48 horas em Miami: 12 dicas para aproveitar muito a cidade!

(Ao som de Modest Mouse – Float on)

Pessoal, que saudade de vocês!
Sei que já falei isso antes aqui, mas agora é sério… O blog ficou para ficar! Agora já casei, mudei de emprego, voltei da lua de mel, arrumei minha casa, troquei meu nome… agora não tenho mais desculpa para não escrever loucamente no blog!

Falando em lua de mel, acabamos de voltar de Miami, onde pegamos um cruzeiro pelo Caribe. Foi a nossa primeira vez na cidade, e eu confesso que tinha um certo receio de Miami, porque já tinha ouvido um montão de gente bacana dizer que era boring, feio, sujo, desinteressante, cafona, micotur, e blá blá blá… Mas tinha que ver com meus próprios olhos. E cheguei à uma conclusão (ou duas): ou os meus amigos “bacanas”são chatos demais, ou eles não souberam aproveitar a cidade, que tem bastante coisa legal!

Ok, Miami, ou melhor, Miami Beach, é a cara da ryqueza do American Dream, que hoje tem se tornado quase o “Brazilian Dream”- clima bom, praia bonita, mansões (com preço de apartamento de 150m2 de Moema), outlets, carrões, mulheres bonitas, vida tranquila… Você pode achar a definição perfeita de superficialidade e torcer o nariz para Miami (e dizer com um ar de superioridade: “ai, eu gosto de arte, história, arquitetura, vamos para Europa”, sua chata), ou ver o lado bom de Miami e aproveitar tudo o que a cidade tem a oferecer… (É aquela velha história da atitude, de ver o copo meio cheio, o lado bom das coisas… acho que estou assistindo muitas palestras do Shinyashiki, sqn).

Imagem
– I’m in Miami, bitch! – 

Mas vamos para o que interessa, Miami! Se você, como eu, tiver pouquíssimo tempo na cidade (algo em torno de 48h), programe-se bem para tirar o melhor que Miami tem a oferecer. Às dicas:

 

1) Alugue uma bike no Bike and Roll
Miami é uma cidade plana, com ciclovias e ciclofaixas em boa parte do percurso, é permitido andar de bike na calçada, e na maioria do tempo, tem um clima ótimo; ou seja, o cenário perfeito para você que curte, mas que morre de medo de andar de bike em SP.
Essa é uma alternativa bacana para ganhar tempo vendo várias atrações da cidade, sem precisar ficar preso a um carro (vamos combinar: Miami é uma cidade tão outdoor e com tanto sol, que é uma pena ficar preso dentro de um carro com ar condicionado, e você já faz isso todos os dias da sua vida em SP, vamos mudar um pouco! E você ainda economiza o dinheiro que ia gastar de um lado para o outro de táxi!
Imagem
– As joaninhas –

A Bike and Roll é uma empresa que aluga bike, segway, skates e patins para você se divertir em Miami e fica super bem localizada, pertinho da Ocean Drive.
Os meninos que atendem lá são super simpáticos, te dão todo o equipamento de segurança (incluindo capacete e cadeados), e ainda te dão dicas dos melhores caminhos e rotas alternativas.
Você paga US$ 25 para ficar 24 horas com a bike, e como garantia, só precisa deixar um documento seu, que pode até ser seu RG ou CNH brasileira.
Você pode escolher o tipo de bike de acordo com o uso e a sua preferência. Elas são boas, confortáveis, bem conservadas e com manutenção em dia. Além de aproveitar a vista, você ainda faz um pouco de exercício e não fica com tanto peso na consciência do tanto de comida que vai ver publicado mais abaixo…

Bike and Roll (http://bikemiami.com/)
210 10th Street (entre a Collins e a Washington) – South Beach – Miami – (305) 604-0001
De dezembro à maio: Todos os dias, das 8h às 20h. De junho à novembro: todos os dias, das 9h às 19h.
A locação de uma bike por 24 horas custa US$ 25.

 

2) Dê uma voltinha pela calçadão
Imagem

Eu não sei você, mas eu adoro calçadão de praia. E o de Miami é especialmente legal: limpo, bonito, largo, com espaço para todo mundo e todos os esportes. Lá você pode andar de bicicleta, patins, skate, andar, correr, brincar com as crianças, exibir o seu corpitcho, ou simplesmente tirar uma foto para colocar no Instagram e as pessoas acharem que você faz algum esporte na vida (aham! finjo que acredito!).
Sinceramente, acho que é o lugar dos EUA onde menos vi pessoas obesas, onde as pessoas se preocupam mais com o corpo e a aparência (mas isso é normal de praia, é só ir para o Rio, ou para a Praia do Rosa, né Ana?)
É legal para você entender a vibe do lugar e das pessoas…

3) Cruze a ponte até Miami
Saia da “Terra do Faz de Conta”que é Miami Beach e vá até a cidade de Miami.
Mas nem pense em fazer o mesmo caminho que o taxista fez no caminho do aeroporto. Esqueça a MacArthur Causeway e tenha um nice ride pela Venetian Causeway, uma estrada com umas pontezinhas lindas e um bairro cheio de mansões que você acessa a partir da 17th Street e chega até Miami.
Essa estrada conta com uma ciclofaixa em toda a sua extensão e é uma delícia parar nas pontes para apreciar a vista e tirar uma fotos. Não esqueça de voltar pelo mesmo lugar… o skyline de Miami à noite é lindo e vale uma namoradinha nas pontes…

Imagem
– Skyline de Miami –

A travessia da ponte entre Miami Beach e a cidade de Miami tem mais ou menos 7 km. Sebo nas canelas!

 

4) Faça uma boquinha no La Latina
Depois de uns 10 km de pedalada, você merece uma boquinha! Sabe quando está com aquela fominha boa, com vontade de comer uma coisinha diferente e gostosa.
Pois é, bem nessa hora, nós vimos uma portinha bem simpática e resolvemos entrar.
O La Latina era uma típica Arepera venezuelana, que faz as arepas, que são tipo uma tortilla (ou uma tapioca) feitas de farinha de milho branco. Tinha para todos os gostos, desde porco até vegetariana.
Eu escolhi a “La Latina”, de bacon, abacate e queijo e o Thi foi de “Asado Negro” de carne braseada em um molho adocicado de especiarias com queijo fresco. As duas estavam maravilhosas, de lamber os beiços!
Para completar, eles trazem três molhos para a mesa: alho, coentro e salsa verde… De comer o pote todo e pedir mais!
A comidinha perfeita para quando você quer forrar o estômago, mas não encher a barriga, pois sabe que vem muito mais por aí….
Ai arepas, já estou salivando…
Imagem

Imagem
– Nossas arepitas –

La Latina Arepera (http://www.lalatinamiami.com/)
3509 NE 2nd Avenue – Miami – (305) 571-9655
Terças à quintas, das 10h às 22h; sextas e sábados, das 10h às 5h; domingos, das 10h às 4h; não abre às segundas
As arepas variam de US$ 5 a 6,50. Gastamos uns US$ 14, com duas arepas e um refri.

 

5) Surpreenda-se em Wynwood

Imagem
Sabe aquele projeto artístico legal pra caramba, que você fica babando de tão lindo e se sente em um filme de arte? Se você não foi pra Wynwood, você não sabe!
Deixa eu explicar direitinho: Wynwood era um bairro degradado de Miami, que foi transformado pelo empresário Tony Goldman através do grafitti. Hoje, além do grafitti, há lojas de design, galerias de arte, escritórios de arquitetura…
Andar pelas ruas do bairro, que é o significado de cool, trendy e outros adjetivos do tipo, é como estar no mais legal museu de arte urbana que você já viu. Só que sem telhado, de graça, e com restaurantes, bares, food trucks, gente bacana… Demais!
É o projeto de arte verdadeiramente mais democrático que já vi… Lá tem criança, velho, artista, gente que não entende nada de arte, mas todo mundo aproveita e aprecia as lindas paredes, portas e paineis. Tudo no meio da rua!
Lá, estão reunidas obras dos mais importantes grafiteiros do mundo, incluindo os brasileiros Kobra, Os Gêmeos e Nunca.

Imagem
– Obra do Kobra –

Andando pelo bairro, você vai ver os restaurantes, bares e baladinhas mais legais ever!
Você não vai se cansar de parar para tirar fotos de todas as paredes, uma mais linda que a outra.
Aí, você vai chegar em Wynwood Walls, uma área privada (mas com entrada livre), que reúne as paredes mais legais de Wynwood. Aposto que você vai querer tirar fotos de todas, de uma por uma. Todas essas paredes ficam em uma área com gramado, onde você pode simplesmente sentar, bater um papo e apreciar arte. Programão!

Imagem

Ah! Todo o segundo sábado do mês, eles promovem o Wynwood Artwalk, um dia de programação especial, com exposições exclusivas, quintal de foodtrucks, artistas em performances ao vivo. Não conseguimos ir, mas parece demais!

Imagem
– Olha a criancinha apreciando a arte, que fofa! –

Wynwood Walls (http://thewynwoodwalls.com/)
NW Second Avenue, entre a 25th e a 26th – Miami
Segunda à sábado, das 11h às 23h e domingos, das 12h até às 18h. Segundo sábado do mês, das 11h à 0h.
De grátis!!!

 

6) Vá em uma balada ao ar livre
Para completar a perfeição de Wynwood, lá tem várias baladas ao ar livre. Parece uma festa particular, no quintal de uma casa, você não paga nada para entrar e lá dentro tem tudo o que precisa: música boa, gente bonita, bebida barata, comidinhas típicas e jogos de graça. Vocês sabem como eu não sou de balada, mas essa vale a pena!
Nós fomos na Wood Tavern e nós demos super bem. Uma vibe super legal, e eles ainda fazem umas promoções boas, tipo às terças, mulheres tem free open bar… Tenho certeza de que se morasse em Miami, faria todos os meu Happy Hour por lá.

Imagem
– Nosso tipo de balada –

Wood Tabern Miami (http://woodtavernmiami.com/)
2531 NW 2nd Avenue – Wynwood – (305) 748-2828
Não paga nada para entrar, e nós gastamos uns US$ 10 em um chopp local e uma Margarita.

 

7) Lanche da tarde ogro no Five Guys
O Five Guys é uma rede de fast food americana que tem lojas em todo o país. Eu juro que é um dos melhores hambúrgueres que eu já comi na vida. É ogro, é enorme, mas é uma delícia! Para entrar no clima, você precisa assistir o vídeo do Dayum, uma versão do Songify para um cara que surtou comendo o lanche do Five Guys.

Funciona da seguinte maneira: você entra lá e já come uns amendoinzinhos de graça (que eles oferecem o tempo todo) e escolhe a carne do seu sanduíche e quantos toppings você quiser.
Minha sugestão: peça o Bacon Cheeseburger com todos os toppings (alface, tomate, molhos e tudo mais que você pode imaginar!), com batata fritas Cajun Style, mas ((alerta de spoiler)), a porção de batata tem cerca de 1kg, sem exagero, então prepare a pança, peça uma porção para a família inteira e ainda dê um monte de presentes para alguém que esteja com fome por aí.
Porém, atenção, se você estiver sozinho, NÃO PEÇA O TAMANHO NORMAL! Peça o mini pelamordedeus, porque o treco é gigante!
Imagem
– Batata para a família toda –

É bom pra caramba, e se você for louco por hamburguer como eu sou, vai querer comer Five Guys sempre que for para os EUA. Animal! Dayum!

Imagem
– Look at the bacon! Dayum! –

Five Guys (http://www.fiveguys.com/)
1500 Washington Avenue – Miami Beach – (305) 538-3807
Todos os dias, das 11h às 4h
US$ 13, com um Bacon Cheeseburger, porção de batata e refri refil. Alimenta fácil duas pessoas que saem rolando…

 

8) Jante no My Ceviche
Imagem
– My ceviche is better than yours –

Se você ainda conseguir olhar para comida (e acredite em mim, vale muito a pena!), vá até o My Ceviche (ou peça pelo telefone), que é uma rede pequenininha de comida peruana deliciosa em Miami.
A unidade de Miami Beach é literalmente uma portinha, sem lugar para sentar, onde você pode levar seu ceviche para casa, ou comer lá mesmo na calçada.
Escolha entre as diversas opções de peixe e temperos e se delicie com um ceviche verdadeiramente peruano, com peixe fresco e temperos tradicionais. A comida perfeita para o clima quente de Miami. Até o Thi que é especialista em ceviche, adorou!
(Esse lugar até me deu vontade de abrir uma coisa parecida no Brasil). Opa, estava só pensando alto!
Nós pedimos o ceviche de peixe e polvo, com molho tradicional. De chorar de gostoso!
Não deixe de ir de jeito nenhum!

My Ceviche (http://myceviche.com/)
235 Washington Avenue – South Beach – (305) 397-8710
Domingo à quinta, das 11h30 às 22h; sexta e sábado, das 11h30 às 23h.
O ceviche grande sai US$ 14,75 e dá para duas pessoas, bem servido.

 

9) Tome café da manhã cubano no Abuela’s

Imagem
– Ninguém diz que ele não é cubano! –

Miami tem uma enorme comunidade cubana, o que enriquece grandemente a parte cultural e gastronômica da cidade. Um passeio bacana, que vale a pena, é tomar um café da manhã cubano, no Abuela’s.
Com cara de dining americano, no Abuela’s todos os funcionários são cubanos ou latinos, e o espanhol é a língua oficial.
O café da manhã tem desde coisas típicas americanas, tipo panquecas, até o café da manhã cubano.
Nós optamos pelo cubano e nós demos bem. Pedimos ovos com molho cubano, linguiças espanholas, batatas assadas e pão cubano.
O molho dos ovos era um molho de tomate denso, um pouco apimentado, delicioso. E o pão cubano parecia um pão na chapa enorme, do tamanho de um antebraço. Estava tudo uma delícia! Acho que estávamos sentindo falta de comer uns temperos latinos!!
Gostosão! Vale o café da manhã!

Abuela’s Cuban Kitchen (http://www.abuelaskitchen.com/)
1654 Meridian Avenue, Miami Beach – (305) 763-8095
Todos os dias, das 7h às 23h
Gastamos uns US$ 10. Um café da manhã serve duas pessoas fácil!

 

10) Deixe aflorar seu lado consumista no Sawgrass Mills
Quem não gosta de outlet? Ou melhor, quem não gosta de comprar coisas bacanas por um preço mega baixo? Eu adoro! Se você é como eu, não deixe de ir ao Sawgrass Mills.
Distante cerca de uma hora de carro (e essa é mesmo a melhor opção), o Sawgrass é um outlet enorme, com todas as marcas que os brasileiros adoram: Ralph Lauren, Calvin Klein, Kate Spade, Forever 21…
Como o outlet é horrendoroso de grande, vale a pena se programar antes: providencie um mapa e já marque todas as lojas que você deseja ir. Faça primeiro essas lojas, e se sobrar tempo, vá até as secundárias.

Com tanta gente comprando tanta coisa, há casos de roubos de sacolas de dentro dos carros. A minha dica é que você chegue cedo, antes da abertura, e estacione seu carro no Boulevard The Collonades, em frente às lojas premium, com bastante movimento de pessoas e seguranças. Paramos lá e não tivemos problema nenhum com o porta malas.

Ao chegar no Sawgrass, vá direto no balcão de informações e compre o livrinho de cupons de desconto, que custa US$ 10, mas certamente te dará pelo menos uns US$ 100 de abatimento em suas compras!

Calce um tênis confortável, uma roupa fácil de tirar (para provar novas roupas) e compre como se não houvesse amanhã (e nem alfândega)!

Fique de olho que algumas lojas fazem promoções especiais no começo do dia, e distribuem raspadinhas, promoções relâmpagos que são ótimas (foi assim que eu ganhei um voucher de US$ 50 na Sports Authority). Também fique ligado no livrinho de descontos, que oferece ótimas oportunidades de comidinhas e lanches também. Aproveite… e prepare a dor na perna no dia seguinte! Antes na perna do que no bolso!

Imagem
– MInhas raspadinhas premiadas! –

Ah, não esqueça de olhar as suas notas fiscais. Na maioria das vezes, lá no finalzinho dela, tem desconto para a loja que você comprou e para outras lojas. Vale muito a pena!

Sawgrass Mills (http://www.simon.com/mall/sawgrass-mills/portuguese)
12801 West Sunrise Boulevard – Sunrise 
Segunda à sábado, das 10h às 21h30; domingos, das 11h às 20h.

 

11) Passeie pela Lincoln Road ou pela Española Way
Passeio totalmente turístico, mas que tem que fazer, e é agradável!
A Lincoln Street é uma rua exclusivamente peatonal, e reúne diversas lojas, bares e restaurantes. Lá é onde as pessoas vão se encontrar de noite, comer uma coisinha… sempre dá para tomar um sorvete ou um café, e aproveitar o sossego de uma via sem carros.

Algumas ruas para baixo, há outra rua como a Lincoln, porém menor, mais charmosa e menos muvucada. É a Española Way, que concentra somente restaurantes, Uma ótima pedida para uma noite romântica!

 

12) Faça compras e coma no Whole Foods
O Whole Foods é aquele tipo de mercado que você se apaixona assim que entra. É um mercado de alimentos e ingredientes naturais e orgânicos, que só tem produtos de primeira.
É tipo um parque de diversão para quem gosta de cozinhar e comer. Dá para ficar o dia inteiro pirando nos ingredientes, olhando os produtos, e querendo desesperadamente morar por lá para poder cozinhar tudo o que está à venda!

Além dos produtos ótimos, o Whole Foods tem uma produção própria de alimentos de cair o queixo! O salad bar deles, por exemplo, sempre me faz querer comer salada (oi?), mas eles também tem diversos pratos quentes, sopas, pizzas, sanduíches. E não é essa comidinha chinfrim que os supermercados fazem por aí. É coisa da boa!

Vale a pena se perder nos corredores e tomar café ou almoçar por ali. Você pode comer por lá mesmo, já que tem umas mesinhas e eles fornecem os talheres, ou levar para casa e fazer um super piquenique.

Nós escolhemos tomar café lá, com produtos já prontos, e almoçar mais tarde, com uma saladona, um frango assado e uns acompanhamentos. Maravilhoso!!!

Whole Foods Market (http://www.wholefoodsmarket.com/)
1020 Alton Road – South Beach – (305) 938-2800
Todos os dias, das 8h às 23h.

Imagem

E aí, ainda achando Miami sem graça e cafona??

9 comments

Submit a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *