Atacama: 9 Coisas que Você Tem Que Saber Antes de Viajar Pra Lá

Se você está pensando em viajar para o Atacama, tem uma série de coisinhas que deve saber antes de ir para lá.

+ Marie Marie Bakery: prove um dos melhores croissants de São Paulo +

Além de escolher os passeios que quer fazer, onde vai ficar, o que comer e quanto gastar, é bom ter uma noção completa do que é o Atacama para planejar uma viagem mais tranquila, sem perrengues e mais de acordo com o seu perfil.

Por isso, fiz essa lista com nove coisas que você deve saber antes de ir pra lá. Leia e saiba tudo que eu queria que alguém tivesse me falado antes de eu ir pro Atacama.

1. Prepare-se para extremos

atacama no inverno
Geyseres del Tatio.
14 graus negativos, 4200 metros de altura, vento cortante, 7 de manhã.
Pode ser mais extremo que isso?

 

O Atacama é um lugar de extremos. Dependendo da época do ano, faz muito frio, muito calor, é muito alto, tem muito vento, muito pó. E isso tudo faz parte do lugar, não tem como evitar. Mas tem como se preparar pra isso e não sofrer quando chegar lá.

No outono e no inverno, é frio mesmo! Eu cheguei a pegar 12 graus negativos em maio. É frio que dói. Mas basta estar preparado e com a roupa certa para se proteger da friaca extrema. Então já sabe: se for no inverno, leve casacos pesados, segunda pele, meia, polaina, touca, luva e tudo o que puder para se abrigar do frio.
Em alguns pontos, a temperatura fria nem é tanto o problema, mas o vento cortante faz a sensação térmica ser bem menor. Esteja preparado!

Por outro lado, no verão, o calor pode pegar forte. A temperatura absoluta nem é tão alta assim, por volta dos 26°C, 27°C, mas o sol, super forte, castiga a pele. Protetor solar, sempre (e essa dica também vale para o frio).

Falando de altitude, alguns passeios do Atacama chegam a 4200 metros de altura. Isso é muito alto. Muita gente pode ter o famoso soroche, ou mal de altitude. Há algumas formas de evitar esse mal: beber muita água, não andar rápido, dormir bastante, evitar bebidas alcoólicas… tem até quem diga que tomar um Advil ajuda. O importante é se conhecer e reconhecer os primeiros sinais de alerta do corpo.

Se você ficar hospedado em San Pedro de Atacama, como a maioria dos viajantes faz, vai ver que a poeira será a sua acompanhante durante toda a viagem. Não tem como manter ambientes ou roupas limpas naquela cidade, que, fazendo parte de um deserto, é super seca e tem pó por toda parte.
Se você for alérgico, já prepare os remédios, soro fisiológico e lencinhos para não passar tão mal durante a viagem.

+ Veja como é a cidade de San Pedro de Atacama +

2. Recheie sua mala de itens essenciais

atacama
Meu rosto queimadinho de frio. Devia ter passado mais protetor e hidratado mais.

 

Tem algumas coisas que você não pode deixar de levar para o Atacama.
A primeira coisa são roupas quentes e confortáveis e eu falarei mais sobre isso daqui a pouco.
Outras coisas que não podem sair da sua mala de jeito nenhum são remédios para dor de cabeça (comum para quem está sofrendo de soroche), remédios para garganta (eu acordava todo o dia com ela arranhando por causa do frio e tempo seco), colírio (se você usar lente de contato, eu sugiro que deixe-as em casa e vá de óculos), soro fisiológico (o nariz de muita gente sangra lá por causa da altitude e do clima seco), remédios para alergia, dor de barriga, dor de estômago, protetor labial (a menos que você queira que os seus lábios pareçam a terra rachada do sertão), garrafinha para encher de água e um creme hidratante super power, daqueles com uréia, pelo mesmo motivo do protetor labial.

 

3. Leve roupa simples e confortável

atacama chile
Esse protetor de rosto me salvou nos dias de frio e vento intensos

 

Vai ser impossível manter a sua roupa limpa no final de um dia no Atacama. Ela provavelmente estará cheia de pó e suja por um dia inteirinho no deserto.
Além disso, como eu já disse acima, San Pedro de Atacama é uma cidade todinha de terra, sem asfalto e todos os passeios são no meio da natureza. Por isso, a menos que você vá ficar em um hotel cinco estrelas e tenha que cumprir agenda de celebridade ou blogueira de moda, não precisa levar nenhuma roupa chique.

Sabe aquele salto alto que você ama? Deixa em casa!
E aquela calça que você pagou super caro e não pode nem pensar em sujar? Deixa em casa!
Ou ainda aquele casaco branco que só de ver poeira já fica sujo? Deixa em casa também!

A ordem do dia aqui é levar roupas simples, confortáveis e de acordo com a estação do ano quando estiver lá.
Abuse de tênis e botas confortáveis, casacos corta-vento, camisetas de manga comprida, calças confortáveis simples, esse tipo de roupa.

San Pedro de Atacama não tem (pelo menos que eu saiba) nenhuma balada super chique que você só entra com a roupa da moda, então relaxe!

Além disso, não deixe de levar luvas, toucas, muitas meias, calças quentinhas, várias trocas de camiseta, boné ou chapéu para se proteger do sol, cachecol e aquelas bandanas de pescoço que ciclistas usam. Elas são ótimas para proteger o nariz do frio e fizeram a maior diferença quando estive lá.

Ah! E leve roupa que dê pra jogar na máquina depois. Elas ficarão imprestáveis, então só uma boa máquina de lavar pra dar jeito nas suas roupas.

 

4. O clima pode acabar com os passeios

atacama desert
Imagina que tristeza não visitar as lindas Lagunas Altiplânicas porque elas fecharam devido ao mau tempo?

 

Pesquise bem sobre o clima antes de viajar, pois saiba que algumas atrações fecham no inverno ou no verão.

Eu tenho uma amiga que foi para o Atacama no meio de junho deste ano e por causa do frio extremo e da neve, ela não conseguiu conhecer alguns dos melhores lugares de lá, o Salar de Tara, Lagunas Altiplânicas, Geyseres del Tatio e Piedras Rojas. Tudo estava fechado por causa do mal tempo.

Ou seja, ir até o Atacama para ficar preso no hotel ou andando sem rumo pela cidade e não poder conhecer os principais pontos turísticos não é negócio, certo?
Por isso, pesquise bem sobre o clima e leve isso em consideração antes de viajar.

Eu fui no começo de maio e me dei muito bem. Peguei muito frio, mas pelo menos todas as atrações estavam abertas!

 

5. Os passeios são longe

atacama mapa
A estrada será o lugar onde você passará mais tempo

 

Se você não tem paciência em ficar muito tempo chacoalhando dentro de uma van, saiba que a maioria das atrações não fica perto da principal base dos viajantes, San Pedro de Atacama.

Tá certo que você sairá muito cedo do hotel para ir a certas atrações e pode gastar esse tempo dormindo, mas é legal saber que os Geyseres del Tatio ficam a 2 horas de San Pedro, o mesmo tempo que se leva até as Lagunas Altiplânicas, o Salar de Tara fica a mais de 100 quilômetros de distância.

Ou seja, prepare-se para ficar com a bunda quadrada sacolejando dentro de uma van.

 

6. Não é muito barato

atacama chile noite
Ter o luxo de um piquenique em pleno Valle de la Luna não pode custar barato, certo?

 

A coisa mais legal de se fazer no Atacama é sair para conhecer os lugares inacreditáveis que tem por lá.
Os passeios são parte indispensável da viagem e não tem graça ir até lá somente para ficar em San Pedro de Atacama.
Mas prepare o bolso! Os passeios não são nada baratos e podem variar de um preço “pagável” ao custo dos “olhos da cara” dependendo da agência que você escolher.
Se quiser fazer vários passeios, separe umas boas centenas de dólares. Mas fique sabendo que vale a pena, ok?

 

7. Beba água. Muita água

atacama sky
Eu disse água, ok?

 

Uma das coisas que fará você se sentir melhor na altitude e no clima seco é beber muita água.
É sério! Hidrate-se, vá no mercadinho e compre garrafas de dois litros, carregue água com você em todos os passeios. Mas é água, tá? Não vale trocar por refrigerantes, sucos cheios de açúcar e muito menos bebida alcoólica. Tem que ser água!

Esse ato tão simples pode ser a diferença entre um dia “na boa” e um dia com dores de cabeça infernais. É-só-beber-água!

 

8. Cuide-se!

atacama noite
Pra mim, parte de me cuidar incluía não entrar nessa água quente e sair no frio do inferno depois

 

Parece besteira dizer isso, mas quando viajamos temos a sensação de que somos imortais, de que nada de mal nos acontecerá e que tudo vai dar certo.

Esse último é sempre um bom pensamento, mas como já dizia o ditado: “Cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém”.

Por isso, preste atenção aos sinais do seu corpo e cuide-se!

Beba água, alimente-se bem, durma horas suficientes, não abuse do álcool e descanse ao menor sinal de indisposição.

Uma guia de viagem do Atacama me contou que os maiores problemas que ela tem com viajantes que sofrem de soroche é porque eles ignoram os primeiros sinais do mal e só pedem socorro quando já estão passando muito mal.
É muito mais fácil cuidar de uma dorzinha de cabeça leve do que de uma falta de ar, pressão alta e enxaqueca, certo?

Por isso, não tenha medo de estragar o rolê. Se não se sentir bem, fale logo no começo e as chances de você se recuperar logo são bem maiores.

Ah! E nada de querer correr uma maratona naquela altitude, ok? Mesmo com um bom condicionamento, você vai ver que fica muito mais cansado lá. É natural! Por isso, vale a pena andar mais devagar e desacelerar, afinal você está de férias, não é mesmo?

+ Vai para Santiago? Então veja a cidade do alto no Sky Costanera +

9. Os lugares de lá são uns dos mais lindos do mundo

atacama chile mapa
Isso compensa tudo, não?

 

Depois de todas essas notícias ruins que eu dei, saiba que a beleza do Atacama compensa o frio, a altitude, acordar cedo e tudo o mais.
Eu lembro que pra cada passo cansado que dei, falei uns 20 uaus pra cada lugar que visitei. (E sei que isso parece um pouco de livro de auto-ajuda, mas é a mais pura verdade).

Não dá pra não ficar boquiaberto com a beleza das Lagunas Altiplânicas ou do Salar de Atacama.
Não dá pra não se emocionar com o pôr do sol do Valle de la Luna. Não dá pra não se encantar com Piedras Rojas.

Por isso eu digo: vale a pena todo o esforço! E se eu tivesse todas essas dicas antes de viajar, teria sofrido bem menos e curtido bem mais.

Dito tudo isso, bora planejar uma viagem para o Atacama?

 

*A equipe do Magali Viajante viajou a convite da Adestinos Chile, porém toda a experiência relatada aqui é real e as minhas opiniões e impressões pessoais foram mantidas.

Reserve o seu hotel em San Pedro de Atacama por esse link do Booking. Você não paga nada a mais pela reserva e o Magali Viajante ganha uma pequena comissão, o que nos ajuda a continuar trazendo informações de viagens para você!

Compre o seu seguro de viagem pela Seguros Promo. Usando o código MAGALIVIAJANTE05 você ganha 5% de desconto na sua reserva.

Tenha internet ilimitada em qualquer lugar do mundo com a Easy Sim 4U.

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o FacebookInstagram,TwitterYouTubeBlogLovin e Pinterest. Segue lá!