5 Lugares para Conhecer em New South Wales e Sydney | Collab Magali #4

A responsável pelo post maravilhoso de hoje é a Chris Candido, alagoana arretada que mora na Austrália há oito anos e tem dicas imperdíveis do país. 

Quando a Magali me pediu para preparar essa lista, a minha primeira reação foi: somente 5?! Vai ser uma missão impossível!!
O segundo pensamento foi: mas eu? Eu não vou conseguir escrever um texto tão legal quanto os da Magali!! Mas como não sou de arregar, topei o desafio. Depois de idas e vindas no meu arquivo de fotos e discussões sobre as muitas viagens de carro que fizemos nesses oito anos de Austrália, resolvi fechar mais o escopo da proposta e focar em New South Wales e Sydney, em particular – já consigo ouvir os apaixonados por Melbourne reclamando no background (!).
Sim, Sydney. Sydney é uma cidade maravilhosa e apaixonante que tem a necessidade de ser exuberante ou, como diriam no nordeste, a mais ‘amostrada’ de todas que visitei por essas bandas.
Além do famoso multiculturalismo e jeitão de cidade, Sydney é fantástica em termos de beleza natural. Sem mais delongas, aqui vai o meu Top 5 de New South Wales:

+ Perdeu o último Collab? Veja aqui as dicas da Diana de onde ir de bike em SP +

1. Costa Norte

wallabies
Os wallabies

A costa norte de NSW tem praias maravilhosas e sempre tenho grande dificuldade em escolher a minha favorita quando a conversa comeca.
Depois de muito pensar, resolvi escolher Forster and Tuncurry por causa daquele mar ‘azedo’ esmeralda, de águas cristalinas, que contrasta tão bem com as areias finas e brancas da praia. Localizada a uns 300Km de distância de Sydney, essa viagem a Forster-Tuncurry vale a pena fazer.
A região do lago Myall tem milhares de locais de parada e fica bem difícil fazer a viagem render. Separadas pelo rio Wallamba e Lago Wallis, Forster e Tuncurry são duas cidadezinhas minúsculas com algumas ruas conectadas por uma ponte.
Do lado de Tuncurry, tem duas praias – uma na baía, mais protegida e sem onda para as crianças brincarem, que se chama Tuncurry Rock Pool e a outra com ondas, muito popular com surfistas e pegadores de jacaré, como eu. Essa é a One Mile beach.

Do lado de Forsters, ficam os pubs e alguns restaurantes legais para comer. Se for por lá, não deixe de tomar uma cerveja gelada no Reef Bar Grill, que tem uma vista maravilhosa da boca do rio Wallamba e Lago Wallis. Vale a pena também dirigir na direção norte para a Red Head e a Diamond beach e na direção sul para a Boomerang beach para explorar um pouco a área. Considerando a distância de Sydney e a beleza do lugar, vale a pena tirar uns 4 dias para aproveitar bem a região.

+ Já pediu comida no Obentô Mania? Vale a pena? +

2. Costa Sul

jervis bay
Jervis Bay

Oh Great Pacific Drive – toda vez que eu me perco em você, eu me acho em mim!!!

Os 300km de distância entre Sydney e Jervis Bay tem de tudo um pouco: de parreiras em Shoalhaven a  milhares de pequenas praias escondidas e protegidas no parque nacional. Quando vamos para Jervis Bay, nunca deixamos de fazer duas paradas estratégicas: uma em Berry e outra em Kiama. Berry é uma cidadeca muito pequena, com basicamente uma rua principal. No entanto, é um charme concentrado em poucos metros! Ladeada de várias casas históricas muito bem preservadas, Berry é famosa por suas lojas de antiguidade e peças de colecionador. A cidade tem também excelentes cafés para comer bastante ou simplesmente dar aquela beliscadinha antes de seguir para a próxima parada – Kiama. Kiama é a parada para refrescar – a Rock Pool é irresistível! Depois de encher a barriga e dar uma refrescada, a viagem rende bem para Jervis Bay.
A área de Jervis Bay é muito famosa pelas áreas brancas da praia chamada Hyams. Consideranda uma das praias de areias mais brancas do mundo, Hyams atrai muito turistas mas, de alguma forma, não perdeu a atmosfera de-e para nativos. Uma outra praia mais protegida, que amamos de paixão, é a Murray’s. Dentro do parque, com acesso mais limitado, a praia é mais escondida e os wallabies, um animal da fauna local, aparecem sempre no final do dia atrás de comida.
Huskinson e Vicentia são as duas cidades mais próximas e são bem servidas de supermercados, etc. A melhor pedida na área de Jervis é mesmo ficar em hotéis com cozinha e fazer um churrasco no final do dia.

+ Veja motivos para fazer um cruzeiro +

3. Watson’s Bay

Watsons Bay
Watson’s Bay

Um dos meus lugares favoritos no mundo e para todo o sempre!
Acessível de carro, ônibus e ferry, Watson’s Bay tem aquele jeitão largado bem Australiano, embora seja umas das áreas mais ricas da cidade.
A praia de Camp Cove, minha preferida, fica a alguns minutos andando do ferry e o caminho tem um casario muito charmoso que embeleza ainda mais o lugar.
Saindo de Camp Cove tem uma trilha para o farol, passando por um dos faróis mais antigos da Austrália. Por causa da sua posição estratégica em relação a entrada do porto, canhões de guerra ainda podem ser vistos em alguns pontos.
Depois de toda a caminhada, vale a pena parar no Watsons Bay Boutique Hotel para um bom vinho com vista para a praia e comer uns camarões ou somente uma tábua de queijos e frios. Os fins de tarde nesse cantinho de mundo são imbatíveis… Pegar o ferry de volta para a cidade é a forma perfeita de fechar o dia.
Se voltando de carro, uma pausa para um cafezinho na Vaucluse House, por favor!

4. Shelly Beach

jervis bay austrália
Jervis bay

Shelly é um daqueles lugares que brasileiro vai para ouvir português.
Todo mundo me falava que Bondi é onde tem a maior comunidade brasileira em Sydney, mas logo aprendi que Manly e Dee Why tem provavelmente a maior quantidade de brasileiros por m2 em Sydney.
Enfim, voltando para Shelly, é um dos melhores lugares para mergulhar e praticar o stand-up paddle em Sydney. Acho que Shelly tem de tudo um pouco, a água é tranquila então é muito popular com famílias, tem as churrasqueiras onde a brasileirada se junta e passa o dia todo e muitas outras opções de diversão aquática para quem quer se aventurar mais. Com um estacionamento muito pequeno, tem que chegar cedo para garantir a vaga ou simplemente pegar o ferry e andar para a praia – o visual de Manly até Shelly fazem valer a pena o esforço.
Para matar a fome, um piquenique caprichado é a melhor opção. Os Australianos levam toda a infraestrutura de comes e bebes para todos os lugares – são farofeiros profissionais. Entre o nosso guarda-sol, toalhas e brinquedos de praia para a nossa bebê, tem sempre uma bolsa gelada com comida e bebida. Dessa forma aproveitamos o melhor da praia sem ter que sair do lugar. Happy days!

+ Conheça as praias do Havaí +

5. Little Bay

little bay austrália
Little Bay

Descobrimos a Little Bay há uns dois anos e desde então virou a nossa praia da vez. Considerada uma daquelas joias escondidas por ficar numa parte menos valorizada da cidade, Little Bay nunca decepciona – o mar cristalino e deslumbrante está sempre a nos saudar na chegada.
Novamente um lugar que tem um pouco para todos: mergulho, praia calma para crianças, stand-up paddle ou somente uma nadada de um lado para outro. Perto da praia há um mercado e café bons, mas assim como Shelly, o que gostamos de fazer é um bom piquenique para não deixarmos a praia. Super recomendo!

E você, já visitou as dicas da Chris? Deixe aqui nos comentários o que você achou deste Collab, que com certeza te deu um pouco mais de vontade de conhecer a linda Austrália.

Gosta do Magali Viajante? Então não esquece de seguir a gente em todas as mídias sociais. Tem conteúdo exclusivo para o Facebook, Instagram, Twitter, YouTube e até Snapchat. Segue lá!