Burgers baratos… o saldo do fim de semana!

Queridos, este final de semana rendeu para o blog! Fizemos a maratona das hamburguerias baratas de SP! E o resultado foi bom… Começamos no sábado comendo em duas hamburguerias e se estendeu até a segunda, por causa de uma grande oportunidade!

Começamos a nossa jornada pela Na Garagem Hamburgueria. Eu tinha ouvido falar muito bem deste lugar, várias críticas positivas de blogs que eu conheço e confio. Adorei o conceito deles, que ainda está bem iniciante, porém caminhando no Brasil… o menu é mega restrito, com apenas duas opções de hambúrgueres (cheese salada tradicional e vegetariano), duas opções de batata frita (rústica – com casca e alecrim, e a palito tradicional) e bebidas. O que eu acho legal neste conceito é que há a possibilidade do lugar mega se especializar nos poucos itens do menu e fazer o melhor possível de cada um deles!

photo (14)

 

(Olha a frente do Na Garagem!)

Sobre o lugar, fica em uma pequena ruazinha de Pinheiros, em uma garagem (mesmo!) apertadinha, com um balcão, a chapa e uma mesa alta na frente, cabem umas 10 pessoas no total. No dia que fui, achei interessante que tinham até umas pessoas sentadas em cadeiras de praia comendo do outro lado da rua! Engraçado como a rua é tão tranquila mesmo sendo em uma travessa da Pedroso de Morais! Apesar de ser pequeniníssimo, o lugar é super bem montadinho e bonito! Mandaram benzaço no projeto! Ah, e mesmo sendo apertado, você não se sente desconfortável lá! Além disso, a coifa deles funciona super bem, então mesmo sentando do lado de dentro, na frente da chapa, você não sai todo defumado!

foto (16)

(Detalhe da chapa, essa era a nossa vista sentados no balcão!)

Vamos ao que interessa, o hambúrguer! Pedimos um de cada, e batatas rústicas. A batata vem em uma canequinha super charmosa, e achei a porção justa para duas pessoas. E estava sensacional! Batata quentinha, crocante por fora e macia por dentro, quantidade certa de sal e alecrim! Foi minha coisa preferida de lá!

photo (9)

 

(Olha a delícia da batata aí)

Quando chegaram os burgers, apesar de vistosos, ao dar a primeira mordida (e a segunda, e a terceira) não me impressionaram em nada! Sei que várias pessoas que eu conheço vão me crucificar por causa deste comentário, mas achei totalmente sem graça! Veja bem, não disse que é ruim, disse apenas que não foi meu preferido! Vamos por partes dos motivos pelos quais eu não gostei: o cheese salada tradicional é feito em uma grelha à gás, e eu senti bastante gosto de gás na minha carne; eles não servem maionese, mas no lugar, colocam um molho feito na casa de mandioquinha e cenoura, achei muito leve, de fato a desaparecer no meio do lanche; e o burger vegetariano, achei louvável o fato de não usarem soja, mas a verdade é que aquilo não é um hambúrguer… é uma mistura gostosinha de ingredientes, mas não satisfaz a vontade de um hambúrguer…

photo (11)

(Cheese salada)

photo (12)

(Hambúrguer vegetariano)
Bom, pode ser que você vá e goste! E essa é a intenção do blog, gerar discussões saudáveis acerca da gastronomia hoje! Depois me deixe saber o que você achou!

O que mais gostei de lá: O ambiente, as batatas fritas e o conceito! Muito legais mesmo!

O que não gostei muito: Dos burgers!

Na Garagem Hamburgueria (https://www.facebook.com/nagaragemhamburgueriaartesanal)

Rua Benjamin Egas, 301 – Pinheiros – 3097-9031

Segundas à sábados, das 12h às 15h e das 18h30 às 22h

O Cheese salada custa R$ 17, porção de batatas rústicas R$ 6. Você come em duas pessoas, com bebidas, por uns R$ 50.

————————-

Depois de almoçar, o dia começou a melhorar gastronomicamente. (Primeiro porque como já estávamos em Pinheiros, demos uma passada na excelente Frida e Mina, post aqui). Depois, como tínhamos que ir até o Ipiranga para passar em uma loja (depois prometo um post sobre o Ipiranga, bairro bacaninha, que eu não conhecia muito bem!), resolvemos dar uma passada no Hambúrguer do Seu Oswaldo, que sempre tivemos curiosidade de conhecer, mas nunca dava certo de ir até lá!

photo (20)

 

(A chapa cheia de hambúrgueres, a visão do paraíso!)

O lugar é bem simplão, mas frequentado sobretudo por famílias famintas do bairro, e tem a aparência de uma padoca de bairro, com um balcão grande e uma chapa no fundo. Achei simpático, e bem característico do bairro, que ainda preserva o lado antigo! Os atendentes são super simpáticos e organizam bem a fila, a ordem de quem senta primeiro e os pedidos. Estávamos com um pouco de pressa, então pegamos o lanche e fomos comendo no carro mesmo (a ansiedade não deixou chegar em casa). Lá não vende batata frita, milk shake, o refri é de garrafa e não aceita cartão! Um convite ao passado! Um convite delicioso, diga-se de passagem!

photo (19)

 

(O salão simples do Seu Oswaldo)

Eu adorei o cheese salada! De verdade! Sou meio contra a gourmetização de tudo o que estamos vivendo hoje! E como diz a minha amiga Talitha Barros, só existem dois tipos de comida, a boa e a ruim! E o hambúrguer lá é do bom! Simples, é verdade, tradicional! Mas bem cuidado e feito com carinho! O hambúrguer, a maionese e o molho de tomate são feitos lá! E dá para notar! O hambúrguer é daqueles fininhos, bem passados, mas tem gosto de carne, bem temperadinho… O molho de tomate é leve e combina super bem com o resto do sanduba!

08-hamburguer-seu-oswaldo

 

(Apetitoso! A foto não é minha!)

Resultado: ficamos felizes da vida de ter comido no Seu Oswaldo… e com vontade de comer mais vários… tanto que normalmente cada pessoa pede 2 ou 3, porque eles são pequenos, e deliciosos! Perfeito para aquela fominha pequena do meio da tarde do sábado, entre o almoço e jantar! E baratíssimo também, custa R$ 11.

photo (21)

 

(Como veio o nosso “X-Salada” embalado para viagem)

O que mais gostei de lá: Da simplicidade cuidada de tudo! E do preço!

O que não gostei muito: Fiquei pensando, mas não pude escolher nada que não gostei de verdade! Acho justa e honesta a sua proposta!

Hambúrguer do Seu Oswaldo (https://www.facebook.com/SeuOswaldo)

Rua Bom Pastor, 1659 – Ipiranga – Não tem telefone, hahaha

Segundas à sábados, das 12h às 22h

Gastamos R$ 15, com o cheese salada e um refri!

—————————

Para fechar o fim de semana com chave de ouro (já na segunda feira), eu li no site da Veja SP (Galera! Vale a pena fuçar bastante na Internet em busca de boas novidades), que a tradicionalíssima lanchonete Pibus estava comemorando seu aniversário de 30 anos, com cheeseburguer a R$ 4 e cheese salada a R$ 6. Não podia perder essa super oportunidade! E eu, mesmo passando lá na frente frequentemente, nunca tinha tido vontade de parar para provar (alguns amigos tinham me feito uma crítica negativa).

E lá vai eu e o Thi saindo de casa às 23h da segunda, para comer o sanduíche baratinho! O lugar é bem rasgueira, sabe? Bem sujo, com os atendentes nem aí para você, mas eu relevei tudo isso, afinal estava na missão de provar o cheese salada de seis contos.

WP_000249

(Olha o cardápio, com os preços normais)

E não é que estava gostoso? Assim, eu não sairia de casa só para comer o sanduba do Pibus e nem combinaria com ninguém para ir lá, mas pelo preço, valeu super a pena, e ainda demos uma quebrada na semana!

Image

(Tava gostoso! Bem melhor que a minha salada de todas as noites!)

A conta foi ridícula, R$ 16,50, com um cheese burger, um cheese salada, uma coca zero e serviço! Essa nem doeu no bolso! Eu só espero que eles continuem fazendo promoções como essas nos próximos anos… Então já sabem, já marquem o dia 16/12/14 nas suas agendas (que velho isso!) para comer o burguer baratinho!

Image

(Olha a conta, pessoal!)

O que mais gostei de lá: o preço, hahahaha!

O que não gostei muito: faltou dar uma limpadinha básica no chão, né minha gente?

Pibus (http://www.pibus.com.br/)

Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 819 – Itaim – 3845-4627

Domingo à terça, das 11h à 1h; quarta e quinta, das 11h às 2h; sexta e sábado, das 11h às 5h.

Neste dia, gastamos R$ 16,50 na conta, mas em um dia normal, o cheese salada custa R$ 16. (Vale mais a pena ir no Seu Oswaldo!)

2 comments

  • Mi, tem mais um hamburger que vocês precisam experimentar: o Cau e o Gansinho fizeram novamente aquele hamburger que vocês experimentaram em Itu, mas desta vez eles fizeram na churrasqueira. Ficou muito bom! Talvez tenha ficado ainda melhor do que aquele da primeira versão, feito na chapa. Agora vocês já tem outra desculpa para vir nos visitar (se bem que vocês nem precisam de desculpa para isso né, pois vocês sempre serão bem vindos)!

    Beijos e obrigada pelas dicas!!

Comments are closed.