
A primeira foi o Luz, Câmera, Burger, que vocês leram review há uns tempos aqui no blog.
A segunda foi o Come on Burger, e eu vou contar a experiência pra vocês hoje!

come on burger

+ Veja o que eu achei do Luz, Câmera, Burger +

O Come On Burger fica estrategicamente localizada em um reduto de estudantes universitários na Vila Mariana. Na Álvaro Alvim, a rua da hamburgueria, tem uma unidade da ESPM e uma da Belas Artes e poucas opções de lugares bons pra comer. Dá pra entender porque a casa vive lotada de jovens endinheirados, então se quiser algum sossego, vá aos finais de semana, quando não tem aula nessas universidades e o ambiente fica bem mais calmo.

O Come on Burger é uma hamburgueria pequena, com opções de assentos em um balcão de bar e umas quatro mesas no piso inferior. No andar de cima, um salão maior e uma varanda que é concorridíssima em dias de calor.

Ambos contam com decoração descolada, com um bonito graffiti, dizeres e uma grade aramada na parede que dá um visual bem bacana e urbano para a casa.

come on burger
O ambiente do Come On Burger

 

+ Descubra o que tem de mais legal para fazer em SP neste final de semana +

As mesas são pequenas e próximas e dá pra ouvir a conversa do amiguinho da mesa do lado, mas isso não chega a incomodar já que estamos em uma hamburgueria e o clima é informal.

O atendimento é ok e os pedidos chegavam rápido, apesar da menina que nos atendeu não fazer questão de ser muito simpática, o que não chegou a comprometer a experiência.

Demos uma olhada no cardápio, que tem várias opções de burgers e de cervejas.

come on burger
O cardápio

 

Era um sábado à tarde bem ensolarado e quente. De acordo com o que vimos no cardápio, pedimos um chope. Não tinha. Pedimos uma outra cerveja qualquer e um chá gelado da casa, que fica em uns recipientes grandões de vidro.

come on burger
Cervejas do Come On Burger

O chá é refil (R$ 9) e você pode escolher entre pêssego e limão. Ambos são bem doces e tem gosto de chá industrializado. Não são ruins, mas não parecem feitos na casa.

come on burger
O chá gelado

 

Em seguida, pedimos uma porção de fritas (fritas sequinhas e crocantes, acompanha Ketchup de maçã Hellmann’s com toque Come On), R$ 15.

come on burger
Batata frita com ketchup de maçã e canela

 

A porção de fritas era enorme e dava facilmente pra três pessoas. Estava sequinha e gostosa, como deve ser. Não gostamos muito do ketchup de maçã. Apesar da ideia ser boa, o molho era doce demais e se tornava bastante enjoativo. A saída foi comer com mostarda mesmo, já que o ketchup da Hellmann’s também não é lá grandes coisas.

A promoção do Cuponeria dava direito a 2×1 do lanche Mix Burger, feito com hambúrguer de 160g, cream cheese, cebola crispy, ketchup de maçã e canela no pão brioche (R$ 33).

come on burger
Mix Burger: um torpedo de cream cheese

 

O Mix Burger não está no cardápio e foi criado exclusivamente para o festival. Normalmente, ele não seria o meu escolhido e o cardápio tinha coisas bem mais interessantes, como o Cheese Salada e os lanches mais clássicos. Mas como estava na promoção, fiquei com esse mesmo e pensei que seria uma boa forma de conhecer o burger da casa.

Ao fazer o pedido, a atendente nos informou que os burgers eram servidos no ponto da casa, com a carne avermelhada.

Toda vez que alguém me fala isso eu fico pensando que raios é o ponto da casa?
Existem três pontos conhecidos mundialmente: mal passado, ao ponto e bem passado, e suas variações: ao ponto pra mal ou ao ponto pra bem.
Toda vez que alguém fala “ponto da casa” eu sempre penso que é uma forma de servir o ponto que quiser, sem o cliente poder reclamar, afinal, é o ponto da casa. Segue o jogo.

Recebemos os nossos burgers e o do Thiago estava no “ponto da casa”, avermelhado e o meu tinha esse aspecto somente no centro, as pontas estavam passadas demais.
Mesmo assim, o burger estava gostoso, com bastante gosto de carne, úmido e tempero na medida.
O pão de brioche estava bom, mas um pouco seco. Já as cebolas crispy estavam deliciosas, bem crocantes.

come on burger
A ponta do meu hambúrguer passou do ponto “da casa”

 

O grande problema deste burger foi a quantidade de cream cheese, desequilibrada demais. Eu já não sou super fã do queijo cremoso e acho que tem apenas alguns usos específicos que são aceitáveis.
Mas pensando que jovens costumam gostar de cream cheese em tudo, até no temaki, entendi o uso do ingrediente no burger.
A questão era que tinha cream cheese demais. Aquilo deixou o lanche super pesado e virou uma bomba no meu estômago. Não me lembro da última vez que comi algo tão pesado assim.

+ Bolo de laranja com cream cheese: aí sim fica bom +

O lanche não era de todo ruim, mas foi estragado pela quantidade de cream cheese usado. Talvez se fosse usado 1/3 da quantidade ou trocado por maionese, o lanche ficaria bem melhor.

A combinação cream cheese + carne + cebola + molho adocicado de maçã e canela também não agradou. No final, achamos todos os elementos do sanduba muito pesados e faltou algo mais leve e fresco para dar um equilíbrio.

E apesar de termos pago apenas um burger, com a promoção do Cuponeria, achamos o burger beeeeem caro. Por 33 reais eu esperava algo muito, mas muito melhor.

Tentamos curar a nossa decepção com uma sobremesa. No cardápio, três opções de doces + milk shakes.

Pedimos um Cheesecake com calda de frutas vermelhas (R$ 15) e só depois do pedido já feito eu perguntei para a atendente se o doce era feito na casa. Ela não sabia dizer e foi perguntar para outra pessoa.
Quando ele chegou, a resposta estava óbvia: ele não era feito lá e lembrava um cheesecake congelado, desses que a gente compra no mercado.
Resultado: massa grossa, calda doce demais, bolo massudo e sem gosto de queijo. Passe essa sobremesa sem dó.

come on burger
Cheesecake: passe sem dó

 

+ Conheça o The Pitchers, que tem um cheesecake sensacional +

Não ficamos impressionados com o Come on Burger e a melhor coisa que provamos na casa foram as batatas fritas.

Voltaria, mas para provar outro burger mais leve, mas certamente não está na minha lista de prioridades.

Come On Burger (http://comeonburger.com.br/)
Rua Doutor Álvaro Alvim, 193, Vila Mariana, SP – (11) 5082-1645 – Metrô mais próximo: Vila Mariana (800 m)
Segunda a sexta, das 11h30 às 23h; sábados e feriados, das 11h30 às 23h30.
Gastamos R$ 90 em duas pessoas, mesmo pagando um só burger. Caro!

Já foi no Come On Burger? Concorda comigo? Deixe seus comentários aqui embaixo.

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o Facebook, Instagram,Twitter,YouTube e até Snapchat. Segue lá!